O perfil ideal do profissional de TI

O mercado de tecnologia não para de crescer e os profissionais de TI se tornaram peças estratégicas para o progresso dos negócios.

O perfil ideal do profissional de TI

A área de tecnologia é um dos segmentos que mais cresce na atualidade, devido à transformação digital e a dependência das novas tecnologias. Além disso, com a adoção do modelo de trabalho remoto e híbrido, as empresas estão investindo e precisando cada vez mais de profissionais de TI para o processamento de dados, segurança da informação, mediação de processos operacionais, análise de resultados, entre outras funções. Por isso, hoje em dia, é uma das melhores carreiras para seguir.

Atualmente, são tantos caminhos e possibilidades no mercado de trabalho, mas certamente um dos mais promissores é o caso da área de tecnologia! Segundo um levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), cerca de 420 mil novas vagas no segmento serão criadas até 2024.

É evidente que o futuro é tecnológico e essa é e será uma das profissões mais prestigiadas nos próximos anos. E se você quer se tornar um profissional de TI, acompanhe este artigo e descubra qual é o perfil ideal e quais as características que esse(a) profissional precisa ter. Confira!

O que faz um profissional de TI?

A Tecnologia da Informação compreende as soluções e atividades tecnológicas como banco de dados, hardwares, softwares, redes de computadores, entre outros, com o objetivo de utilizar esses recursos para facilitar o acesso, fazer análises, gerenciamento de informações e otimizar processos. Logo, o(a) profissional que atua nesse segmento está presente tanto nas atividades simples do dia a dia quanto nas mais complexas.

Mas, se engana quem pensa que suas funções são apenas de apoio. Essa pessoa também é responsável por gerenciar as informações que irão embasar as tomadas de decisões de maneira estratégica. Através do data driven, o responsável de TI coleta, analisa e repassa as informações imprescindíveis para os próximos passos.

Por ser uma área essencial para todos os perfis de negócios, desde pequenas a grandes empresas, profissionais que atuam nessa área têm uma função primordial para que as operações sejam bem-sucedidas. Entre suas atividades e áreas de atuação, destaque para:

  • Desenvolvimento de e-commerce;
  • Desenvolvimento e manutenção de softwares;
  • Distribuição de dados em redes de computadores;
  • Gerenciamento de informações;
  • Gestão e desenvolvimento de softwares e hardwares;
  • Gestão e processamento de dados;
  • Inovação por meio do desenvolvimento de novos sistemas;
  • Inteligência Artificial (IA);
  • Programação;
  • Resolução de problemas técnicos relacionados à tecnologia (suporte técnico);
  • Segurança da informação.

Quanta ganha um profissional de TI?

Com a pandemia, a procura por profissionais de TI cresceu e, consequentemente, impulsionou não só a oferta de vagas, como aumentou os salários. Segundo o Estudo de Remuneração PageGroup 2022, houve um ganho real salarial. Das posições analisadas, as que se destacaram entre os maiores acréscimos foram: analista de projetos (TI), com 75%; analista de business intelligence (TI), 70%, e consultor SAP (TI), 67%, superando os aumentos salariais até mesmo da área da Saúde.

Com tanta procura e oferta de vagas, a área proporciona boas perspectivas de remuneração, desde profissionais menos experientes até cargos de gestão. Confira, segundo a amostragem de salários realizada pelo CAGED e atualizada em 30 de março de 2022, alguns dos salários da área de TI:

Administrador de Banco de Dados

R$ 7.040,64

Administrador de Redes

R$ 5.102,46

Administrador de Sistemas Computacionais

R$ 5.887,28

Analista de Aplicativo Básico (software)

R$ 5.887,28

Analista de Desenvolvimento de Sistemas

R$ 6.162,69

Analista de Informações (Pesquisador de Informações de Rede)

R$ 4.029,68

Analista de Rede 

R$ 4.080,43

Analista de Redes e de Comunicação de Dados

R$ 4.080,43


Analista de Sistemas

R$ 6.162,69

Analista de Sistemas de Automação

R$ 4.396,98

Analista de Suporte Técnico

R$ 3.288,61

Analista em Segurança da Informação

R$ 6.672,41

Cientista de Dados (Data Scientist)

R$ 7.449,66

Consultor de Tecnologia da Informação

R$ 6.162,69

Desenhista de Páginas da Internet (web Designer)

R$ 3.285,99

Desenhista Industrial Gráfico (Designer Gráfico)

