HTML5: o que é e qual a vantagem de utilizá-lo?

O HTML 5 é o novo padrão para HTML, XHTML e HTML DOM e permite adicionar funções como tags e elementos.

HTML5: o que é e qual a vantagem de utilizá-lo?

Quem trabalha ou curte o universo tecnológico já ouviu falar em linguagem HTML (Hypertext Markup Language), que é a base para construção das páginas web que acessamos diariamente. Por isso, seu conhecimento é fundamental a todo programador e programadora web.

Para que você fique por dentro do assunto, neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre HTML5, sua estrutura, os novos elementos e alguns exemplos. Boa leitura!

Linguagens de programação: os primeiros passos para aprender
Faça o download do material e conheça os primeiros passos para aprender sobre linguagens de programação.

O que é o HTML5?

O HTML5 é a nova versão do HTML e um dos seus principais objetivos é facilitar a manipulação dos elementos, possibilitando a modificação das características dos objetos de forma não intrusiva, fazendo com que isso fique transparente para o usuário final.

Ela é uma linguagem de marcação de hipertexto para apresentar e estruturar o conteúdo na web, sendo o novo padrão para HTML, XHTML e HTML DOM e permite adicionar novos elementos e funções, como as tags de vídeo e áudio e elemento canvas.

O HTML5 tem uma série de recursos adicionais em relação às versões anteriores, como o suporte ao armazenamento de mídias offline, elementos de conteúdo mais específicos, como rodapé, cabeçalho, navegação, entre outros, doctype mais simples, áudio e suporte à incorporação de vídeo.

Diferentemente das versões anteriores, o HTML5 fornece ferramentas para o CSS (Cascading Style Sheets) e o JavaScript fazerem seu trabalho da melhor maneira possível, de forma que um web site ou aplicação continue leve e funcional.

Algumas tags foram modificadas, outras criadas e algumas descontinuadas. As versões anteriores do HTML não eram padronizadas para criação de seções comuns e específicas, como rodapé, cabeçalho, slidebar, menus etc.

Houve também modificações na forma em que o código é escrito e como a página é organizada. Ela passou a ser mais semântica, com menos códigos, aumentando a interatividade sem a necessidade de instalação de plug-ins, que, em alguns casos, causa perda de performance. É um código interpolável, ou seja, pronto para futuros dispositivos, facilitando a reutilização da informação de diversas maneiras.

Estrutura do HTML5

A estrutura básica do HTML5 foi mantida, sofrendo uma pequena alteração no doctype.

Lançada com o objetivo de melhorar a experiência da World Wide Web para devs e usuários finais, a maior vantagem que a versão 5 do HTML tem sobre seu antecessor, o HTML, é que ela tem suporte de áudio e vídeo em alto nível, o que não fazia parte das especificações de versões anteriores.

Outras diferenças entre HTML e HTML5 incluem:

  • SVG (Scalable Vector Graphics), canvas e outros gráficos vetoriais virtuais são suportados em HTML5, enquanto que em HTML o uso de gráficos vetoriais só era possível usando-se em conjunto com diferentes tecnologias como Flash, VML (Vector Markup Language), Silverlight etc.
  • O HTML5 usa bancos de dados SQL (Standard Query Language) da web, com cachê de aplicativos para armazenamento temporário de dados. Enquanto isso, em HTML, apenas o cache do navegador pode ser utilizado para esse fim.
  • Outra diferença é que a HTML não permite que o JavaScript funcione no navegador da web (ele roda no segmento da interface do navegador), enquanto a HTML5 oferece suporte completo para que ele seja executado em segundo plano.
  • O HTML5 não é baseado no SGML (Standard Generalized Markup Language), o  que permite que tenha regras de análise aprimoradas, que proporcionam melhor compatibilidade.
  • Em HTML5, MathML inline e SVG podem ser usados ​​no texto enquanto que isto não era possível em HTML.
  • Alguns dos elementos que foram deixados de lado são: isindex, noframes, acronym, applet, basefont, dir, font, frame, frameset, big, center, strike e tt.
  • O HTML5 suporta novos tipos de controles de formulário, como datas e horas, e-mail, número, intervalo, TEL, URL, pesquisa etc.

