Meios de pagamento e oportunidades de negócios na era digital

O avanço tecnológico e a digitalização dos meios de pagamento estão revolucionando a forma como os consumidores estão comprando - e pagando.

Meios de pagamento e oportunidades de negócios na era digital

Você percebeu que, há algum tempo, os métodos de pagamento vêm mudando? Pois é, estamos vivendo uma transformação digital, em que a evolução nos meios de pagamento vão muito além do dinheiro em espécie. E, para os próximos anos, a tendência é a criação de uma economia descentralizada das cédulas e moedas, migrando para um formato digitalmente avançado de pagamentos cashless.

Pagamento em dinheiro

Muitas vantagens acompanham esse novo modelo de negócios, como a diminuição de roubos, recebimento de cédulas falsas, possibilidade de realizar transações financeiras sem a intermediação de uma instituição financeira, aumento das formas de pagamento de seus clientes e uma infinidade de outros benefícios.

E esse cenário é propiciado pela conectividade em rede e pelos aplicativos e tecnologias, como o blockchain, que criaram novas possibilidades para pagamentos. E, com o aumento das fintechs, as empresas têm a possibilidade de novas oportunidades de negócios.

Quer entender melhor como funcionam esses novos métodos de pagamento e quais são as oportunidades? Então acompanhe nosso artigo e saiba mais. Boa leitura!

O que mudou com a era digital 💰

Estamos vivendo o início de uma nova era do pagamento digital, com a revolução na forma de se fazer compras, da digitalização do dinheiro e das transações, consolidação do pagamento instantâneo, crescimento das carteiras digitais, pagamento por aproximação e infraestrutura na nuvem.

O sistema cashless, tipo de pagamento que não acontece por meio de dinheiro em espécie, cheques e nem por cartões tradicionais, existe devido a tecnologias como a RFID (Radio-Frequency Identification, ou identificação por radiofrequência, em portugues) e a NFC (Near Field Communication, ou Comunicação de Campo Próximo, em português), que operam pelo método de aproximação de dispositivos, como celulares, pulseiras e cartões, a uma maquininha específica, permitindo ao recebedor mais segurança, agilidade de caixa e controle de filas em estabelecimentos físicos.

Afinal, tão importante quanto os produtos ou serviços oferecidos pela empresa, os meios de pagamentos também impactam na experiência do cliente, sendo fator decisivo, em alguns casos, para o alcance do seu público-alvo. O objetivo é simplificar o processo de envio e recebimento e, entre as principais tendências tecnológicas que estão fomentando a evolução do mercado de meios de pagamentos digitais, destacamos:

Pagamento por aproximação

PIX

Lançado em novembro de 2020, o PIX veio como uma nova forma de transferência bancária, sendo uma solução de pagamento totalmente gratuita, que traz mais segurança,

podendo ser utilizado a qualquer hora e sem a necessidade de pagamento de taxas. Além disso, permite o pagamento por meio do código QR Code.

QR Code

Para utilizar essa modalidade, basicamente, o usuário precisa apenas de um celular com uma câmera e um aplicativo de algum banco ou carteira digital com suporte ao recurso, como o PicPay ou Iti, a carteira digital do Itaú, por exemplo.

O pagamento é realizado por meio da leitura do QR Code com a câmera do celular, diretamente do aplicativo. Além disso, o usuário ainda pode receber cashback durante a transação.

Alguns exemplos de aplicativos com função de pagamentos por QR Code são:

Pic Pay, Iti do banco Itau, Mercado Pago e Rappi

Carteiras digitais

Também chamada de e-wallet ou digital wallet, basicamente, a carteira digital é um app ou serviço que armazena dados de cartões de crédito e débito, para realizar transações em lojas físicas e virtuais usando o celular, o smartwatch (relógio inteligente, em tradução livre) ou algum outro dispositivo digital.

Ela é mais uma opção para pagar usando celular ou outros dispositivos. Apple Pay, Android Pay (antigo Google Pay) e Samsung Pay são alguns exemplos de carteiras digitais, por meio das quais o proprietário deve configurar seu cartão de crédito e/ou débito para utilizar digitalmente, podendo estabelecer um limite que pode ser gasto na carteira digital.

Antes de realizar um pagamento, por segurança, é fundamental habilitar a função contactless, colocando a senha do dispositivo.

Cartão

O cartão, seja de crédito ou débito, é um dos meios de pagamento mais utilizados pela população brasileira. E, mesmo que, para o empreendedor, as vendas quitadas com o cartão sejam menos lucrativas por causa das taxas, ainda assim a aquisição de uma máquina de cartão pode ser vista como um bom investimento, garantindo o negócio e deixando o cliente satisfeito.

