10 dicas na otimização para motores de busca em seu site

10 dicas na otimização para motores de busca em seu site

.Colocar um site no ar requer bastante esforço, mas somente isto não basta. É preciso que as pessoas encontrem o conteúdo, para que o negócio obtenha retorno. Neste contexto, é muito importante entender o que é a otimização para motores de busca ou SEO, como também é conhecido.

Você sabia que, a cada segundo, 40.000 pesquisas, com os temas mais variados, são realizadas no Google? São tantas buscas por informações que tornam os mecanismos de busca cada vez mais relevantes aos negócios, ao mesmo tempo em que as pessoas fazem isso com tanta frequência no dia a dia, que já nem notam mais essa ação.

O Google não trabalha somente para trazer respostas. Seus algoritmos buscam oferecer as melhores informações, para que o leitor se sinta satisfeito com a experiência proporcionada e encontre o que deseja. Sendo assim, estar bem posicionado nas páginas de busca é fundamental para as empresas.

Acompanhe este artigo, entenda o que é otimização para mecanismos de busca e confira 10 dicas para aplicar a técnica de maneira assertiva em sua empresa.

O que é otimização para motores de busca?

Quando falamos de vendas, um dos principais problemas é a falta de acesso aos sites. Para solucionar essa questão, as empresas podem recorrer à estratégia da otimização para motores de busca, também conhecido como SEO.

O método consiste em ações para melhorar o posicionamento de sites, páginas da internet e blogs nos resultados das pesquisas realizadas no Google, que é o principal buscador da internet e o que usaremos como referência aqui. Se bem planejado e estudado, pode gerar mais acessos e, consequentemente, mais resultados para uma marca.

Para que esse processo funcione, é importante entender que o SEO deve fazer parte de qualquer estratégia de marketing de conteúdo. Assim, o Google oferece uma preferência pelas páginas que estão de acordo com as técnicas, posicionando-as no topo das buscas dos usuários ao escrever palavras-chave sobre o tema que você aborda.

Pensando como um usuário, é muito difícil irmos além das primeiras páginas quando realizamos uma pesquisa no Google, não é mesmo? Geralmente, tudo que está nas primeiras páginas já soluciona qualquer dúvida ou curiosidade em questão. Isso torna a priorização das técnicas de otimização para motores de busca essencial para qualquer negócio.

Clique aqui para entender quais são as principais técnicas de SEO e os seus benefícios, se bem aplicadas em uma estratégia de marketing digital.

Quais são os riscos de tentar enganar os motores de busca?

Entendemos até aqui que estar nas primeiras páginas do Google é um ponto muito importante para a visibilidade das empresas. No entanto, podem haver casos de negócios que buscam esse objetivo a todo custo. Será que isso vale a pena?

Existem técnicas que os motores de busca consideram ruins. Elas são chamadas de Black Hats, que encurtam toda a jornada de SEO para a conquista dos resultados almejados.

Essas práticas enganam os algoritmos do Google através de robôs, spams, programas que ficam acessando uma determinada página automaticamente, vírus, entre outros meios. É uma atitude bastante antiética perante as organizações que se ranquearam de maneira honesta.

Os desenvolvedores dos motores de busca, conscientes dessas ações, criaram várias ferramentas que evitam essas violações, além de aplicar as devidas punições em cada situação, o que traz muitos prejuízos para um negócio. Confira elas agora mesmo:

Queda no posicionamento orgânico nas páginas de pesquisa: isso traz menos tráfego para o negócio.

Problemas de indexação.

Ser retirado do ar: e não é somente no buscador, mas pode correr o risco de ficar fora de toda a rede parceira do Google.

As punições podem variar, conforme as situações dos casos, sendo a pior das hipóteses a opção de retirar o site do ar e suspender todos os cadastros do Google utilizados nas demais plataformas parceiras.

Esse é um tema bastante polêmico e um pouco complicado, exigindo bastante atenção das marcas, exigindo que apliquem a otimização para motores de busca com muita qualidade. Para isso, profissionais na área de marketing digital são cada vez mais essenciais no mercado.

Para quem busca ingressar na área, a Digital House oferece os cursos de Marketing Digital e Marketing Digital Avançado, nos quais o aluno domina as inúmeras estratégias digitais disponíveis, inclusive o SEO.

Em ambos os cursos, o aluno se torna apto para aplicar as melhores otimizações para motores de busca de um site, produzindo ótimos conteúdos de valor, entendendo seu público-alvo, além de acompanhar todos os indicadores de performance. Aprenda com os melhores profissionais do mercado em aulas ao vivo, 100% dinâmicas e garanta o sucesso em sua carreira!


Vamos lá: 10 dicas de otimização para motores de busca

Vamos colocar a mão na massa? Nós separamos as melhores dicas para quem está querendo adentrar no mundo do SEO. Confira:

1) Planeje uma estratégia de palavras-chave

Para obter um bom posicionamento nas páginas do Google, é necessário começar com um bom planejamento de palavras-chave, que são os termos que os usuários digitam no campo de busca.

Quais termos se relacionam com o seu negócio? Avalie os produtos e serviços que ele oferece e considere toda a jornada do cliente no funil de marketing, pontuando tudo o que vai interessá-lo em cada etapa. Esses reforços contribuirão para a atração de novos visitantes qualificados para o site.

2) Tenha URLs curtas para suas páginas

Você não precisa inserir todo o título de um artigo, por exemplo, em uma URL. É necessário concentrar um foco, extraindo as palavras principais do título para a URL.

