4 sinais que indicam quando vale a pena mudar de carreira

 4 sinais que indicam quando vale a pena mudar de carreira

A mudança de carreira não deve ser encarado como um problema. É comum gostar de algo e, depois de um tempo, não gostar mais, não se identificar. Portanto, vale a pena mudar de carreira sim!

Antes de realizar qualquer ação ou tomar decisões, é importante entender o seu momento, para saber se é ideal para isso. Acompanhe este artigo, onde explicaremos alguns sinais que indicam a necessidade de mudança.

Como saber se devo mudar de carreira?

Durante qualquer jornada profissional, altos e baixos estão sujeitos a acontecer, independentemente do segmento de trabalho. No entanto, existem alguns sinais que identificam e mostram se vale a pena mudar de carreira em um determinado momento. Separamos quatro deles para te ajudar. Confira:

Desânimo e desinteresse pelo trabalho

Você acorda cedo todos os dias para iniciar o trabalho e, ao final da tarde, vai descansar. Sua rotina se consiste nisso? Já não sente mais uma sensação boa ao acordar ou antes de dormir, pensando na profissão?

Os sentimentos de desinteresse ou angústia pelo trabalho são fortes sinais de que mudanças precisam ser feitas. Caso o problema seja a própria empresa, uma mudança de ambiente pode ser o suficiente para renovar essas sensações. No entanto, se a função e o ramo forem as questões principais, é preciso considerar a transição de carreira para outra área.

Falta de reconhecimento profissional

Existem casos de profissionais muito bem capacitados, talentosos e dedicados em seus trabalhos, mas não reconhecidos por suas ações, não sendo promovidos por muitos anos, estagnando-se e se vendo com muitas obrigações no dia a dia.

Essa é uma situação de falta de reconhecimento profissional, o que pode causar desânimo com a carreira. Quando se dedica a uma determinada tarefa e não há um mínimo de retorno, o ânimo para trabalhar acaba se tornando inexistente. Neste contexto, é difícil manter a motivação.

Desvalorização da área no mercado

Sabemos que algumas áreas e profissões são mais valorizadas do que outras no mercado de trabalho, como a tecnologia, que vem se mostrando como uma promessa para o futuro e necessitando de mais profissionais capacitados para atuação.

Por outro lado, quem se dedica a um campo desvalorizado acaba se desgastando, por não ter um retorno favorável, mesmo com muito esforço. Isso pode causar desânimo, mesmo em longo prazo. As despesas nunca deixam de existir e sempre tendem a aumentar, enquanto o salário pode se manter igual. Portanto, é normal considerar se vale a pena mudar de carreira neste contexto.

Queixas e estresse constante

O estresse diário no trabalho é outro sinal para considerar a transição de carreira. Muitas vezes, isso não afeta somente o campo profissional, mas todas as áreas da vida, por conta das exigências constantes, as reclamações e os sentimentos ruins, que podem ter origem nos superiores ou colegas de trabalho.

Sendo assim, questione se essas situações são reversíveis ou contornáveis, além de afetar ou não sua saúde mental e o interesse pelo trabalho. As vezes (na maioria delas), não vale a pena passar por tudo isso ao considerar o salário mensal e outros retornos de trabalho.

O que fazer quando se quer mudar de profissão?

Ao ler os sinais apontados no tópico anterior, você se identificou com algum deles ou todos? Se sim, talvez seja o momento de mudar de profissão e não há problema em considerar esse objetivo, pois é preciso buscar mais satisfação à própria vida, que passa rápida e ininterruptamente, buscando o sucesso profissional desejado. Veja algumas dicas para te ajudar nesse processo:

É preciso planejar!

O primeiro passo é iniciar um planejamento e, assim, fazer uma transição assertiva. Avalie a necessidade de construir uma reserva financeira para se manter até conseguir um novo emprego. Para isso, pode ser preciso continuar no trabalho atual por mais um tempo. É preciso também analisar o mercado dentro do campo desejado, vendo se ele está saturado ou não e se os salários são satisfatórios ao seu estilo de vida.

Tenha consciência das expectativas!

É preciso saber controlar as suas expectativas. Claro que queremos sempre o melhor de maneira rápida, mas é preciso ter consciência de que o processo de transição pode ser difícil e que, logo no começo, aparecerão muitos desafios pela frente. São construções e passos diários.

Construa sua base de conhecimentos

O domínio das habilidades técnicas é essencial, principalmente em uma transição de carreira. Lembre-se, também, de que possuir um diploma ou certificado pode ser um diferencial ao adentrar o mercado de sua nova área e existem muitos cursos que te preparam para isso e não precisam de um alto investimento de tempo e/ou finanças. No próximo tópico, vamos te explicar melhor sobre isso e qual é a profissão que vale mais a pena.

Qual a profissão que mais vale a pena?

Toda essa transição de área não é uma decisão fácil e não deve ser feita por impulso. Analisando todos os pontos abordados nos tópicos anteriores, você pode ter a certeza de que vale a pena mudar de carreira.

Mas qual a profissão que mais vale a pena? Atualmente, a tecnologia e os campos digitais são os que mais necessitam de profissionais.

De acordo com um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), anualmente, o Brasil forma 46 mil novos profissionais de Tecnologia da Informação (TI), enquanto a demanda é de 70 mil. Ou seja, são 24 mil trabalhadores em falta, o que representa muita coisa.

Áreas como marketing digital, UX, dados, programação e produtos digitais são alguns dos principais exemplos de caminhos a serem tomados, que têm uma garantia maior de sucesso, estabilidade profissional e independência financeira.

A Digital House possui conhecimento e entendimento desse panorama de mercado e, por isso, oferece formação em todos esses segmentos, sendo a principal escola de habilidades digitais da América Latina. Confira as grades de cada curso, escolha a que você mais se identifica e inscreva-se agora mesmo, garantindo seu futuro profissional.

Para reforçar ainda mais essa ideia, de acordo com a pesquisa levantada pela Robert Half, empresa global especializada em recursos humanos, o e-commerce, marketing e os campos de tecnologia estão entre as áreas em alta para o futuro.


Se você ficou interessado em aprender e se aprofundar ainda mais sobre o vasto mundo da tecnologia, recomendamos que você também leia o artigo sobre quais são os melhores sites de emprego da área.

Leia mais no blog DH:

+ Google Analytics Dashboard: crie e personalize com o nosso passo a passo

+ O que é brand equity e como as empresas geram valor de marca em seus produtos e serviços

+ Marketing digital para iniciantes: 10 dicas de como começar na carreira

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)