Entrevista técnica: quais são os tipos e 4 dicas para se sair bem

 Entrevista técnica: quais são os tipos e 4 dicas para se sair bem

Nós sabemos que a tensão é um elemento presente na etapa de um processo seletivo tão almejado, principalmente para quem será entrevistado pela primeira vez. No entanto, com uma boa preparação e práticas corretas, a entrevista técnica pode se tornar algo simples e possível, independentemente de suas experiências anteriores.

Neste artigo, nós te explicaremos no que consiste uma entrevista técnica, seus tipos e 4 dicas que te ajudarão a se dar bem nesta etapa tão temida. Acompanhe.

O que é uma entrevista técnica?

A entrevista técnica é a etapa onde a empresa avalia como você aborda, reage e soluciona problemas reais que podem acontecer no dia a dia de trabalho. O entrevistador analisa a profundidade e a amplitude de suas habilidades técnicas e conhecimentos gerais de conceitos, propondo desafios, problemas, discussões e/ou quebra-cabeças.

Geralmente, ela acontece quando há finalistas para uma determinada vaga e aí a empresa quer encontrar o(a) candidato(a)  mais eficiente dentre as opções. Lembrando que essa eficiência não se refere somente aos conhecimentos técnicos, mas também pelas soft skills, como a inteligência emocional, a forma de realizar os trabalhos, entre outros fatores.

Para a empresa, contratar alguém que não seja bom em determinado aspecto pode ter consequências ruins. Então, a etapa de entrevista técnica é essencial para medir as habilidades e descobrir reais talentos. E, sim, ela pode demandar investimento de tempo e dinheiro para as organizações, mas é essencial para entender os candidatos de maneira profunda.


Como é uma entrevista técnica como programador?

A entrevista técnica pode ser feita de várias maneiras. Isso depende muito da cultura da empresa, que influencia em suas preferências. Separamos as principais para você. Confira:

Bate-papo técnico

Este é o modelo mais comum de entrevista técnica. Consiste em um bate-papo sobre todo o background e experiência do candidato à vaga. É muito importante que você tenha, muito claro em sua mente, todos os detalhes dos projetos nos quais já trabalhou, principalmente os mais recentes, para explicar da melhor maneira ao entrevistador.

Qual foi o seu papel em cada um desses projetos? Quais tecnologias você precisou utilizar? Quais linguagens de programação?

O maior erro neste tipo de entrevista é dizer que conhece algo que não sabe de verdade, mesmo que indiretamente. Por exemplo, se você trabalhou em um projeto que envolvia a utilização de SQL, mas nunca teve contato direto com ele, não coloque no currículo e não fale na entrevista. Deixe tudo bem claro e evite causar uma impressão negativa ou irreal. É muito melhor que o entrevistador se surpreenda com o que você realmente sabe, do que se decepcione.

Atividade na prática

Outro tipo de entrevista técnica é a atividade na prática, ou seja, um desafio de programação. Isso significa que você terá que mostrar os seus conhecimentos ali mesmo, resolvendo algum problema.

Esteja preparado para utilizar uma IDE ou até mesmo um lápis, papel ou uma lousa, para codificar uma solução para um problema simples.

Desafio com design

Existe um tipo de desafio que não é muito comum no Brasil. No entanto, é importante estar ciente e preparado, pois nunca sabemos o que pode acontecer, não é mesmo? É uma entrevista sobre design orientada a objetos.

O entrevistador pode solicitar para que você modele algo, usando Linguagem de Modelagem Unificada (UML), sem exigir uma sintaxe estrita. Um exemplo é a modelagem de um cliente de e-mail. Outro é criar uma hierarquia de classes, usando meios de transporte, etc. Esteja sempre preparado(a)!

Entrevista técnica em inglês

Sabemos que é impossível aprender uma língua inteira em poucas horas ou dias. No entanto, é possível se preparar para uma entrevista técnica, estudando algum material em inglês sobre as tecnologias que você domina.

Lembrando que o idioma pode consistir em um trecho ou estar em uma entrevista técnica completa. Caso seja a primeira opção, o entrevistador perguntará se você se sente confortável em falar inglês e, caso concorde, usará a língua para fazer algumas perguntas pré-planejadas.

A Digital House entende a importância da área da programação para o mercado de trabalho e oferece os cursos de Desenvolvimento Web Full Stack, Desenvolvimento Mobile iOS e Desenvolvimento Mobile Android, nos quais os alunos são capacitados a dominar todas as habilidades técnicas para construir páginas e aplicativos incríveis para o mercado, além de estar prontos para enfrentar uma entrevista técnica com um ótimo portfólio.

Confira a grade dos cursos, caso você possua interesse em aprender e ingressar na área. Sem dúvida, essa é uma ótima alternativa para o sucesso e a estabilidade profissional e financeira que muitos almejam.

4 dicas para se preparar para a entrevista técnica

Para te ajudar em sua jornada, separamos 4 dicas de ouro para melhorar o seu desempenho na entrevista técnica. Confira:

Conheça os pré-requisitos da vaga

É muito importante ler com atenção o anúncio da vaga, focando em absorver as qualificações técnicas exigidas pela empresa. Com isso, você conseguirá responder às perguntas da melhor maneira possível.

Tenha claro qual o seu interesse

Por mais que a etapa foque nas habilidades técnicas, é importante demonstrar interesse pela empresa, mesmo nas atitudes mais simples, como responder as perguntas com afinco. Estude a história da organização e tenha bastante claro quais são os seus principais produtos e serviços.

Avalie suas experiências

O entrevistador quer saber claramente o que você conhece, quais são suas habilidades e o que é capaz de fazer. Avalie e analise toda sua trajetória profissional, separando os projetos que deram melhores resultados, mesmo os realizados em curso, para os que não possuem experiência. Tudo para compartilhar com o entrevistador e tornar a conversa mais rica possível.

Confie em si mesmo

Você é uma pessoa esforçada, que estuda bastante e sempre busca as atualizações, com as novidades da tecnologia. É normal se sentir nervoso. No entanto, você se preparou e, com certeza, possui toda a base necessária para enfrentar da melhor forma os desafios do dia a dia da organização. Não se sinta inseguro. Dê o seu melhor!

A área da programação está superaquecida e está precisando de mais profissionais disponíveis no mercado. Durante a leitura, você se interessou em se aprofundar ainda mais sobre a área? Recomendamos que você leia nosso material, em que contamos quais são as 8 linguagens mais faladas no mundo.

Leia mais no blog DH:

+ Google Analytics Dashboard: crie e personalize com o nosso passo a passo

+ O que é brand equity e como as empresas geram valor de marca em seus produtos e serviços

+ Marketing digital para iniciantes: 10 dicas de como começar na carreira

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)