MENU

| BR

Campus

Cursos

Programas Executivos

Paises

UX e LX: o que fazem?

UX e LX: o que fazem?
#UX
14 de março - min de leitura

Igor La Luz, coordenador pedagógico da Digital House explica os conceitos de UX e LX e como os aplicamos na nossa metodologia de ensino.


O termo UX (User Experience ou Experiência do Usuário) não foi sempre um elemento chave. Nos anos 90, Don Norman, vice-presidente de tecnologia avançada da Apple, se referia a uma maneira abstrata de descrever a relação entre produto e um ser humano. Naquela época, Norman argumentou que a tecnologia deveria evoluir para colocar as necessidades dos usuários em primeiro lugar - o contrário de como as coisas eram feitas no momento. As descrições de trabalho e as expectativas mudaram de colocar informações on-line para adaptar a experiência às necessidades dos usuários finais. O mesmo tem acontecido com a educação.

A maioria dos estudantes ainda não experimentou um excelente design de aprendizagem, e assim como as expectativas mudaram em relação aos produtos e serviços, estão mudando em relação à maneira como as pessoas merecem aprender. É neste momento que entra em cena o LX (Learner Experience Design ou Design de Experiência de Aprendizado). Estamos testemunhando o surgimento de um novo profissional.

Mas o que exatamente faz um Learner Experience Design e o que os mantém competitivos nessa nova era da educação centrada no aluno?

O LX funde os princípios de pensamento de design com o desenvolvimento curricular e a aplicação de tecnologias emergentes para ajudar o corpo docente a adaptar o conteúdo aos comportamentos, preferências, objetivos e necessidades dos alunos. Eles são parceiros para os professores ao longo do processo de desenvolvimento da aula, do curso, do programa e do desenvolvimento do aluno. Experiência, Design e Aprendizagem são peças que juntas têm como objetivo colocar o aluno no centro de tudo.

Na Digital House, acreditamos que ser digital é mais do que dominar conhecimento técnico, mas desenvolver uma nova forma de resolver problemas, de pensar, aprender e trabalhar. Toda a estrutura dos nossos cursos e campus foi desenhada para estimular o aprendizado na prática. Os professores e especialistas têm o papel de conectar conhecimento. Acompanhando, motivando e mostrando o que existe por trás da ferramenta, mostrando o porquê das coisas. Todos nós na Digital House temos um papel fundamental nesse processo, isso significa que temos que conhecer e entender as pessoas para as quais projetamos a experiência, descobrir o que as impulsiona e como podemos motivá-las.

É por isso que as entrevistas, observações e co-criação é indispensável. Juntos vamos atender aos desejos, necessidades e dúvidas. Uma grande experiência de aprendizagem tem que estar conectada com todas as pessoas. Para dar sentido a isso, é preciso distinguir as diferenças entre os participantes e adaptar a aprendizagem às expectativas e necessidades de cada um. Como dizia Buzz Lightyear: "Ao infinito e além".

Outras notícias

Como otimizar seu site Wordpress com plugins e funcionalidades da plataforma img
#Marketing

