MENU

| BR

Campus

Programação

Marketing

UX

Dados

Negócios

Paises


Front End + Back End

Aprenda a fazer sites e sistemas web usando linguagens de programação (HTML, PHP, Javascript, Laravel, React e mais)

Portfólio

Trabalhe em equipe usando metodologias ágeis (SCRUM) e saia do curso com um site que será seu portfólio

Mentoria de carreira

Alunos podem fazer o Curso de Gestão de Carreira (gratuito) e participam de feiras de recrutamento exclusivos (Recruiting Day)


Imagen de Desenvolvimento Web Full Stack

Por que Desenvolvimento Web Full Stack?

Você vai aprender:
  1. - HTML
  2. - CSS
  3. - PHP
  4. - Manipulação de erros e debug
  5. - Gerenciamento de arquivos JSON
  6. - GitHub
E também:
  1. - Introdução a base de dados relacionais
  2. - SQL
  3. - Orientação a objetos
  4. - Laravel
  5. - Javascript
  6. - Introdução ao React
Soft Skills
  1. - Metodologias Ágeis/Scrum
  2. - Trabalho em equipe
  3. - Github
  4. - Construção de portfólio
  5. - Desenvolvimento de carreira
  6. - Network

E na minha carreira?

Qual o futuro?

Empresas de todos os tamanhos e segmentos precisam de sites ou sistemas web. Há preferência no mercado por devs Full Stack porque são versáteis e conseguem atuar tanto no Back End quanto no Front End.

Salários

O salário inicial para desenvolvedores web full stack júnior é de R$ 4,017, em média. A demanda por esses profissionais aumentou 169% de 2018 para 2019 (fonte: Revelo, Julho 2019).

Aprenda com professores especialistas do mercado

Nosso time de especialistas

Ver Professores

Quem já fez

Eventos

4 Dez

Papo Digital | Programação Full Stack

Inscreva-se
Ver Todos Os Eventos

Próximos cursos, horários e sedes

  • Manhã
  • Tarde
  • Noite

Manhã

8:30 às 12:00

Segunda, Quarta

2 Março - 22 Julho

Segunda-feira (aula presencial) & Quarta-feira (aulas virtuais e presenciais alternadas)

08:30 a 12:00
Vila Olímpia Ver preço

Tarde

14:00 às 17:30

Segunda, Quarta

6 Abril - 26 Agosto

Segunda-feira (aula presencial) & Quarta (aulas presenciais e virtuais alternadas)

14:00 a 17:30
Vila Olímpia Ver preço

Noite

19:00 às 22:30

Quinta, Sábado

23 Janeiro - 20 Junho

Quinta-feira (aula presencial) & Sábado (aulas virtuais e presenciais alternadas)

19:00 a 22:30
Vila Olímpia Ver preço

Quarta, Sexta

12 Fevereiro - 8 Julho

Quarta-feira (aulas presenciais) & Sexta-feira (aulas virtuais e presenciais alternadas)

19:00 a 22:30
Vila Olímpia Ver preço

Terça, Quinta

10 Março - 4 Agosto

Terça-Feira (aula presencial) Quinta-feira (aulas presenciais e virtuais alternadas)