R$ 3.285,99

Desenvolvedor Mobile

R$ 4.701,84

Designer de Games

R$ 4.304,71

Designer de UI

R$ 3.285,99

Designer de UX

3.285,99

Engenheiro de Aplicativos em Computação

R$ 9.710,49

Engenheiro de Dados

R$ 9.710,49

Engenheiro de Sistemas Computacionais – Aplicativos

R$ 9.710,49

Engenheiro de Software

R$ 10.265,51

Engenheiro de Softwares Computacionais

R$ 9.710,49

Engenheiro de Suporte de Sistemas Operacionais em Computação

R$ 10.265,51

Especialista em Segurança da Informação

R$ 6.672,41

Gerente de Desenvolvimento de Sistemas

R$ 12.995,36

Gerente de Produção de Tecnologia da Informação

R$ 11.062,33


Gerente de Programação de Sistema

R$ 12.995,36

Gerente de Projetos

R$ 10.100,09

Gerente de Operação 

R$ 11.062,33

Gerente de Segurança de Tecnologia da Informação

R$ 14.446,78

Programador de Computador

R$ 4.701,84

Programador Front-End

R$ 4.701,84

Programador de Internet

R$ 3.637,74

Programador de Multimídia

R$ 4.304,76

Programador de Sistemas de Computador

R$ 4.701,84

Programador de Sistemas de Informação

R$ 4.701,84

Técnico de Apoio ao Usuário de Informática (Helpdesk)

R$ 1.902,52

Tecnólogo em Banco de Dados

R$ 7.040,64

Técnico em Programação de Computador

R$ 4.701,84

Tecnólogo em Processamento de Dados

R$ 6.162,69

Tecnólogo em Segurança da Informação

R$ 6.672,41

FONTE: salários.com.br

Quais são as principais funções de um profissional de TI?

Uma das principais funções do profissional de TI é gerenciar as informações, além de organizar esses dados, distribuindo-os em redes de computadores, lidando com o seu processamento através de hardwares e softwares.

Mas suas atribuições não acabam por aí. Esses profissionais se relacionam com diversos setores da empresa, orientando sobre o uso de softwares e implantação e administração de sistemas, com o intuito de potencializar as atividades de todas as pessoas envolvidas.

Com a evolução do mercado a importância desses profissionais aumentou. Não basta mais ter apenas conhecimentos técnicos, é preciso desenvolver algumas soft skills, pois, assim como a tecnologia evolui com muita rapidez, é preciso acompanhar o mesmo ritmo.

O que é preciso para ser um profissional de TI?

Para se tornar um profissional de TI é preciso, além de se identificar com a área, estudar, se atualizar, desenvolver algumas habilidades e ter familiaridade com sistemas, códigos binários e números.

As pessoas que possuem interesse no segmento podem optar por cursos de nível superior, como Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou Tecnologia da Informação. Mas, além da graduação ou tecnólogo, há a opção dos cursos ligados ao setor que possuem certificação e oferecem uma base sólida de conhecimentos técnicos e específicos, além de poderem comprovar todo esse estudo, como os oferecidos pela Digital House.

Com eles, o investimento - de tempo e dinheiro - que seria empregado em uma formação superior, que aborda a área com muitas informações generalizadas, pode ser feito em diferentes cursos próprios, com foco em determinadas habilidades e funções típicas do setor.

Simplificando, o mais importante é ter o conhecimento técnico, não importando como adquiri-lo, mas sim como comprová-lo. Nesse sentido, aprender sobre o segmento em cursos específicos, com professores qualificados e atuantes no mercado, pode ser a melhor opção.

Na Digital House, você pode construir uma base sólida de habilidades técnicas. Conheça o Certified Tech Developer, um curso de Programação desenvolvido em parceria com o Mercado Livre e a Globant, onde os estudantes adquirem uma formação completa, com todos os conhecimentos necessários, não só na teoria, mas também na prática.

Não deixe de considerar também a opção do programa Desenvolvimento Web Full Stack. Um curso desenvolvido pela DH, voltado para a criação de websites ou sistemas web, tanto em front-end ou back-end.
Independentemente do curso escolhido, todas as aulas são online, 100% ao vivo e ministradas por professores especialistas que atuam em grandes empresas do mercado. Confira a grade de aulas, além de outras informações e inscreva-se, clicando aqui.

Guia Full stack developes. Baixe agora!