Ferramentas de visualização de dados: entenda a sua importância e quais são as principais

Ferramentas de visualização de dados: entenda a sua importância e quais são as principais

As ferramentas de visualização de dados são essenciais para as empresas. Entenda o porquê.Mesmo que seja um termo também utilizado no meio offline, a visualização de dados possui suas atividades centradas na tecnologia. Entenda o que é, sua importância e como utilizar a visualização de dados em sua empresa, acompanhando este artigo.

O que é visualização de dados?

A visualização de dados, data visualization ou dataviz, como também é conhecido, é a representação de informações de maneira visual para as pessoas. Imagine um conjunto de estatísticas, a partir dos resultados de um levantamento. Caso seja publicado na forma escrita, as pessoas conseguirão ler, mas serão exigidos muito tempo e esforço para compreender, de fato, todas as informações.

A visualização de dados é algo super comum no dia a dia das pessoas e, normalmente, aparece na forma de tabelas, dashboards e gráficos conhecidos. A combinação de diferentes representações e bits de informação é chamada, na maioria das vezes, de infográficos.

Você pode ter visualizações de dados na forma de gráfico de linhas, a fim de exibir diferentes estados e alterações ao longo do tempo. O gráfico de barras e colunas é bastante utilizado para observar relacionamentos e fazer comparações. Já o gráfico de pizza é uma ótima alternativa para mostrar partes de um todo. O próprio mapa é um tipo de visualização de dados usado, principalmente, para informações geográficas. Esses são alguns de outros inúmeros exemplos existentes para a visualização de dados.

Qual é a importância da visualização de dados para as empresas?

Hoje, mais do que nunca, as empresas usam a visualização de dados para tomarem as melhores decisões estratégicas, tanto para o próprio negócio em si quanto para otimizar seus processos internos. Constantemente, novas tecnologias e programas de software surgem e facilitam o aprendizado sobre a organização, seu nicho de mercado, público e a coleta de novas informações.

As métricas e indicadores de desempenho, nos painéis de dados e nos Key Performance Indicators (KPIs) também mostram a importância de monitorar e analisar os dados da empresa, a fim de entender a performance dela no mercado e ver o que pode ser melhorado.

Além disso, uma boa representação e visualização de dados permitem que uma área possa explicar determinadas informações de maneira clara para outras, mantendo uma comunicação assertiva, que resulta em impactos positivos para toda a organização.

Como a visualização de dados é usada normalmente?

Não importa o setor ou porte, qualquer tipo de negócio deve utilizar a visualização de dados para a melhor compreensão das informações. Separamos os principais tipos de uso abaixo. Confira:

Entendimento rápido de informações

Com as diferentes opções de representações gráficas de informações do negócio, as empresas podem ver grandes quantidades de informações de modo compreensível, tirando conclusões de maneira rápida, podendo, também, resolver problemas, propor soluções e/ou otimizações e responder perguntas de forma mais oportuna.

Identificar relações e padrões

Normalmente, dentro das organizações, a quantidade de informações é enorme. No entanto, com a visualização de dados, tudo passa a fazer sentido ao ser apresentado de maneira gráfica. Com isso, os colaboradores e gestores podem reconhecer determinados parâmetros e correlacionar cada um deles, identificando relações e padrões que auxiliam as empresas a focar nos seus objetivos mais importantes.

Saber das últimas tendências

A visualização de dados pode ser utilizada para revelar tendências, tanto de mercado quanto corporativa, resultando em uma grande vantagem competitiva sobre os concorrentes e impactando seus lucros.

Storytelling

No dia a dia, uma empresa pode descobrir e identificar novos insights ao realizar a análise de dados. O próximo passo seria comunicá-los para outras pessoas e/ou equipes de outras áreas. Usar diagramas, gráficos ou outros tipos de representações pode ser a melhor alternativa para “contar a história” e transmitir a mensagem de maneira assertiva e rápida.

No curso de Data Analytics da Digital House, além de aprender a analisar dados, o aluno também entende as diferentes visualizações e tipos de representações usadas no mercado pelas grandes empresas. Confira a grade completa e veja tudo o que você poderá aprender. Você estará pronto para enfrentar os desafios no dia a dia das organizações do mercado.