Como otimizar seu site Wordpress com plugins e funcionalidades da plataforma

O WordPress é uma ferramenta flexível, gratuita e com funcionalidades eficientes para a criação de sites, blogs e lojas virtuais. Por isso, é o favorito dos profissionais de marketing digital, agindo como aliado nas estraatégias de inbound e no gerenciamento do conteúdo.Números comprovam essa simpatia. O WordPress ganhou em 2019 a fatia de 61% do mercado de CMS (Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo) no mundo todo. Este é apenas um dos bons argumentos para você aprender a criar um site no Wordpress, e mais, como otimizar o seu site na plataforma.Benefícios que o WordPress ofereceO WordPress possui duas versões disponíveis: a plataforma WordPress.com e o WordPress.org, sendo a primeira um serviço que oferece hospedagem gratuita de blogs e sites (com o uso do software deles) e a segunda de código aberto, que permite baixá-lo gratuitamente pelo site oficial e instalar em um servidor de sua escolha. Ambas as versões oferecem vantagens funcionais, como:➜ Uso intuitivo: no geral, o uso do sistema é bastante simples pois é um editor similar ao Word;➜ Fácil instalação: dura de 5 a 10 minutos, no máximo. E o melhor: suas atualizações periódicas também são rápidas;➜ Boa oferta de plugins: o plugin no Wordpress melhora a  experiência de uso de um site, tanto para os administradores quanto para os visitantes. Logo, com eles, seu site pode ficar mais rápido e atrativo. Use-os com estratégia, pois boa parte deles é gratuito;➜ Opção de troca de templates: Você pode trocar o visual da plataforma sem a preocupação de alterar conteúdos já publicados;➜ Dá para usar em dispositivos móveis: com um smartphone ou tablet, sistema Android ou iOS, será possível fazer o download do app do WordPress para gerenciar seu site na palma da sua mão;➜ Seu código é aberto: isso significa que qualquer pessoa da sua  equipe poderá editar, aprimorar e personalizar suas versões, plugins e temas. Nesse ponto, ou você conta com um dev ou aprende a habilidade digital em um curso de programação.Pegando o gancho neste último ponto, saber programar é uma skill que está se popularizando a cada dia que passa entre as áreas do digital. Você pode ver aqui como é relevante para o profissional do marketing saber programar, por exemplo.Plugins para otimizar site WordpressComo dito lá em acima, os plugins são as extensões que acrescentam novas funcionalidades e melhoram a experiência do usuário na plataforma. Como são muitas opções no WordPress, bacana escolher alguns dos plugins essenciais, ou seja, os que valem mesmo a pena usar na sua estratégia. Mas, sempre procure novas opções que atendam bem seus objetivos. Só para exemplificar, vamos citar 4 exemplos de plugins eficientes.Yoast SEONão é mera coincidência. Este plugin foi feito para auxiliar produtores de conteúdo a otimizar suas páginas e textos aos olhos dos motores de busca, tornando-os mais sedutores aos olhos do Google. Ele permite editar títulos, meta description, palavras-chaves, gerar sitemaps e indica se é preciso incluir as tags alt text nas imagens, escrever mais palavras etc.Rock ConvertO Rock Convert tem a missão de impulsionar as conversões do seu site ou blog. Ele tem a funcionalidade de criar CTAs e banners diversos que convertem melhor os visitantes em assinantes. Ótimo para ser integrado às ferramentas de automação de marketing.FlareO Flare é um plugin em que você coloca botões de compartilhamento para as redes sociais no início, meio ou final de seus artigos. Uma ferramenta simples e muito boa, que incentiva os visitantes que gostam do seu conteúdo a pegar carona nas suas redes.Google AnalyticatorSeguindo o mesmo objetivo do conhecido Google Analytics, esse plugin traz análises e métricas mais relevantes do Analytics para o seu dashboard. Assim, você consegue avaliar número de visitas, tempo de permanência médio em cada página e muitos outros dados relevantes.Dica para usar plugins no Wordpress: verifique se os plugins são compatíveis com as novas atualizações de sistema, para que não surjam problemas ao serem usados, quando elas acontecerem. Estas extensões possuem suas próprias atualizações, mas fazê-las manualmente é uma opção. Na Digital House, você pode aprender tudo sobre Wordpress no curso de Marketing Digital, além se de tornar um especialista em uma área que tem grande visibilidade nas empresas. De estratégias de marketing a tendências do mercado e táticas utilizadas pelas empresas, as aulas são dinâmicas e ideais para quem gosta de aprender fazendo.+ Entenda como funcionam as aulas remotas da Digital House

Habilidades importantes para um desenvolvedor front-end img
#Tecnologia

Habilidades importantes para um desenvolvedor front-end

O desenvolvedor front-end é o profissional com a tarefa de dar vida à interface. Para isso, ele precisa dominar toda a parte da aplicação que interage diretamente com o cliente, ou seja, lá na ponta. Então, entre as principais habilidades de um desenvolvedor front-end web, é primordial o conhecimento em técnicas de experiência do usuário (UX). Afinal, essa pessoa é a escolhida para aproximar o cliente, na hora e no momento certo.Para você que deseja trabalhar com programação web front-end, mas nem sabe por onde começar, a gente preparou este artigo para te ajudar.+ As 5 linguagens de programação mais procuradas pelo mercadoO que faz um desenvolvedor front-end?A Transformação Digital leva mais e mais empresas a criar e integrar aplicações digitais aos seus serviços. Como consequência, aumentam contratações de desenvolvedores de interfaces mais eficazes, na hora do vamos ver, ou seja, da interação com o usuário final.Em programação web, há dois campos: o back-end e front-end. Enquanto o primeiro cuida do que ocorre por trás de uma aplicação (servidores e banco de dados), o desenvolvedor web front-end implementa a interface que será rodada para o cliente. No segundo caso, ele basicamente codifica as interações com o usuário, o layout da interface e cuida da comunicação do cliente para o servidor. Para isso, e dependendo de seu nível, ele se apoiará no conhecimento em:➜ HTML : nível básico - estrutura e tags. Intermedíário e avançado - Semântica e Acessibilidade;➜ CSS : nível básico - propriedades básicas. Intermediário - propriedades avançadas do CSS3, Design Responsivo, funcionamento de grids e noção de frameworks. Avançado - Entender pre-processadores e suas funções, conceitos avançados de arquitetura ( BEM, Organic, Atomic);➜ JavaSript: nível básico -  pequenas noções, chamadas de scripts prontos. Intermediário - entendimento da linguagem, noções de orientação a objeto. Avançado - conhecimento forte na linguagem, entender algumas arquiteturas e testes, design patterns;➜ Conhecimento em photoshop: recortes, cores, fontes;➜ Noções de performance e SEO;➜ Conhecimento em UX/UI.Esta lista é uma ótima visão do profissional de programação que o mercado procura e justifica a alta procura por empresas de todos os tamanhos, de grandes indústrias a pequenos varejos. Afinal, todos precisam de uma plataforma digital bacana, objetiva e que seja um bom canal de venda, ainda mais quando parte da população mundial passa por este distanciamento físico, gerado pela pandemia.Só para citarmos números, o levantamento do GetNinjas, aplicativo voltado à contratação de serviços, aponta que a demanda por desenvolvedores cresceu 92% entre os dias 29 de março e 4 de abril de 2020.Exemplo prático dessa oferta, a plataforma profissional Catho, traz uma média de 500 vagas à espera destes profissionais, e se você se pergunta quando ganha um desenvolvedor web front-end, saiba que os salários estão na média de R$ 3.000 a R$8.000, dependendo do nível de conhecimento deles. Como iniciar como Desenvolvedor Web Front-endO mercado para desenvolvedores front-end, como mostramos, está repleto de vagas. E melhor do que isso é saber que você pode começar a investir agora em um curso de programação. Na Digital House, você aprende a desenvolver um site do zero ao longo das aulas, e entrega um projeto redondo ao final do curso, pronto para incluir no portfólio.+ Conheça as aulas remotas da Digital House e invista na sua carreira

