UX x UI: qual a diferença e como as áreas se completam

Muitas pessoas costumam confundir o significado de UX Design e UI Design. Entenda ambos os conceitos de uma vez por todas! Acompanhe.

UX x UI: qual a diferença e como as áreas se completam

Antes de falarmos qual a diferença entre UX e UI, devemos explicar que ambas as áreas se complementam, mas cada uma trabalha de determinada forma para oferecer a melhor experiência ao usuário. Desse modo, é fundamental saber como utilizá-las a favor do cliente.

Antes de compreender melhor as siglas, é importante ter em mente o conceito que as permeia na prática. Por isso vamos propor um exercício. Busque na sua memória uma experiência muito agradável e observe qual produto ou serviço está presente nela, fazendo parte do seu mundo e dos seus desejos. Nesse ponto, você acessou o encantamento e a marca em questão alcançou seu objetivo com sucesso.

Neste sentido, definimos encantamento como a transformação de situações e relacionamentos, que podem ocorrer durante uma transação no varejo, uma negociação no nível corporativo ou em uma simples observação nas redes sociais. Quando praticado de forma correta pelas empresas, ele se torna um poderoso aliado de persuasão e influência nas tomadas de decisões.

E o que a metodologia UX/UI tem a ver com isso? Vamos lá!

Entenda a diferença entre UX Design e UI Design com exemplos

O primeiro passo nesta jornada de UX versus UI é descobrir o que cada termo significa e como ele impacta na jornada do usuário ou cliente.

UX Design

A sigla UX significa User Experience, podendo ser traduzida como Experiência do Usuário. Trata-se de como o cliente interage com o seu produto ou serviço a partir dos elementos disponibilizados. Como o próprio nome já revela, a experiência passada ao cliente é determinante para o sucesso ou fracasso de uma marca.

É importante reforçar que o UX não se restringe somente à experiência que o usuário vai ter com o produto final, mas com as etapas preliminares. Ou seja, ofertar um conteúdo relevante é fundamental, mas também depende da forma como será consumido.

Não adianta disponibilizar um produto ou serviço totalmente diferenciado, se você não está sabendo divulgá-lo corretamente. O design do seu site, por exemplo, precisa ser responsivo, organizado e intuitivo, para passar credibilidade e, ao mesmo tempo, ser fácil de usar.

UI Design

Já a sigla UI significa User Interface, podendo ser traduzida como a Interface do Usuário. Trata-se de uma área voltada para criação de interfaces mais fáceis e amigáveis.

Porém, primeiro precisamos explicar o que se caracteriza como uma interface, partindo do princípio que a interface pode ter diversas formas, tamanhos e tipos, desde telas de site, aplicativos de celular, botões do microondas ou painel de carro.

Ainda não ficou claro? Vamos te dar um exemplo!

Lembra como os controles remotos das televisões eram cheios de botões? Muitos você nem sabia para que serviam. O UI é um campo criado justamente para descomplicar as formas de uso. Hoje, qualquer televisão conta com controles remotos mais amigáveis e acessíveis para entendimento de qualquer usuário.

Em outras palavras, o User Interface Design é a interface e a forma como o usuário irá interagir. Os elementos principais de uma design de interface podem ser resumidos a partir de quatro pilares: botões, tipografia, ícones e cores.

Um exemplo que pode facilitar a aplicação desses fatores é o botão de Call-to-Action (CTA), que chamarão os usuários para realizar uma ação, a partir de um elemento textual, tais como “Faça o download”, de um ícone para chamar a atenção. Geralmente, é um quadrado e uma cor chamativa “vermelho” ou “verde”.

Como diferenciar UX Design e UI Design?

Convencer pessoas a criar um sonho e materializá-lo por meio de seus produtos e serviços parece audacioso, mas é possível se o foco é a experiência do usuário.

Neste ponto, o design está intimamente ligado ao projeto. Tanto em User Experience (UX) quanto User Interface (UI), a excelente experiência do usuário/cliente é a chave-mestra.