Nossas aulas remotas são dinâmicas, 100% ao vivo e ministradas por professores que são especialistas e possuem grande experiência de atuação na área. Impulsione sua carreira ainda este ano e conquiste o sucesso!

Como preparar o terreno para a visualização de dados?

Antes de implementar a visualização de dados e novas tecnologias em uma empresa, é preciso passar por algumas etapas. Não é preciso apenas ter uma compreensão clara das informações, mas também entender os seus objetivos, necessidades e quem é o seu público. Neste contexto, separamos alguns pontos importantes para te ajudar. Confira:

  • Entenda os dados que pretende visualizar. Isso inclui o tamanho e a cardinalidade (valores individuais das informações de uma coluna).
  • Defina o que você precisa visualizar e que tipo de informação quer transmitir.
  • Conheça bem o seu público e saiba como ele processa as informações visuais.
  • Use um tipo de representação que transmita a informação da maneira mais assertiva para o seu público.

Com todas essas questões sobre os tipos de dados e o público que irá consumir as informações respondidas, é preciso se preparar para a quantidade de informações que serão trabalhadas. Neste cenário, o termo big data é bastante presente.

Quais são as principais ferramentas de data visualization?

Com todos os aspectos da visualização de dados abordados, você deve estar se perguntando sobre quais são as principais ferramentas que podem ser usadas para este propósito. Separamos as principais para você. Veja abaixo:

Power BI

A ferramenta é uma ótima alternativa para transformar suas fontes de dados não estruturados em informações coerentes e interativas, deixando tudo com um visual bastante atrativo. Sua interface é bastante intuitiva, ou seja, facilita muito o seu dia a dia.

Tableau

Esta solução corporativa atende às necessidades de todos os departamentos de uma empresa. Isso porque suas funcionalidades são bastante intuitivas, inclusive na maneira de visualizar dados, criando métricas e obtenção de respostas, sem precisar ter conhecimentos sobre TI.

Google Data Studio

A ferramenta é 100% gratuita e, com ela, é possível organizar dados em relatórios e painéis informativos em nuvem. Tudo de maneira personalizável, com leitura simples e de fácil compartilhamento.

D3

O termo D3 quer dizer Data Driven Documents. Em português, documentos orientados a dados. É uma ferramenta de data visualization baseada em Javascript, que facilita o trabalho de manipular documentos com base em dados.

Além disso, é simples e flexível, permitindo que as organizações desenvolvam e compartilhem representações visuais de forma online.

HighCharts

Essa é uma plataforma de visualização de dados muito fácil de usar e entender. Com ela, você pode criar e desenvolver gráficos, além de contar com um suporte para interação. Além disso, possui uma ótima integração com Javascript, oferecendo recursos específicos com base no tipo de dados usado.

Vega

A ferramenta é um ótimo meio de criar gráficos a partir de dados já disponíveis e em constante mudança. É bastante flexível, podendo ser utilizada para diferentes possibilidades, desde relatórios internos até peças para marketing de conteúdo.

Canva

A plataforma é uma solução para design, com uma interface bastante intuitiva para criação de diferentes gráficos. A ferramenta também dispõe de inúmeros templates e modelos para começar.

Visual.ly

A opção não é uma ferramenta, mas sim um serviço que possui uma abordagem exclusiva para visualização de dados, oferecendo acesso aos melhores talentos do mercado, que podem auxiliar na elaboração, desenvolvimento, execução e compartilhamento de mídia em representações bastante assertivas. Vale a pena conferir.

E aí, gostou do conteúdo? Recomendamos que você também leia sobre o que é data warehouse e entenda tudo sobre esse conceito, que tem aparecido com mais frequência nas empresas.

Não deixe também de conferir outros materiais gratuitos e ricos de conhecimento sobre dados em nossa biblioteca de conteúdo e no Blog DH.

Leia mais no blog DH:

+ Google Analytics Dashboard: crie e personalize com o nosso passo a passo

+ O que é brand equity e como as empresas geram valor de marca em seus produtos e serviços

+ Marketing digital para iniciantes: 10 dicas de como começar na carreira

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)