Data Scientist: Desvendando o dia a dia e importância desse profissional img
#Dados

Data Scientist: Desvendando o dia a dia e importância desse profissional

Segundo o site Guia da Carreira, piloto espacial comercial, consultor de energias alternativas e revivalista de espécies raras serão algumas das possíveis novas profissões a partir de 2030. Mas o curso de formação para cientista de dados ainda é a melhor pedida, pensando nas profissões do futuro.Primeiro, porque o profissional é importante e requisitado por muitas empresas, desde já. Segundo, pois todas as três carreiras, citadas no início deste artigo, dependerão deste profissional, de uma maneira ou de outra. Se estas três ocupações serão sucesso quando nós estivermos menos jovens, não podemos assegurar. Mas que o cientista de dados estará em alta no mercado, isso nós garantimos. Ao longo do artigo, vamos te provar, através de argumentos, a importância do profissional de dados.+ Quais habilidades eu preciso ter para ser um profissional de dados?O papel do Cientista de Dados e por que ele é tão requisitadoA atuação deste cargo ajuda ativamente na decisão de negócios mais assertivos, uma vantagem que a análise de dados proporciona. E se você parar para pensar, só esta característica já torna a habilidade valiosíssima. Em épocas de imprevisibilidade econômica, monitorar e cruzar dados, ter insights e reinventar modelos de negócios, com base em informação sólida, é uma questão de continuidade e sobrevida para muitas empresas, e tudo isso faz parte do métier destes profissionais.Áreas que o Cientista de Dados atuaÁreas como Agronegócios,Telemedicina, Alimentação e Governamental são mercados que recentemente direcionaram sua atenção à este investimento, acelerando a procura por contratação. Finanças, Marketing e Varejo são exemplos de segmentos que descobriram este mapa da mina, antes do cientista de dados virar notícia.Alta procura e salário na área de dadosDe acordo com a plataforma de recrutamento trampos.co, o número alto de novas vagas nesta área pode ser explicado pelo fato de boa parte das empresas gerar dados e o mundo se orientar por eles.E mais, atualmente, a faixa salarial varia de R$5.500 a R$8.000 no Brasil, podendo atingir até R$12.000 em cargos mais elevados.Essa procura, em conjunto com os bons salários, mostra como o cientista de dados é crucial em praticamente todos os segmentos. É ele que analisa o comportamento de usuários, modelos estatísticos, desempenho da concorrência, tendências de mercados, encontrando possíveis anomalias em operações financeiras e trazendo insights das melhores rotas.Em plena Era da Transformação Digital, se uma companhia ainda não tem este profissional, certamente vai precisar. Que tal fazer parte deste hall da fama das profissões do futuro? + Veja um bate-papo exclusivo com o Head do DataLab do SantanderNa Digital House, você pode se tornar um cientista de dados e começar a atuar nestes mercados, logo após o curso. Com um time de professores que estão atuando em grandes empresas, somados a uma metodologia disruptiva e dinâmica, você aprenderá tudo o que precisa para ajudar as empresas a se prepararem para o futuro da melhor forma, começando pelo agora.+ Veja todas as especializações na área de dados