Mapa de Stakeholders: o que é e como aplicá-la na sua empresa?

Mapa de Stakeholders: o que é e como aplicá-la na sua empresa?

Falar sobre as pessoas decisoras nos produtos ou serviços finais de projetos é essencial para o cotidiano dos profissionais envolvidos nesses desenvolvimentos. Isso porque essa ação ajuda a compreender como é possível tomar decisões melhores para cada etapa.

Continue a leitura para entender melhor sobre o conceito e aprender como criar um mapa de stakeholders da melhor forma nos projetos.

O que são os stakeholders?

Stakeholders representam todas as pessoas e/ou organizações interessadas e envolvidas em um determinado projeto de produto ou serviço. Para entender melhor quem são, imagine que você é um consumidor de um restaurante. Você é uma parte interessada nas atividades e decisões desse estabelecimento. Portanto, todas as ações tomadas precisam considerar você e seus outros clientes.

Além disso, os funcionários, os órgãos de fiscalização, entre outros públicos que se interessam pelo projeto também são considerados exemplos de stakeholders. Portanto, existem dois tipos principais que precisamos citar:

Stakeholders internos

Estão sempre dentro da empresa ou organização em que o projeto é desenvolvido. Podem ser pessoas do time de design, produto, desenvolvimento, líderes ou qualquer outra que tenha papéis em seu trabalho que estão envolvidos com a solução final.

Stakeholders externas

São encontradas no lado de fora da empresa e possuem alguma relação com a solução final ou stakeholders internos. Podem ser os clientes, fornecedores, outras áreas da empresa, o governo e/ou autoridades locais etc.

O que é o mapa de stakeholders?

O mapa de stakeholders é uma representação que possibilita a visualização clara das possíveis relações que envolvam tomadas de decisão em todo o desenvolvimento para os negócios.

Geralmente, está presente nos processos de User Experience (UX) e gestão de produtos, pois viabiliza a compreensão clara sobre como uma empresa pode atender a todas as expectativas dos stakeholders, proporcionando o controle sobre o impacto das estratégias e ações sobre eles.

Nesse sentido, é importante ter a ciência de que, ao fazer o mapeamento, é possível antecipar problemas e identificar tendências ou oportunidades para otimização de processos.

Além disso, o mapa de stakeholders pode auxiliar no desenvolvimento das proto personas e/ou personas do projeto, ou seja, as representações dos clientes da marca.

Como criar um mapa de stakeholders?

Agora que você já sabe o que é o mapa de stakeholders, é hora de conferir um passo a passo de como criar um para a sua empresa, conforme o exemplo abaixo. Confira:

Faça uma lista completa dos stakeholders

Estruture uma lista contendo todos os elementos, pois eles serão importantes para quando for construir, de fato, o mapa de pessoas interessadas.

Entenda os interesses de cada pessoa

Compreender os interesses é imprescindível, pois isso ajudará a empresa a saber quais fatores entram no campo de decisão de cada pessoa envolvida no projeto.

Defina como cada pessoa vai contribuir ao projeto

É preciso definir como cada pessoa do projeto vai contribuir nos processos e os níveis de prioridade de execução. Para facilitar, que tal dividir tudo em etapas?

Divida as stakeholders em três grupos

São três grupos: stakeholders primárias, secundárias e terciárias.

As primárias estão envolvidas diretamente com a solução desenvolvida pelo projeto. É o usuário final do produto ou serviço da empresa.

As secundárias influenciam e participam indiretamente, realizando trocas com a empresa ou a solução final, mas as suas decisões não impactam as metas e os resultados desejados pela empresa.

Já as terciárias, na maioria das vezes, podem não utilizar a solução final. No entanto, são afetadas pela maneira como o produto ou serviço chegará até as pessoas.

Por que o mapa de stakeholders é importante?

De acordo com a Appvizer, uma revista europeia de tecnologia, existem três grandes benefícios na utilização de um mapa de stakeholders para as empresas:

• Identificar quem são as principais pessoas interessadas e tomadoras de decisão no projeto, para, assim, saber o que acompanhar e alimentar cada passo do desenvolvimento com informações da melhor forma.

• Tomada de decisões de forma mais rápida e assertiva.

• Possibilidade de analisar o grau de importância existente entre os stakeholders do projeto. Com isso, a empresa pode gastar energia focando em suas prioridades, tendo todo o processo de desenvolvimento organizado.


Seja um(a) especialista em UX!

Esperamos que este artigo tenha ajudado você a compreender melhor o funcionamento e o objetivo do mapa de stakeholders, pois essa é uma ferramenta muito importante para todos os projetos em que não há a certeza sobre as interações de pessoas envolvidas.

Você possui o interesse de vivenciar os projetos de solução de problemas utilizando UX Design no dia a dia profissional? O curso de Experiência do Usuário (UX) da Digital House é a melhor opção para proporcionar a você todo o conhecimento de todas as ferramentas na prática, incluindo o mapa de stakeholders, solucionando problemas reais de grandes empresas.

As aulas são online, 100% ao vivo e ministradas por professores que estão no mercado. Inscreva-se agora mesmo e garanta o seu sucesso profissional!