Novos elementos do HTML5

Muitos elementos da versão 4.0.1 foram excluídos da nova versão, uns por nunca terem sido usados, outros por estarem obsoletos e, ainda, os que eram usados indevidamente. A nova versão traz novos elementos para proporcionar aos usuários uma melhor estrutura, desenho e conteúdo multimídia.

As novas características da versão 5 estão ligadas diretamente às necessidades de suporte independente aos novos formatos de conteúdo multimídia, as novas funcionalidades de semânticas e a acessibilidade. Entre elas, destacamos:

Inclusão do elemento canvas: permite desenhar gráficos em uma página web, tarefa essa que, atualmente, só é realizada com a utilização de plugins externos. Com ele é possível, via JavaScript, controlar todos os pixels, além de desenhar vários elementos gráficos, como círculo, retângulo, elipse, linha, texto, imagens etc.

Inclusão dos elementos vídeo e áudio para reprodução multimídia: outro motivo para integrar plugins externos, é o uso de áudio e vídeo nas páginas web. Com a inclusão de tags específicas para este fim, a HTML5 dá suporte para a reprodução de áudio e vídeo, sem a necessidade de utilizar mecanismos externos.

Melhor suporte para armazenamento local: o HTML5 oferece dois novos objetos para armazenar dados localmente: SessionStorage, que armazena dados durante uma sessão ativa, e LocalStorage, que armazena dados sem limite de tempo.

Inclusão de novos elementos de conteúdo específico: muitos elementos da versão 4.0.1 foram excluídos da nova versão, que traz novos elementos.

Inclusão de novos controles para formulário: novos controles de formulário foram incluídos para facilitar a vida dos devs, diferentemente da versão 4.0.1, que possuía uma escassa quantidade de controles para formulários. Apenas o elemento input permaneceu, mas ganhou novos valores para o atributo type, permitindo maior controle sobre a entrada de dados pelo usuário.

Total suporte ao CSS3: o HTML5 dá total suporte à mais nova versão de Cascading Style Sheets. Com essa integração, as páginas webs podem receber os mais variados tipos de estilos como sombra nos textos e quadros, efeitos de transição, quadro com cantos arredondados e vários recursos novos que o CSS3 oferece.

Exemplos de códigos HTML5

Confira uma lista com as tags inseridas em HTML5:

Exemplos de código em HTML5
Exemplos de código em HTML5

Como você pôde conferir, o HTML5 vem com diversas novidades, desde a incorporação de vídeo e de áudio, até a utilização do elemento canvas. A linguagem de marcação também oferece múltiplos novos elementos, trazendo melhor compatibilidade com regras de análise aprimoradas.

É essencial que os programadores e programadoras aprendam sobre HTML5 o mais rápidamente possível, para que possam maximizar o potencial dos navegadores modernos. E na Digital House, você pode aprender programação, construindo assim uma carreira sólida de habilidades técnicas.  

Conheça o Certified Tech Developer, curso de Programação desenvolvido em parceria com o Mercado Livre e a Globant, onde o aluno adquire uma formação completa, com todos os conhecimentos necessários, da teoria à prática. Além deste curso, você pode conferir, também, o de Desenvolvimento Web Full Stack, desenvolvido pela DH e voltado para a criação de websites ou sistemas web, tanto em front-end ou back-end, a partir de diferentes tipos de linguagens de programação.

Independentemente do curso escolhido, todas as aulas são online, 100% ao vivo e ministradas por professores especialistas que atuam em grandes empresas do mercado. Além disso, temos o Departamento de Carreiras, onde os alunos podem acessar e conferir diferentes conteúdos exclusivos sobre suas jornadas.