Social media: o que faz e como se destacar na carreira?

Profissionais que cuidam de redes sociais são cada vez mais requisitados no mercado. Social media: o que faz? Acompanhe.

Social media: o que faz e como se destacar na carreira?

Foi na 21ª edição da casa mais vigiada do Brasil que os(as) profissionais de marketing tiveram uma aula sobre gestão de redes sociais. Tudo isso por conta de uma participante que se tornou o ícone da edição: Juliette Freire. Isso despertou a curiosidade de muitas pessoas que passaram a querer entender sobre essa carreira. Social media: o que faz? Acompanhe e saiba tudo!

A paraibana conseguiu, em 100 dias de programa, uma marca que muitos famosos não chegaram perto de conseguir em anos. "Social media: o que faz?" Essa pergunta passou a fazer parte do cotidiano, ao ver a gestão impecável da equipe de Juliette em suas redes sociais, que souberam manter sua essência e o que ela representa na sociedade, nos diversos conteúdos veiculados.

O crescimento do seu Instagram, que tinha três mil seguidores antes do programa, ultrapassa hoje a casa dos 30 milhões (e continua aumentando!), tem um engajamento melhor do que grandes famosos, como Beyoncé, Kim Kardashian e Anitta. É de impressionar qualquer um!

Se você quer saber mais sobre o(a) profissional que atua diretamente com isso e o que é preciso para dominar as redes sociais, continue acompanhando.

Social media: o que faz?

A tecnologia não para de avançar e, neste processo, a internet também veio evoluindo com força total e, consequentemente, o Marketing Digital se consolidou no mercado. Dentro dessa área gigantesca, a necessidade do(a) profissional de social media surgiu na última década, sendo essencial para qualquer empresa que procura ter uma boa reputação e visibilidade online.

A profissão de social media ou analista de redes sociais, como também é conhecido, é o(a) profissional responsável pela gestão das contas online de um negócio, transmitindo toda a sua essência para o público. Isso inclui respostas para questões como: quem é? Quais os valores? No que acredita? Qual o posicionamento? Entre muitos outros.

Para conseguir alcançar o sucesso na construção e transmissão dessa essência para o público, algumas funções são necessárias. Vamos explicar tudo agora mesmo:

Planejamento

Um(a) social media pode e deve elaborar um planejamento das redes sociais, juntando as principais informações estratégicas de uma marca ou negócio, como o público-alvo, análise de concorrência (benchmarking), posicionamento e diretrizes a serem seguidas no dia a dia.

Além disso tudo, é também o momento de desenvolver o branding, a identidade visual, o tom de voz e a linguagem para os conteúdos e atendimento com os seguidores.

Produção de conteúdo

Com o planejamento pronto, o(a) profissional pode começar a pôr a mão na massa e produzir conteúdo, com base nas diretrizes construídas depois de muita pesquisa e análise de dados.

Nesta etapa, além de entender o posicionamento da marca no meio online, é importante entender o que é marketing de conteúdo, para conseguir entregar valor ao público-alvo e fazer com que se interessem pela marca e avancem no funil, caso seja uma empresa que venda um produto ou serviço ou se torne um seguidor assíduo, quando se trata de um perfil de figura pública.

Análise de resultados

No dia a dia, é importante fazer um calendário, organizando a frequência das postagens dos conteúdos, como explicamos no item anterior, e separando um período regular para elaborar e analisar relatórios e métricas.

É preciso entender se toda a estratégia aplicada está trazendo retorno, alcançando os objetivos propostos no planejamento, e se o público está gostando dos conteúdos veiculados.

Relacionamento com o público

Imagine que uma marca faça um conteúdo que, por descuido de planejamento, por exemplo, não agrade sua audiência por determinados motivos. Isso é uma situação comum, que acontece com frequência nas mídias sociais, não é mesmo?

Neste contexto, o público demonstra sua insatisfação nos comentários, citações, mensagens diretas, entre outros meios, e a marca escolhe, simplesmente, apagar os comentários ou ignorar a situação esperando "a poeira baixar", não promovendo um relacionamento transparente com os seguidores.

Este é um exemplo de situação comum e prejudicial para um negócio, pois não há uma preocupação real pelo relacionamento com o público, que é essencial para manter e/ou impulsionar ainda mais os resultados não só das redes, mas também da marca.

Por isso, é preciso entender que, por trás dos usuários, existem pessoas que querem um bom atendimento, sentir confiança e transparência, assim como aconteceria fora do meio online.

E-Book Social Listening: aprenda como conversar com a sua audiência. Baixe agora!

O que é preciso para ser um social media?

Agora você já sabe o que faz um social media e entendeu que é uma posição de muita responsabilidade, sendo muito mais do que apenas fazer posts ou stories no Instagram. Ficou interessado(a) em ingressar na carreira? Separamos as principais características da área para te ajudar nessa jornada. Confira:

Ser heavy user de redes sociais

Pode soar meio óbvio, mas para trabalhar como social media, é preciso ser um(a) usuário(a) assíduo(a) de redes sociais. Isso não quer dizer somente ter uma conta no Instagram, Facebook e/ou Twitter, mas também entender ferramentas, estratégias de marketing, pesquisar novas ideias, tendências do momento, entre muitos outros pontos.

A tecnologia não para de avançar, consequentemente a internet também e, a cada dia, novas comunidades e aplicativos surgem ou ganham mais popularidade e podem ser insights para atrair mais consumidores da marca ou negócio em que você gerencia as redes. Estude muito e mantenha-se sempre curioso(a)!

