UX Writing: o que é e 5 dicas para ingressar na carreira

UX Writing: o que é e 5 dicas para ingressar na carreira

Aplicar o conceito em um site ou aplicativo significa produzir conteúdo de valor que transmita mensagens claras e diretas aos usuários. O foco é a otimização da experiência, com base no entendimento da persona e o desenvolvimento de linguagem adequada e eficaz para ela. Hoje você saberá o que é, obterá dicas e sugestões de 3 livros para aprender mais sobre UX Writing. Confira!

O que é UX Writing?

O próprio já diz: "UX" vem de user experience e "writing", significa escrita em português. Logo, podemos concluir que o termo se refere aos conteúdos textuais direcionados à otimização de uma experiência do usuário.

Na prática, trata-se da seleção de cada elemento que compõe um texto de maneira estratégica, para facilitar a jornada do leitor em uma interação, ou seja, quando uma pessoa entra em um site ou um aplicativo, ela entende o caminho que precisa tomar para conseguir o que quer, tendo uma experiência agradável.

Esse processo abrange a definição de linguagem a partir do público-alvo, o tom de voz, o local onde cada palavra é inserida (arquitetura da informação), tudo para proporcionar a melhor experiência para o cliente, deixando-o encantado com os textos, mesmo que seja em uma situação negativa.

Como um usuário se sente ao ler um texto? Esse é o questionamento mais importante para o profissional. Em uma situação de erro de interface, por exemplo, uma mensagem pode ter diferentes interpretações e sentimentos, dependendo da maneira que for transmitida.

Nesse contexto, para um público descolado, o texto da mensagem de erro pode ter um toque de humor e transformar um momento ruim em um motivo para esboçar um sorriso, aproximando o usuário da marca e compreendendo o erro ocorrido de maneira empática, ou seja, o conteúdo oferece o poder de transformar algo negativo em experiências positivas.

Por onde começar? 5 dicas para ser UX Writer

Para os que ainda não adentraram o mundo do UX ou ainda não tem muito contato, é difícil entender ou imaginar como é ser esse profissional no dia a dia. Por onde começar? Confira 5 dicas para ser UX writer:

Tenha amor pelas palavras

Não importa a sua formação ou origem, seja Direito, Jornalismo, Pedagogia, Sociologia, Antropologia etc., o que importa é seu amor por palavras. Nutrindo esse sentimento, você terá sucesso na jornada profissional de UX Writing.

Saiba trabalhar em equipe

Para ser um UX writer é necessário saber trabalhar em grupo. Na rotina do dia a dia, é necessário entender um projeto, pesquisar e, para isso, você se relacionará com UX Designers, UX Researchers, desenvolvedores, entre outros membros da equipe que faz parte.

Sempre procure feedbacks

UX não é nada sem a condução de testes de usabilidade. Portanto, com os textos não seriam diferentes. Peça feedbacks para saber como as pessoas se sentem com seu texto.

Faça cases por conta própria

UX Writing é uma área recente no mercado de trabalho. Portanto, ter diferentes cases é um grande diferencial em uma situação tão competitiva. Pegue um aplicativo, um site ou uma ONG, por exemplo, e faça propostas da aplicação do método.

Estude muito!

Como abordado no tópico anterior, por ser uma área recente é necessário pesquisar muito, ir atrás de conteúdo e conversar com profissionais da área para se desenvolver e colocar em prática, construindo cases. Cursos e bons livros são ótimas opções nesse contexto.


3 livros para aprender mais sobre UX Writing

Sabendo o que é UX Writing e entendendo a importância do estudo na área, separamos 3 dicas de livros para que você aprenda mais sobre o tema. Confira:

Redação Estratégica para UX: Aumente Engajamento, Conversão e Retenção com Cada Palavra (Torrey Podmajersky)

Neste livro, você poderá aprender como escrever de forma estratégica em UX, usando ferramentas para produzir conteúdo com base nas necessidades dos usuários.

O Design do Dia a Dia (Donald A. Norman)

Normalmente, esta é a primeira recomendação de livro para quem está começando a estudar UX. Ele traz análises aprofundadas de produtos, desenvolvendo a forma de pensar do leitor, como um UX designer.

Não me faça pensar (Steve Krug)

Seu lançamento foi há mais de 15 anos, mas é muito útil para quem quer aprender os princípios básicos de usabilidade.

Seja um especialista de UX Writing!

Agora que você já sabe os principais pontos de um profissional de UX Writing, deve saber que realizar um curso na área de UX é uma ótima alternativa para adentrar na área, adquirindo uma base sólida de conhecimentos para utilizar no dia a dia.

Na Digital House, temos o curso de Experiência do Usuário (UX). Além de ensinar o processo como um todo, ele também aborda a área de UX Writing de forma detalhada, tornando possível a especialidade ao aluno.

Além disso, todos os alunos podem participar do programa de apoio à recolocação (gratuito), além de feiras de recrutamento exclusivas (Recruiting Day). Inscreva-se e impulsione sua carreira profissional agora mesmo!

Leia mais no blog DH:

+ Design responsivo: o que é e qual é sua importância no desenvolvimento de sites?

+ 5 Livros de UX que complicarão sua vida para sempre

+ Entenda quais são os tipos de UX Research

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)