Antigamente, as empresas colocavam vários termos e palavras-chave nas URLs, para ter mais chances de ranquear. Com isso, o Google passou a considerar somente o que é relevante nos links menores e mais objetivos.

3) Nunca altere a URL de sua página

Nós estamos sempre aprimorando e desenvolvendo nossos serviços, produtos e até os próprios valores da empresa. Com o tempo, olhamos os conteúdos antigos que produzimos em um blog, por exemplo, e percebemos que eles estão com a URL grande ou não gostamos dos termos escolhidos.

Neste momento, muitos pensariam em alterá-lo, mas este é um grande erro. Nunca faça isso! Ao alterar a URL de uma página antiga, você também perde todo o histórico de tráfego que ela possui e o Google acaba vendo tudo como uma página nova. Isso prejudica suas métricas, além da performance do SEO de seu site.

4) Atente-se ao título da página

Depois do conteúdo, o título é o ponto mais importante para a otimização para os motores de busca em uma página. Isso porque ele é o cartão de visitas de todo o conteúdo, mostrando aos usuários o que você oferece para o que eles procuram.

Ele é avaliado pelo Google ao examinar os sites da internet e mostrá-los em suas páginas de pesquisa. Sendo assim, é importante que o espaço seja preenchido com nomes, frases e slogans que descrevem muito bem o conteúdo abordado.

Não podemos nos esquecer das palavras-chave, que são importantes para que os algoritmos dos mecanismos de busca identifiquem o seu site pelo título, nas pesquisas dos usuários. Também é importante se atentar ao tamanho, pois títulos muito grandes podem aparecer cortados, isentando informações ou tornando-o vago. Mantenha-os em torno de 50 a 70 caracteres.

5) Crie conteúdos relevantes para o público

O conteúdo é a base de toda sua estratégia de otimização para motores de busca e ele deve ser planejado de acordo com as necessidades do seu público, respondendo a todas as suas dores e questões.

Além do título, as palavras-chave devem estar presentes no texto de maneira contextualizada, em uma narrativa que faça sentido a sua abordagem. Também é necessário se atentar a não basear o texto somente nesses termos, pois o Google possui algoritmos que identificam essas práticas.

6) Nunca copie conteúdos

Ao elaborar um conteúdo, é saudável pesquisar e estudar diferentes fontes confiáveis, a fim de oferecer o melhor aos seus usuários, mas o Google não aceita plágio. Redações copiadas ou duplicadas sofrem penalizações imediatas ao serem publicadas.

Em alguns casos, não somente a página, mas todo o site pode ser comprometido a receber uma punição, se a prática ocorrer em outros textos do mesmo domínio. Posto isto, é muito importante sempre produzir conteúdos originais para os seus leitores.

Na otimização para motores de busca, os links externos são como diamantes! Isso porque sua página é linkada em outros sites e o algoritmo do Google compreende que o seu conteúdo é tão relevante que recebeu uma citação.

No entanto, é importante que sua página seja citada e linkada a partir de outros sites com boa reputação, pois a autoridade deles é transferida para sua página. "Qualidade é muito mais importante do que quantidade!" Foque neste pensamento e construa um bom relacionamento na web para conquistar bons links.

Ainda falando sobre links, inseri-los em seu próprio conteúdo para outras páginas interessantes, relacionadas ao assunto, enriquece a experiência do usuário e o algoritmo do Google encara isso de uma maneira bastante positiva!

Lembrando que essa linkagem interna deve ser usada com bom senso e fazer sentido com o conteúdo, pois o Google também consegue detectar o excesso de links que não fazem sentido com o assunto abordado, o que ocasiona uma queda no posicionamento do ranking das pesquisas. Vale uma atenção redobrada neste ponto.

9) Otimize as suas imagens

O Google consegue identificar o conteúdo de grande parte das imagens, através de seus sistemas de reconhecimento facial e outros padrões de identificação. No entanto, na otimização para motores de busca isso não é nada favorável.

Para solucionar esta questão, adicione textos alternativos (Alt Text) nas imagens, ou seja, as palavras-chave que representam cada uma delas, reforçando o conteúdo da página e melhorando o SEO do mesmo.

10) Ofereça uma boa experiência de usuário

Por último, mas não menos importante, está a experiência que um determinado usuário terá ao acessar o seu site, vindo de um resultado de busca. Os algoritmos do Google se importam bastante com tudo isso e a métrica que mede esse processo é a taxa de rejeição.

Quando entramos em uma página e não nos interessamos por nada que ela tem a oferecer, sem clicar em nenhum botão e fechando a janela depois de pouco tempo, o Google compreende que essa experiência foi negativa e o conteúdo não era válido para o usuário. Se isso acontece com frequência, o posicionamento nos resultados das pesquisas tende a piorar cada vez mais. Portanto, além de um bom conteúdo, a interface deve ser construída para proporcionar a melhor experiência.

E aí, gostou de aprender um pouco mais sobre a otimização para motores de busca? Este é um campo que sempre há o que aprender, uma vez que os algoritmos estão sempre se atualizando e mudando seus critérios.

Se você ficou interessado em aprender mais sobre o vasto mundo do marketing digital, recomendamos que leia mais sobre 6 exemplos de estratégias de marketing digital que são tendências para 2021.


Aproveite também e confira os demais textos do Blog DH e a nossa biblioteca de conteúdo recheada de materiais ricos, para você aprimorar ainda mais os seus conhecimentos sobre marketing digital, além de outras carreiras dentro da tecnologia.

Leia mais no blog DH:

+ SEO para E-commerce: como ranquear sua loja virtual

+ Brand Personas: o que são e como fazer?

+ Estrátegia para gerar leads: do básico ao avançado

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)