Implementando metodologias ágeis no seu dia a dia

 Implementando metodologias ágeis no seu dia a dia

Mas, muito mais simples do que ultrapassar a velocidade da luz, as Metodologias Ágeis priorizam entregas em um curto espaço de tempo e com a mesma qualidade das que surgiam após processos muito mais demorados. Como? Com técnicas e meios que integram áreas e descomplicam rotinas(olha aí a técnica do nosso velocista escarlate, novamente).
Aliás, descomplicar é a palavra da vez, não só neste artigo, mas também quando se trata de inovação. Essa é a função da tecnologia na nova era digital: ser nossa aliada, reafirmando justamente o conceito de homem-máquina.

Flexibilidade, adaptabilidade e resiliência

Os métodos ágeis são bem diferentes do modelo de gestão tradicional, quadradinho, de projetos, quando era preciso o desenvolvimento de produtos dividido por etapas estritamente definidas e seguidas à risca.
E, em épocas em que o trabalho remoto, ou home office, impera por necessidades de saúde pública, usar desta metodologia pode ser um grande diferencial em produtividade individual e entre equipes, pois a regra do jogo é clara: se adaptar às novas realidades, incluindo as fases para chegar lá, sempre com foco na melhor entrega, ou seja, no freguês.
Os métodos ágeis são mais “bora lá, equipe”, aderindo a interações curtas, onde o resultado é medido por meio do produto já pronto. Esse modelo é disruptivo e se adapta à era da Transformação Digital, já que a entrega precisa seguir a rapidez das conexões, baseadas então em ciclos iterativos e incrementais, o que traz mais flexibilidade e adaptabilidade, sem muita burocracia corporativa.
Ambientes ágeis de desenvolvimento, para serem construídos e terem sucesso, precisam de equipes com autonomia, capazes de se auto-organizar em busca de metas, com foco nos resultados, não no processo em si. Por isso, uma empresa agile alcança muito mais produtividade e eficácia do que os modelos tradicionais.
Na prática, pense no exemplo de um engenheiro de computação que tem a função de criar um novo software para o iPhone. Se ele trabalhar em uma metodologia ágil, com certeza realizaria esse trabalho com equipe auto-organizada e multidisciplinar. Cada fase evoluiria de acordo com as necessidades do projeto em si, não de processos tradicionais da empresa. Logo, a necessidade do cliente e da demanda é que mandam no jogo. Ao engenheiro em questão ficaria a parte que lhe diz respeito do projeto e estar em constante comunicação com o resto das equipes.

Vrrummm - resposta rápida e fundamentada em metodologia

E, assim como nosso herói veloz, embora a Metodologia Agile não tenha diversos superpoderes, ela tem um essencial - a objetividade e rapidez que o mercado atual pede, com colaboração entre pessoas, métricas e máquinas. Aliás, ser ágil nas decisões, informações e soluções no contexto em que vivemos de criticidade na saúde mundial, pode ser um “superpoder” no sentido da sobrevivência das empresas.
Curioso? Conheça os cursos da Digital House e torne-se um profissional habilitado nesta área. Aprenda as principais metodologias e frameworks para criar, experimentar e testar seus projetos, colocando seus clientes no centro, por meio da agilidade e do Design Thinking.