Como criar um model canvas para o seu negócio

Como criar um model canvas para o seu negócio

Um enorme quebra-cabeças ou um grande mosaico feito por muitas mãos. Um sugere para iniciar a montagem pelas pontas, outro pelas imagens como rostos ou personagens centrais. E por aí surgem outras iniciativas que fazem o trabalho ser mais ágil e produtivo. O Business Model Canvas é similar, ao simplificar modelos empresariais que parecem complexos.

Como surgiu o Business Model Canvas?

E seguindo esta linha, de descomplicar processos, o consultor suíço Alexander Osterwalder começou a desenvolver sua tese de doutorado, dando origem ao Business Model Canvas, que tem sua essência no incentivo à inovação, prototipação e co-criação/criação colaborativa.

Prático, o Canvas permite que qualquer um compreenda o esquema lógico de seu método. Quer saber mais sobre como montar um canvas de negócio para sua empresa? Vamos começar.

O modelo canvas para negócios

Osterwalder usou de conceitos de design thinking para começar seu feito. Projetou então um gráfico em uma tela, separado em nove blocos. E uma nova ferramenta de planejamento estratégico se abriu ao mundo dos negócios.

Por meio deste diagrama e sua perspectiva clara, que facilita a análise, é possível visualizar toda empresa ou projeto em uma única página (ou slide). Com mais objetividade e dinamismo, a criação dele é feita em conjunto, o que estimula a criatividade e a intuição. Estes pontos são apenas algumas das vantagens de usar o Canvas para o seu negócio.

Modelo Canvas: como montar seu plano de negócios

Como dissemos acima, o método compreende nove blocos em uma tela. Conheça cada um deles:

1 - Segmento de Clientes

Aqui, o que está explícito é a fatia do mercado, o nicho de clientes. Assim, se pensa a partir da perspectiva do cliente que, na real, é quem vai pagar pelo produto ou serviço que sua empresa vai entregar.

2 - Oferta de Valor

Neste ponto, é preciso estar claro o valor, o benefício de seus produtos ou serviços. Ok,o que você oferece pode ser incrível, mas,objetividade é determinante para caber tudo em uma tela. Portanto, resuma este valor em uma frase. Coloque as mentes pensantes de sua equipe para trabalhar, juntas. Analise os concorrentes também.

3 - Canais

O terceiro passo diz respeito ao caminhos pelos quais sua empresa se comunica na entrega de valor para o cliente, sejam eles de comunicação, vendas ou distribuição do produto. Eles servem para que o segmento definido tome conhecimento da proposição de valor do seu produto, assim como para fazer a compra.

4 - Relacionamento

No relacionamento, estratégias são escritas. Um desafio, mas que vale a pena, já que aqui é o ponto de retenção de clientes. A dica é pensar na melhor experiência do seu cliente, sempre, não só pelo olhar da empresa - lucratividade, mas do dele - satisfação e encanto.

5 - Fontes de Renda

Nesse bloco, se determina a maneira como o cliente pagará pelo valor recebido, por exemplo: venda de produtos, serviços de assinatura, aluguel, licença, leilão, etc. E o fluxo de receita pode ser pensado de uma maneira inovadora. Equipe de mentes brilhantes empenhada, ativar, novamente!

6 - Recursos-chave

Representa os ativos fundamentais para fazer o negócio existir, ou seja, a parte operacional do negócio, geralmente localizada ao lado esquerdo da tela do Canvas original e diz respeito ao que é imprescindível, dentro dos ativos de sua empresa. Exemplos: máquinas, patentes, equipe de programadores, atendimento, etc.

7 - Atividades-chave

Complementando o bloco 6, os ativos-chave são atividades mais importantes que a empresa deve fazer para a continuidade do negócio, como resolução ágil de problemas, gestão de plataformas, desenvolvimento de produtos, etc.

8 - Parcerias-Chave

Esse bloco refere-se a terceirizações e/ou fornecedores, às parcerias que ajudam seu negócio a crescer, ou seja, entregar a oferta de valor. Logo, é muito importante manter um bom relacionamento neste quesito, com boas escolhas e acordos claros.

9 - Estrutura de Custos

O último bloco tem a ver com o financeiro e derivados da operacionalização do negócio, por isso devem estar interligadas as pecinhas dos blocos de recursos, atividades e parcerias-chave.

Desenvolva-se como gestor

Por falar em mosaicos e quebra-cabeças, um bom gestor precisa ter uma visão de vários ângulos para desenvolver as mais diversas estratégias que envolvem um bom andamento dos negócios.

No curso de Gestão de Produtos Digitais da Digital House, você aprende a ter esse olhar, por meio do domínio de ferramentas e metodologias ágeis, como o Canvas. Um curso que atende às exigências de mercado para atuação em áreas diversas como: gestão de produtos, desenvolvimento de negócios, estratégia de mercado, inovação, startups entre outras.

Vem com a gente descomplicar o que parece complexo. A gente tem plena satisfação em transformar vidas através da tecnologia. Traduzindo - a verdadeira e efetiva transformação digital, por meio da capacidade de inovação humana.