Pagamento com cartão

Intermediadores de pagamento no e-commerce

Caso o seu negócio seja totalmente virtual, é essencial investir em uma boa plataforma de e-commerce e diversificar, com segurança, as formas de pagamento aceitas. Para micro e pequenas empresas, há soluções que podem ser personalizadas, sendo que boa parte delas integra o sistema de pagamentos com ERPs (sistema integrado de gestão empresarial) e análise de fraudes.

Plataformas de comércio virtual como Magento, Shopify e Nuvem Shop, já oferecem a integração com intermediadores de pagamento, entre eles PayPal e PagSeguro. Desse modo, não é necessário desenvolver o próprio sistema de pagamento. Além disso, a maioria dos usuários já conhece e confia nos serviços desses intermediadores.

Pagamento por aproximação

De acordo com uma pesquisa da Mastercard, 69% dos brasileiros passaram a usar mais os pagamentos por aproximação durante a pandemia, para reforçar o distanciamento social e as medidas de prevenção. Com isso, mesmo no pós-pandemia, essa tendência veio para ficar. Essa forma de pagamento permite que o cliente pague pela compra aproximando um dispositivo na máquina de cartão.

Para isso, ele pode usar um smartphone (pagamento por meio de carteira digital), o próprio cartão de débito e/ou crédito ou um dispositivo vestível (como pulseiras e relógios inteligentes), desde que seja compatível com a tecnologia NFC (Near Field Communication).

Pagamentos pelo celular

Os pagamentos pelo celular vêm ganhando cada vez mais espaço pela sua praticidade e uma das principais razões é que não precisa ter conta bancária para usá-la: basta utilizar uma carteira digital, por exemplo.

Para empresas que vendem por redes sociais, como Facebook, Instagram ou WhatsApp, o link de pagamento é uma solução prática para receber o dinheiro sem precisar de uma maquininha ou loja virtual.

Basta ter conta em um intermediador de pagamentos ou carteira digital e enviar o link com o valor a ser pago diretamente para o cliente. Depois, ele será direcionado para escolher entre diferentes formas de pagamento (cartão de crédito, débito, saldo da conta, boleto etc).

Transação aprovada

Como isso impacta no seu negócio? 🤔

Segundo o estudo "O Brasileiro e sua relação com o dinheiro”, publicado pelo Banco Central em 2018, 96% dos brasileiros utilizavam o dinheiro para realizar seus pagamentos, seguido pelo cartão de débito, crédito e, em quarto lugar, o débito automático. De lá para cá, com os avanços tecnológicos, bem como a aceleração de processos e métodos de pagamento, devido a Covid-19, essa realidade mudou.

E, de acordo com o Relatório de Tendências em Meios de Pagamento da Minsait, publicado este ano, mais da metade da população mundial com internet banking abandonou os pagamentos em dinheiro desde o começo da pandemia.

Atualmente, o cartão já superou o dinheiro na preferência dos consumidores - são 41,5% contra 36,5%. Outra tecnologia que também cresceu foi o pagamento por aproximação.

Nos últimos anos, temos observado um amplo processo de digitalização. A tecnologia e conectividade permitiram avanços significativos na indústria financeira e nos meios de pagamentos. A digitalização tem simplificado os processos de transferências de dinheiro de modo a dar mais comodidade para as pessoas e mais eficiência para as empresas.

Nesse cenário, a tecnologia aparece como um mecanismo capaz de viabilizar essas mudanças, com o objetivo de satisfazer o consumidor em suas necessidades e desejos. Os clientes estão cada vez mais conectados e desejam que diferentes formas de atendimento e compra sejam integradas a múltiplos canais, com o mínimo de fricção e maior segurança possível. E esses novos métodos são primordiais para atender as demandas do público, além de possibilitar a escolha da modalidade que for mais conveniente no momento.

Como você deve ter notado, as empresas precisam se adaptar a essa nova realidade de métodos digitais de pagamentos para não perder oportunidades. E, se você quer aproveitar o avanço deste setor, ter um conhecimento básico de programação pode ajudar muito nesta jornada. E a Digital House pode te auxiliar nessa caminhada!

Temos o curso de Desenvolvimento Web Full Stack, que capacita o(a) aluno(a) a criar sites e sistemas web, utilizando diferentes linguagens de programação. As aulas online, 100% ao vivo e ministradas por professores especialistas que estão no mercado.
Além disso, a DH conta com o departamento de Carreiras, onde os(as) alunos(as) podem acessar diversos conteúdos exclusivos sobre suas jornadas. Inscreva-se agora mesmo e garanta o seu futuro profissional!

Conheça o curso Desenvolvimento Web Full Stack