19:00 às 22:30
São José dos Campos Ver preço

Blog
Digital House

Qual a diferença entre front-end e back-end img
tech

Qual a diferença entre front-end e back-end

Se você decidiu entrar no universo da programação, já está ciente de que essa área contempla inúmeras opções de atuação e diversas linguagens, o que pode deixar tudo um tanto quanto confuso! Quantas vezes você encontrou alguma oportunidade de trabalho na qual você não sabia muito bem qual o papel, como atuar e o que ela significava? Porém, justamente essa diversificação é que faz a carreira de desenvolvedor tão atrativa! E, para esclarecer um pouco e ajudar no seu caminho, vamos falar de uma das maiores dúvidas para quem está começando: o que diferencia o profissional de back-end do profissional front-end? Que habilidades cada um deles requer?O que é Back-EndPara mostrar as diferenças, vale começar com as definições de cada atividade.Basicamente, quando falamos dos “bastidores”, ou seja, o servidor e o banco de dados que ajudam a fornecer as informações ao usuário de uma interface, falamos do back-end. É a parte do site que você não tem contato direto (a não ser que você seja um profissional da área, claro!).O back-end é uma parte fundamental de qualquer site ou aplicação na web. Se você está lendo esse texto, por exemplo, é um sinal de que a comunicação com o servidor obteve sucesso e isso se deve, provavelmente, a um profissional de back-end!Quem prefere se especializar como desenvolvedor back-end vai atuar com lógica, com a funcionalidade do site, regras, segurança e integridade de banco de dados. Ou seja, para viver os “bastidores da internet” requer muita paciência, cuidado e concentração constante!O que é Front-EndSe back-end é o desenvolvimento da parte da web que não vemos, o front-end, por outro lado, é toda a parte visível das aplicações e sites. Essa área não lida diretamente com banco de dados, servidores e todas as aplicações complexas do back-end, mas cuida da usabilidade, efeitos visuais, velocidade de carregamento, etc.De maneira mais direta, o Desenvolvedor de Front-end fica responsável pela interação direta com o usuário, e por isso acaba desenvolvendo cuidando do lado mais visual das aplicações, como o cuidado com cores, botões, links, menus, e tudo o que vemos numa página quando estamos acessando.Justamente por conta disso, um profissional front-end precisa ter um olhar constante para a melhor Experiência do Usuário. Ou seja, as preocupações de front-end e back-end são opostas, porém complementares. Os desenvolvedores de front-end e back-end devem sempre trabalhar em conjunto para que o aplicativo ou site funcione corretamente.Pode atuar com front-end e back-end ao mesmo tempo?Com experiências e habilidades tão opostas, será que é possível trabalhar com interface e servidor ao mesmo tempo? A resposta é sim! Inclusive, uma pessoa qualificada para fazer as duas atividades é bastante demandada no mercado e é bem valorizada!Quando o profissional de programação atua nas mais diversas partes do projeto, ou tem conhecimento tanto de back-end quanto de front-end, ele é chamado de Desenvolvedor Full Stack.O desenvolvedor Full-Stack é um profissional mais flexível, com visão mais completa do negócio, que vai atuar do início ao fim de um projeto. Provavelmente, isso demandará o conhecimento de diferentes tecnologias e linguagens de programação, ainda mais se for o caso de atuar sozinho.Neste caso, a principal dica para quem está começando a programar é estudar muito sobre todas as áreas do Desenvolvimento Web, conhecer as linguagens de programação mais utilizadas atualmente e entender quais habilidades que mais parecem adequadas ao seu perfil.

Digital House abre nova unidade em São José dos Campos img
tech

Digital House abre nova unidade em São José dos Campos

Viva a experiência Digital House em São José dos Campos!Nascemos com a missão de capacitar profissionais na área digital. Somos um hub de tecnologia e educação para formação de profissionais de alta performance. Te desafiamos a pensar como realizador de ideias em vez de deixá-las só no papel. Chegamos ao Brasil em 2018 e, nesses 2 anos, já formamos mais de 3 mil alunos em nossos cursos: Marketing Digital, Programação, Dados, UX e Gestão de Negócio Digital. Em 2020, queremos que mais pessoas tenham oportunidade de viver a experiência de ser um aluno Digital House. Chegamos em São José dos Campos com os curso de Programação Web Full Stack e Marketing Digital, em parceria com a Workflex, coworking com ambiente inovador, localizado no coração do Jardim Aquárius, no Edifício Infinity Tower. Os joseenses e vale paraibanos interessados em fazer nossos cursos, que têm início em março, já podem se inscrever no site da Digital House;Acreditamos que a melhor maneira de adquirir habilidades digitais é com a metodologia de “aprender fazendo”, que integra teoria e prática de forma constante. Queremos que os alunos tragam suas ideias e consigam encontrar as respostas para seus desafios. A interação constante com professores que têm experiência real no mercado possibilita que eles sejam orientados no melhor caminho para o sucesso.Preparado para viver essa experiência com a gente?Faça sua inscrição para que possamos entrar em contato com você. #VemSerDigital! 

Front-end: o que é, para que serve e como aprender? img
tech

Front-end: o que é, para que serve e como aprender?

