O que é metaverso? Entenda tudo sobre o assunto

Muito tem se ouvido falar sobre a realidade do futuro, ambientes virtuais e o desenvolvimento da tecnologia, mas você realmente sabe o que é o metaverso?

O que é metaverso? Entenda tudo sobre o assunto

Desde que Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome do Facebook para Meta, em outubro de 2021, muitas pessoas passaram a procurar e entender o conceito de metaverso. E a empresa está apostando tudo nessa nova realidade. Para tanto, o fundador da rede social pretende investir 150 milhões de dólares na formação de desenvolvedores e designers para possibilitar a nova realidade.

realidade virtual

O mundo virtual, onde os usuários terão a possibilidade de interagir e fazer diversos tipos de atividades, como jogar, comprar e trabalhar, é a principal aposta das empresas gigantes do mercado. Mas por que isso acontece?

Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre esse conceito tão presente e que promete tomar conta da internet nos próximos anos. Acompanhe.

O que é o metaverso? 🤔

O termo metaverso (em inglês, metaverse) surgiu pela primeira vez no livro "Snow Crash". A obra é uma ficção científica escrita por Neal Stephenson, em 1992. Em seu enredo, os personagens usam o metaverso para escapar de uma realidade distópica.

O contexto do livro é exatamente o significado do metaverso. “Meta” vem do grego e significa “além de” ou “após” alguma coisa, e o “verso” vem de "universo".

Trata-se de um universo virtual, onde as pessoas poderão interagir entre si por meio de avatares digitais. Esse ambiente será desenvolvido e acessado a partir de diferentes tecnologias, como realidade virtual, realidade aumentada, redes sociais, entre outros.

Dança com realidade virtual

Exemplo é o Fortnite, game mais popular da indústria desenvolvido pela Epic Games, que vem investindo e expandindo seu lado “rede social”, onde os usuários podem criar personagens que possibilitam a interação dos jogadores.

O Fortnite, aparentemente, é uma das plataformas que mais se aproximam do conceito de metaverso, pois, assim como em Snow Crash, o jogo é habitado por avatares de seus usuários em um ambiente digital que conecta o virtual com o mundo real, oferecendo experiências imersivas.

Além do Fortnite, outros dois exemplos que retratam bem o ambiente do metaverso são o Second Life, outro universo de game online, lançado em 2003, quando a palavra “metaverso” estava sendo usada apenas pelos fãs de Neal Stephenson; e o filme de ficção científica Matrix (1999), onde o protagonista tem que escolher entre as realidades virtual e física.

Filme Matrix como exemplo de Metaverso

A intenção é que seja como uma "Internet 3D", em que é possível comunicar, se entreter e realizar negócios de maneira imersiva e interoperável. Não é possível trazer uma descrição clara, pois esse universo ainda não existe. No entanto, diversas empresas gigantes do mercado estão investindo para que essa realidade mude em um futuro próximo.

Como funcionará o metaverso?

No futuro, as pessoas que estiverem no metaverso poderão realizar coisas do dia a dia. Na ocasião do anúncio da mudança de nome do Facebook para Meta, Mark Zuckerberg explicou esse funcionamento, deixando as coisas mais claras. Veja:

"Você será capaz de fazer quase tudo que possa imaginar — reunir-se com amigos e família, trabalhar, aprender, brincar, fazer compras, criar, bem como ter experiências completamente novas que realmente não se encaixam na forma como pensamos sobre computadores ou telefones hoje."

Curioso, não? Para entendermos melhor, imagine que você tenha um avatar no metaverso da Meta. Com ele, você pode comprar o ingresso de um cinema e assistir, tudo virtualmente, sem precisar fazer muito esforço. Isso representará mais comodidade e facilidade no dia a dia das pessoas.

Por que os gigantes do mercado estão investindo no metaverso?

O metaverso é um dos principais hypes entre as empresas e a maior prova disso é que algumas das maiores do mercado estão investindo nele. E não é difícil compreender o motivo: de acordo com informações da Bloomberg Intelligence Unit, o universo digital possui a previsão de movimentar cerca de 800 bilhões de dólares até 2024.

