SEO para E-commerce: estratégias para sua loja aparecer na busca orgânica

SEO para E-commerce: estratégias para sua loja aparecer na busca orgânica

Sim, a gente sabe que você conhece SEO, também sabemos que prefere usar mídia paga e deixa ele de lado no dia a dia do seu negócio. Neste artigo vamos mostrar porque você precisa trabalhar o SEO para e-commerce com a ajuda do nosso especialista no assunto, Luiz Gallo.

SEO para e-commerce: importante e muitas vezes desvalorizado

A cobrança sobre resultados imediatos gera pressão e faz com que, muitas vezes, o SEO seja deixado de lado por grandes empresas e lojas virtuais. Isso porque os investimentos de mídia paga geram resultado na hora, ou seja, você paga e recebe aquele acesso ou clique em um curto espaço de tempo.

Com SEO para e-commerce, você recebe o retorno em médio e longo prazo, faz investimentos que serão colhidos com o passar do tempo, e justamente por isso, são extremamente consistentes.

Uma pesquisa recente realizada pela Conversion mostra que 77% dos brasileiros preferem clicar nos resultados da busca orgânica do que da busca paga. Se você não investir em SEO para ter um bom posicionamento no Google, chamará a atenção apenas de 23% dos clientes em potencial, o que nos leva a uma importante pergunta: você quer abrir mão de 77% de seus clientes em potencial?

Se você não é louco, sua resposta foi não e vamos falar de como fazer o SEO do site para alcançar um bom posicionamento.

Se você está chegando no blog pela primeira vez, já demos algumas dicas importantes de organização de SEO em posts anteriores, como o “9 dicas de SEO para o seu e-commerce” e o “15 dias de SEO para otimizar o seu site para os motores de busca” que irão complementar as dicas que daremos a seguir.

Estratégias de SEO para e-commerce que você precisa saber

Se SEO é um conjunto de práticas e estratégias para que nossas páginas sejam relevantes para o Google, nada melhor do que chamar esse gigante da internet para discutir a relação e entender como podemos melhorar nosso posicionamento.

Temos diversas ferramentas que o próprio Google oferece para que possamos mensurar nosso desempenho e garantir melhorias. Fique sempre atento ao Google Search Console, onde você saberá tudo sobre a busca orgânica do site. O Google Meu Negócio também ajudará você a apresentar informações importantes sobre sua loja que serão exibidas para seus clientes, gerando mais confiabilidade e, consequentemente, conversão.

Outra ferramenta importante do Google é o Page Speed Insights, uma análise em detalhes do tempo de carregamento do seu site e o que você precisa fazer para ter um site mais rápido e garantir uma melhor experiência para os usuários.

De nada adianta uma boa estratégia de palavras-chave para e-commerce, ótimos textos e páginas bem otimizadas se o seu cliente precisar esperar 10 segundos para suas páginas carregarem.

Problemas com tempo de carregamento arruinam boas estratégias de SEO para e-commerce, pois como consumidores, somos exigentes e impacientes, se uma página que clicamos não carrega, iremos rapidamente para uma segunda opção.

Como fazer o SEO do site?

Mobile é fundamental

Pensou que este seria o primeiro post de SEO de 2020 que não falaria de mobile? Pensou errado!

Sabemos que é um tema muito debatido, mas desde 2015, a maioria das experiências online são feitas por meio de celular e você precisa se adaptar ao seus clientes para oferecer uma melhor experiência. Inclusive já escrevemos um infográfico contando porque estamos na Era Mobile Only e não Mobile First.

Involuntariamente, muitas vezes por hábito ou tradição, desenvolvemos nossos sites sempre pensando em desktop quando temos 70 a 80% dos usuários acessando por celular.

Entenda sua audiência e construa a melhor experiência para ela a partir de dados e comportamentos para que o processo de compra seja natural. Se a maioria dos meus clientes em potencial acessam meu site por celular, isso significa que preciso pensar primeiro em minha versão mobile e depois no desktop.

Experiência, experiência, experiência

Você já deve ter percebido que falamos muito sobre oferecer a melhor experiência para o seu cliente. Esta é basicamente a função do SEO para e-commerce.

