Inbound e Outbound marketing: quais são suas diferenças e tendências no mercado?

Inbound e Outbound marketing: quais são suas diferenças e tendências no mercado?

Trazer clientes novos é um desafio constante para qualquer empresa. Em um mercado em que a competição é alta, a prospecção pode ser o diferencial para conquistar mais público e autoridade em sua área. E é aí que entra o inbound e outbound.

Inbound vem do inglês “para dentro” e outbound “para fora”. Já dá pra se ter uma ideia do que isso significa no contexto de vendas, mas vamos entender isso de maneira clara e direta, explicando e mostrando exemplos do que é inbound e outbound marketing. Continue acompanhando neste artigo.

Qual a diferença entre inbound e outbound marketing?

A primeira coisa que devemos ter bem claro é que as duas estratégias servem para um mesmo objetivo, aumentar seus clientes e ajudar o time de vendas, porém são totalmente diferentes. O único ponto em comum entre elas é a necessidade de entender o seu cliente e suas necessidades.

Para ficarem mais claras as diferenças de inbound e outbound, vamos explicar individualmente cada uma das estratégias:

Outbound marketing

É um método de marketing mais tradicional, sempre muito utilizado pelas empresas. Consiste na prospecção e atração direta dos clientes. A empresa, representada pelo vendedor ou time de vendas, vai atrás de novos leads para sua base, que se interessam pelo seu produto ou serviço.

Propagandas de TV ou panfletos com promoções e preços especiais são exemplos clássicos dessa estratégia. É muito importante conhecer as dores e o nicho do seu cliente, para que consiga obter uma moeda de troca e abrir um canal de comunicação com quem está direcionando seus produtos/serviços.

Não adianta sair para prospectar, batendo na porta de uma determinada pessoa e oferecer o serviço/produto sem conhecê-la. O interesse é quase impossível de existir. Se você entrar em contato, dizendo para a pessoa que fez uma análise do site dela, por exemplo, e oferecer otimização em algo que faça sentido, as chances de obter sucesso são maiores.

O processo todo se resume em: prospectar, conhecer as dores do cliente, abrir um canal de comunicação, para, enfim, oferecer uma proposta, através de uma boa conversa.

A utilização de ferramentas é ideal para encontrar o cliente certo na prospecção de outbound marketing. Para otimizar os resultados, o Ramper é uma plataforma muito indicada. Ela possui integração com o LinkedIn e permite entrar em contato com as pessoas que se encaixam no perfil de cliente ideal da empresa.

Inbound marketing

Aqui o trabalho é receptivo. Consiste na atração de clientes através de conteúdos de qualidade, despertando também a curiosidade de conhecer o seu produto ou serviço em uma página. O conteúdo pode estar associado a posts em blogs, redes sociais, materiais ricos, webinars, entre outros.

Assim como o outbound marketing, no inbound é preciso entender o que o cliente necessita, qual a dor dele. Uma das formas de se compreender é através de pesquisas. Em seu site, por exemplo, você pode implementar um formulário através de ferramentas, como o Hotjar. O Google Forms também pode ajudar muito nessa finalidade.

Para estruturar sua base de clientes, você pode, por exemplo, deixar uma área em seu site para cadastro de informações de seus clientes. Para isso, é necessário gerar muita confiança, por meio de um bom conteúdo.

Para uma estratégia completa e eficaz de inbound marketing, é necessária a utilização de boas ferramentas não somente para pesquisas, mas para diversos outros processos. Por isso, indicamos mais duas ferramentas para otimizar ainda mais seus processos: o RD Station Marketing e o Wordpress.

O RD Station Marketing é uma ferramenta bastante conhecida no mercado brasileiro e possui soluções completas para o inbound marketing, como automações de e-mail marketing, landing pages, monitoramento de redes sociais, além de outras funcionalidades.

O Wordpress é a ferramenta perfeita quando pensamos em blogs e verdadeiros locais de conteúdo. Seu uso é gratuito, dispõe da possibilidade do uso de plugins de SEO e uma estrutura simples e intuitiva para o processo de trabalho.


Qual das estratégias é melhor no mercado?

Não existe uma técnica melhor do que a outra. Tudo dependerá da necessidade do momento e a utilização correta das ferramentas para inbound e outbound marketing.

O inbound marketing está relacionado com ampliar uma base de clientes, pois mesmo que as pessoas não comprem o seu produto/serviço, elas podem indicar para outros ou até mesmo entrar em contato em um futuro próximo.

O outbound é ótimo para definir o perfil ideal de cliente e prospectar de maneira assertiva. Ambos possuem vantagens, tudo dependerá da situação e necessidade do momento.

Tendências de mercado no segmento de vendas

É certo que o outbound marketing é uma técnica bastante conhecida e aplicada pelo mercado em geral. A popularidade do inbound marketing só aumentou nos últimos anos e vem crescendo e se estendendo a vários setores.

O conceito de inbound surgiu nos Estados Unidos, a partir de 2009, no lançamento do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”, de Brian Halligan e Dharmesh Shah.

Falando sobre as estratégias de prospecção, é um grande erro pensar que o mesmo método utilizado no ano de 2010, por exemplo, possa ser aplicado hoje e esperar os mesmos resultados. Estamos vivendo uma transformação digital que muda o comportamento das pessoas constantemente.

Com a ascensão da internet, smartphones e os demais produtos digitais, as ações menos invasivas e a produção de conteúdo passaram a ser assertivas. O consumidor está mudando e, nesse processo, o inbound ouve e entrega.

Dados da pesquisa Panorama PMEs confirmam que 85,6% das empresas apontaram que o marketing de conteúdo é fundamental na retomada dos negócios no panorama dos impactos da Covid-19. Podemos concluir, então, que a estratégia de inbound marketing é a tendência atual de mercado.

A metodologia é flexível e permite a inclusão de ações de outbound em algum momento estratégico em seu planejamento, a exemplo do uso de anúncios e links patrocinados ao atrair os clientes.

Tendo em mente que o mundo está em constante transformação e evolução, as tendências também correm o risco de mudar. O importante é estar sempre acompanhando o comportamento das pessoas, suas necessidades e o ponto em comum entre as duas estratégias de marketing.

Aprenda mais sobre inbound e outbound marketing!

Através dos exemplos de inbound e outbound marketing abordados, podemos perceber que o marketing digital é uma área que vem crescendo muito no mercado, principalmente se considerarmos as transformações digitais que estamos vivendo.

Utilizando boas estratégias de marketing, que podem ser baseadas em outbound e/ou inbound marketing, como vimos no artigo, podemos mudar o rumo de empresas, otimizando processos e gerando crescimento nos resultados.

E aí, ficou interessado? Se inscreva no nosso curso de Marketing Digital ou Marketing Digital Avançado da Digital House e seja um especialista na área de marketing.

Leia mais no blog DH:

+ Brand Personas: o que são e como fazer?

+ Marketing de afiliados: como promover marcas e ganhar dinheiro

+ Estratégia para gerar leads: do básico ao avançado

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)