Nesse contexto, não são apenas as empresas de tecnologia, mas sim diversos campos que estão apostando nesse novo capítulo da internet. Isso porque elas enxergam uma oportunidade para novos negócios, transformando o investimento em um grande retorno em um futuro em longo prazo.

Nós separamos 10 grandes exemplos de empresas, para que você entenda melhor esse panorama. Confira:

Facebook

A Meta está apostando em realidade aumentada e virtual como o futuro das redes sociais. Com um óculos VR, a empresa está desenvolvendo um mundo virtual onde as pessoas podem construir avatares, a fim de se conectar em qualquer parte do mundo. Será possível se entreter, comunicar, fazer compras virtuais em lojas 3D, entre outras funcionalidades.

Microsoft

A Microsoft também anunciou o desenvolvimento de avatares 3D na plataforma Teams. A novidade faz parte do recurso Mesh, que possui ambientes de trabalho em realidade virtual e realidade aumentada, onde, no futuro, terá outras ferramentas e funcionalidades de produtividade.

Nike

Em parceria com a Roblox, plataforma de games online, a Nike vem desenvolvendo seu universo virtual: o Nikeland. Por lá, os usuários poderão usar os produtos da marca e praticar esportes de forma virtual com seus avatares.

Coca-Cola

A Coca-Cola realizou um feito inédito, tanto na sua história quanto no metaverso: lançou o refrigerante Byte, uma edição limitada da bebida que foi criada dentro do jogo Fortnite. A ação foi o resultado de um projeto da companhia por meio da Creations, plataforma lançada pela empresa para testar novos projetos, sobretudo digitais.

Disney

A Disney planeja construir seu metaverso conectando os mundos físico e digital, alinhando experiências em um só lugar. Tanto que a companhia registrou a patente de realidade virtual e realidade aumentada que opera sem a necessidade de dispositivos digitais.

Itaú

Não são somente as marcas estrangeiras que estão apostando no metaverso. O Banco Itaú criou uma ação chamada #2022EmUmaPalavra e a transportou para o multiverso, visando chamar a atenção do público gamer para a campanha da empresa. A ideia inicial foi colocar a campanha nos outdoors da Cidade Alta, servidor de RolePlay da Outplay, assim como nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

Gucci

Assim como as gigantes da tecnologia, grandes marcas fashion também estão investindo na nova realidade e um dos exemplos é a grife Gucci. Com a grande busca pelas NFTs, o universo da moda está cada vez mais participativo em ambientes digitais, tanto que a marca vendeu a versão digital da bolsa Dionysus na plataforma do jogo Roblox no valor de US$4.115, preço maior do que a versão física do produto.

Balenciaga

A grife espanhola Balenciaga propôs ao Fortnite vender quatro itens de sua coleção para servir de skins e acessórios dos avatares dos jogadores, tornando-se a primeira marca de luxo a fechar parceria com o game.

Stella Artois

A marca de cerveja belga Stella Artois, conhecida pelo patrocínio de pistas de corrida de cavalos premium no mundo real, apostou, também, no patrocínio dentro de jogos online de corrida de cavalos.

Lojas Renner

A Renner também fechou parceria com o jogo Fortnite, inaugurando uma loja dentro do jogo. E para chamar a atenção do público presente virtualmente, realizou uma enquete interativa para a escolha de estampas que farão parte das peças que serão comercializadas na loja.

Seja o profissional por trás da tecnologia!

Você deve ter se impressionado com a evolução da nossa Era Digital e a interação entre homem e máquina, não é mesmo? E esse avanço deve ser encarado sem medo. A tecnologia está a nosso favor e pode nos ajudar cada vez mais no dia a dia.

A Digital House reconhece a importância das habilidades digitais e do panorama de evolução do mercado e o molde para determinadas carreiras. Sendo assim, não deixe de conferir as grades dos nossos cursos, a fim de se tornar um profissional pronto para lidar com os principais desafios corporativos.

Seja um especialista na área de Programação e garanta a estabilidade profissional e independência financeira almejada por tantas pessoas.

Conheça o curso de CTD