Se trabalhamos palavras-chave de interesse para nosso público-alvo em nossas páginas, temos bom tempo de carregamento e uma página atraente, a possibilidade da audiência se interessar mais e navegar pelo site é maior, a associação entre interesse e navegação são um ótimo caminho para as vendas.

Para isso, é preciso analisar o comportamento do usuário quando acessa seu site. O Google Analytics oferecerá números preciosos, como o tempo de permanência do usuário no site, quantas páginas ele navega e quais são as páginas mais acessadas.

Outro recurso importante são os mapas de calor, como o Hotjar e o Mouseflow, eles mostram o comportamento das pessoas quando acessam seu site, por onde navegam, onde mais clicam e quais as áreas que chamam mais atenção.

Quando se tem um relatório sobre qual a navegação do usuário dentro das páginas, as páginas mais acessadas e o tempo e perfil de navegação dentro do site, temos recursos para melhorar a experiência para conseguir mais clientes.

Mudanças de design, navegação, distribuição de conteúdos e botões de clique para venda podem fazer muita diferença na hora de fechar negócio.

Relacionamento com a audiência

Quando se inicia um negócio online, é preciso entender que a internet não é uma via de mão única, quando publicamos conteúdos ou vendemos produtos, estamos sujeitos a comentários de terceiros, críticas, elogios e sugestões.

Estabelecer um relacionamento próximo com seus clientes indo além dos conteúdos para redes sociais pode ajudar muito na qualificação orgânica do seu site.

Estratégias de inbound marketing, envios de e-mails marketing com recomendações de produtos e conteúdos poderão gerar mais acessos de uma audiência que já teve uma boa experiência em seu e-commerce e podem efetuar novas compras.

O incentivo vai além dos produtos, solicitar comentários e recomendações no Google sobre a experiência de compra que tiveram poderá ajudar não apenas em sua qualificação na busca orgânica como também no convencimento de novos clientes que buscam validação e confiabilidade dos sites por meio de comentários e publicações de terceiros.

SEO para e-commerce: Atualizações do algoritmo do Google

Presente e futuro: AEO e BERT

O AEO, answer engine optimization é a parte do SEO responsável pelas buscas feitas por voz, um comportamento que vai crescer ainda mais nos próximos anos e já está provocando mudanças não só no algoritmo de buscas do Google como também no comportamento das pessoas ao realizar uma busca e em consumir produtos e conteúdo.

O BERT,  como o Google batizou sua atualização do algorítimo de busca, muda o resultado de 1 a cada 10 pesquisas feitas no Google. A mudança privilegia tanto o mobile como as pesquisas realizadas por voz. Para oferecer um resultado mais preciso para as buscas de voz, o Google começou a considerar não apenas as palavras-chave como também as preposições e conjunções, ou seja, com o BERT, as frases ganham mais importância.

O BERT também aumenta o destaque para quem oferecer uma experiência baseada na qualidade de informação. E-commerces com conteúdo de qualidade, focados especificamente no público-alvo ganharão mais destaque nas buscas, pois quanto mais qualificado e específico se torna o seu conteúdo, mais destaque ele terá com o novo algoritmo.

Sites adaptados para todas as plataformas ganham ainda mais relevância, o Google Maps e o YouTube também entraram na atualização do algoritmo.

Um dos objetivos da atualização do algoritmo do Google foi se adaptar às novas tendências de pesquisas feitas por voz, dados da KPCB mostram que cerca de 50% das pesquisas até o final de 2020 serão feitas por voz.

Para quem vai trabalhar SEO para e-commerce, oferecer uma boa experiência mobile, explorar ainda mais conteúdos em áudio e vídeo e organizar os dados estruturados do site são o caminho para sair na frente dos concorrentes.

Quer saber mais sobre SEO? Fique por dentro dos cursos de marketing da Digital House, temos aulas específicas para te mostrar como aumentar suas vendas com Search Engine Optimization e criar estratégias para a busca orgânica.

Leia mais no blog DH:

+ Como ter um site mais amigável?

+ Customer Centric: como moldar sua estratégia com foco no cliente

+ Como gerar leads: estratégias de marketing para ter uma base qualificada