É comum ver pessoas falando sobre programação front-end e back-end em um mesmo artigo quando procuramos pelo assunto na internet. De fato, são dois lados de uma mesma moeda, mas cada caminho tem suas particularidades e um mundo de informações e aprendizados próprios, que foram ficando mais complexos com o passar do tempo.Por isso, decidimos falar neste artigo só sobre front-end, mas se  quiser aprender um pouco mais sobre back-end, leia nosso artigo Back-end: o que é, para que serve e como aprender? Agora vamos começar pelas definições.Para entender o que é front-end, é preciso saber o que é arquitetura cliente-servidor. Esse modelo pressupõe dois agentes: o chamado client-side envolve linguagens que são processadas pelo navegador do usuário, o server-side faz referência ao que é processado no servidor e faz uso de diferentes linguagens.Apesar de diferentes, os dois lados precisam trabalhar juntos para garantir a usabilidade do site e uma boa experiência de navegação.Nesse contexto, a programação front-end está associada ao client-side. O front-end é onde encontramos a "cara" de um site ou aplicativo, com design, interface de navegação e ferramentas de interação com o usuário, como áreas de buscas e formulários.Para que serve?O desenvolvedor front-end é responsável pela experiência do usuário dentro de uma aplicação web, é ele quem vai desenhar e desenvolver as páginas com as quais, posteriormente, o usuário irá interagir. O front-end também inclui elementos que determinam a identidade visual de um site ou aplicativo, por isso, além do conhecimento de linguagens de programação específicas, um desenvolvedor dessa área só tem a ganhar se tiver noções de design, arquitetura da informação e UX.Como aprender?Para ser um desenvolvedor front-end você precisa se familiarizar com lógica de programação aprender algumas linguagens, como HTML, CSS, Javascript e Flash. Essas são as principais linguagens utilizadas para criar interfaces de uma aplicação. HTMLSe você quer aprender a programar, precisa entender e conhecer HTML. Esta é uma excelente linguagem de programação para quem está começando. O HTML é a base de toda a aplicação, sendo usada para criar a estrutura fundamental do conteúdo de um site e seus principais elementos, como rodapé, cabeçalho, menus, barra lateral etc. CSSLogo em seguida, todo desenvolvedor front-end precisa saber programar usando CSS, em inglês, Cascading Style Sheets, em tradução livre, páginas em estilo cascata. Esta linguagem é usada para organizar sessões, criar efeitos de transição e definir o design de uma página, como fontes, cores e estilo. Podemos dizer que o CSS é um complemento ao HTML. Se seu site ou aplicativo fosse uma casa, o HTML seria responsável por subir as paredes e o CSS por pintá-las e decorá-las. O CSS também acrescenta novas possibilidades ao código. JavaScriptEsta linguagem de programação é responsável por comandos e comportamentos que melhoram a usabilidade de um site, deixando-o mais dinâmico e afetando positivamente a experiência do usuário. É importante destacar que JavaScript não é a mesma coisa que só Java.Framework e Bibliotecas: a versatilidade de linguagens como JavaScript e CSS tornaram possível o desenvolvimento de bibliotecas e frameworks.As bibliotecas, como o jQuery, ajudam a reduzir a quantidade de linhas de um código sem alterar sua função. Já os frameworks, como o popular Bootstrap, deixam mais ágil o desenvolvimento de sites, aplicativos e páginas para os desenvolvedores front-end, e ajudam a criar layouts responsivos.Agora que você já sabe o que é desenvolvimento front-end, qual sua aplicação e o que você precisa saber para se tornar um programador na área, é só arregaçar as mangas e buscar seu conhecimento!Assim como inúmeras áreas da tecnologia, esteja preparado para nunca deixar de aprender e renovar seus conhecimentos. Todas as linguagens de programação acima passam por atualizações, revisões e melhorias, e é sempre indicado complementar suas habilidades técnicas com informações de áreas relacionadas, como design e UX.A Digital House oferece cursos na área de desenvolvimento web e para aplicativos. Entre em contato, venha fazer uma visita e descubra o que podemos fazer para te ajudar a começar sua carreira digital. 

Ver todos