Ser aberto e flexível a mudanças

E indo no embalo do item anterior e na busca constante por atualizações, um(a) social media deve estar preparado para situações em que deverá estabelecer toda a estratégia da sua marca, pensando sempre "fora da caixinha", caso acredite que as coisas já estão funcionando como antes.

Nas redes sociais, quando uma marca fica na mesmice, o risco do público se desinteressar pode ser grande, principalmente na Era Digital, em que há milhares de novos conteúdos instantâneos a cada segundo, onde todos buscam se destacar e entregar proposta de valor a sua audiência e novos clientes/seguidores em potencial.

Dominar a língua portuguesa

Essa habilidade não significa que você deverá usar a norma culta nas redes sociais, mas sim saber se expressar de acordo com seu público-alvo, evitando erros ortográficos e gramaticais que comprometem a imagem de uma empresa ou figura pública para as quais você trabalhe.

Ao escrever posts, gerenciar campanhas ou interagir com os seguidores, você está representando uma marca, ou seja, qualquer erro cometido recai sobre a empresa e não sobre o profissional de social media.

Organização

Sabemos que esta é uma habilidade importante para qualquer profissão, mas no dia a dia, como o trabalho necessita que o(a) profissional passe horas e horas nas redes sociais, é fácil cair na tentação de procrastinar. Sendo assim, é importante ter organização e determinar quais são as demandas que devem ser produzidas diariamente.

Capacidade de analisar

Para produzir conteúdo de qualidade, é necessário entender o que funciona melhor para a audiência. Sendo assim, é importante saber analisar dados, relatórios e métricas, para descobrir quais tipos de posts o seu público gosta ou não e reformular a estratégia de acordo com esses resultados.

Saber sintetizar

Todo(a) profissional de social media deve ser objetivo e abordar conteúdos focados em um assunto específico, com o texto enxuto e sem faltar informação importante. Resumir filmes, textos, além de auxiliar no estudo, também treina a capacidade de manter a ideia central, mas sintetizando e sabendo o que é relevante ou não para ser usado.

5 perfis de sucesso nas redes sociais

Usamos o exemplo da Juliette como uma gestão de sucesso realizada por um(a) social media, mas existem grandes marcas que também sabem como aplicar suas estratégias da melhor maneira e cativar o seu público. Confira as 5 principais:

Nike

São mais de 155 milhões de seguidores em sua conta do Instagram, onde a marca aposta em seu posicionamento, afirmando que existe um atleta em todas as pessoas. Casos inspiradores de atletas são um tipo de conteúdo que eles veiculam e dá muito certo, além do posicionamento em causas importantes.

Netflix

A Netflix aposta na publicidade e propaganda com memes, trailers e vídeos exclusivos. Eles exploram todos os formatos de posts das redes sociais, com as mais diferentes ferramentas, mostrando seus produtos, tutoriais e estilos de vida que envolvem o seu público de maneira assertiva.

Nubank

A linguagem e o tom de voz descontraídos, simples, acessíveis e sempre bem-humorados são pontos importantes e característicos da marca. Eles também se preocupam com a identidade visual, pois o "roxinho" é sua marca registrada, além de prezar por um ótimo relacionamento com os clientes, principalmente em seus atendimentos.

Beats

O Instagram da Beats ganhou mais de 1 milhão de seguidores em apenas 7 dias! A marca lançou o seu próprio reality show, o “Ilhados com Beats”, com a direção de Anitta e a participação de grandes personalidades. Todos os episódios eram disponibilizados somente no perfil do Instagram, o que foi uma sacada inteligente para atrair mais público.

Claro, não é toda marca que possui verba para fazer o seu próprio reality show, mas podemos entender como ela pôde desenvolver um conteúdo diretamente para o seu público-alvo.

Melissa

Um bom feed de Instagram, com uma atenção especial para a construção do visual do grid completo, pode ser um diferencial para a marca.

A Melissa preza por esta questão, postando fotos profissionais, com conceitos de cores, estética e ambientes, que ornam e casam muito bem no conjunto das diferentes publicações, trazendo um visual agradável para quem abre o Instagram da marca. Como ela é ligada ao mundo da moda e lançamento de coleções, essa estratégia funciona muito bem em suas redes.

Quanto  ganha um social media?

Aprenda o que faz um social media na prática

Gostou de entender e aprender o que faz um(a) social media? Segundo um estudo, os usuários de redes sociais crescerão em mais de 20% no Brasil até final de 2023, ou seja, o mercado de trabalho na área se manterá aquecido e, com certeza, essa pode ser considerada uma das profissões do futuro.

Sabemos também que a carreira de social media é uma das diversas do Marketing digital. Em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, ter um certificado ou diploma de curso é um grande diferencial do(a) profissional, que consegue comprovar que possui os conhecimentos necessários para lidar com os desafios do dia a dia nas empresas.

Um ponto importante é que, hoje, é melhor aprender sobre Marketing Digital como um todo e suas diversas áreas, ferramentas e estratégias do que focar em apenas uma carreira, expandindo ainda mais as possibilidades de atuação no mercado e as oportunidades de trabalho, aumentando estrondosamente as chances de atingir o sucesso profissional e a estabilidade financeira.
A Digital House possui o curso de Marketing Digital, no qual o aluno ou aluna aprende as principais estratégias, como gestão de conteúdos, SEO, branding, funil de vendas, jornada do consumidor, público-alvo, podendo atuar como um(a) profissional de social media e mudando o rumo das empresas.

Fique por dentro das novidades do mercado tech. Assine nossa newsletter.