A área de UX trata de como uma pessoa se sente enquanto usa qualquer produto ou serviço, digital ou não, oferecido pela sua empresa e tem a ver com a sensação dessa pessoa, depois deste uso.

Já o mecanismo que guia o usuário pelas interfaces gráficas e visuais, ou seja, sua aplicação durante o tempo em que ele a utiliza é UI Design.

Traduzindo melhor, enquanto você visita e lê o site de alguma marca, existem ações específicas que aquela empresa deseja que você tome neste trajeto. Esta é a missão do UI Design, conduzir sutilmente os usuários pela navegação, levando-os a tomar ações de forma natural.

As características de UX Design e UI Design

Existem algumas diferenças entre UX e UI. O segundo só existe com uma parte visual, e UX não, pois, em muitos casos, a sensação do usuário com relação à experiência de navegação não tem nada a ver com uma tela em si.

UI vai para o lado racional e UX lida com o emocional. Porém, UI e UX Design são as metades que se completam. Se praticados com inteligência estratégica em um site ou app, por exemplo, o primeiro guia o que o usuário deve fazer, enquanto o segundo torna esta navegação a mais agradável possível.

De forma separada, cada um deles pode trazer bons resultados para uma empresa, mas usar os dois em conjunto é muito mais vantajoso.

Entre os benefícios de usar UX e UI, podemos citar a geração de alto valor para o público, maiores chances de engajamento e o fortalecimento de uma marca.

Logo, a qualidade do trabalho de UI e UX, em parceria sinérgica, é uma poderosa arma do bem para os negócios dinâmicos e sensoriais da Era Digital.

Habilidades de um UX designer

O UX designer ou designer de experiência, como também é chamado, é o(a) profissional responsável pela estética de uma plataforma digital, com o objetivo de proporcionar uma melhor experiência ao usuário, baseada em seu comportamento, seja por meio da usabilidade, utilidade ou conveniência oferecidas na interação com o produto.

Neste momento vamos focar nas habilidades e conhecimento do profissional, mas também existem soft skills que um UX Designer precisa ter. Entre as skills técnicas estão:

➜ Arquitetura da informação: determina a estrutura e o modo como as informações são inseridas no sistema.

➜ Projeto de interação: organiza a interação com o cliente por meio dos canais disponíveis.

➜ Fluxos das tarefas: é um marcador que mostra o passo a passo de todas as tarefas realizadas pelos usuários, deixando as ações mais fluidas.

➜ Wireframes: envolve a composição do site (botões, ícones, entre outros).

➜ Wireflows: traça todo o caminho que o usuário pode percorrer no site ou aplicativo.

➜ Sitemaps: é o mapa do site, com os detalhes e principais informações de suas páginas e as relações entre elas.

Além disso, o UX designer também realiza testes de usabilidade do site e a mensuração de resultados. Mais do que qualquer conhecimento técnico, é preciso ser comunicativo, criativo, desenvolver raciocínio lógico e estar atento às tendências e necessidades dos usuários.

Habilidades de um UI designer

O UI designer é responsável por criar o design criativo, por exemplo, de um aplicativo e fornecer a melhor experiência ao usuário, por meio de todo o planejamento feito em UX.

Se esse profissional quer gerar alto valor para o público, aumentar as chances de reter e encantar clientes, fortalecer a marca e aumentar as conversões, ele precisa ter conhecimento e habilidades em alguns softwares:

➜ Adobe XD;

➜ Sketch;

➜ Figma;

➜ Photoshop e Illustrator.

A partir dessas ferramentas, o UI Designer pode fazer os esboços iniciais, wireframes e/ou protótipos, selecionando as cores, tipografias e demais elementos que farão com que a interface seja amigável e usável para os usuários.

O mercado de UX Design e UI Design

Empresas têm investido cada vez mais no design centrado no usuário para criar produtos e serviços ainda mais encantadores, o que abre um leque de oportunidades para profissionais trabalharem em startups, agências e mercado corporativo.

Aprenda na prática a diferença entre UX e UI investindo em um curso de User Experience. Dentro desse programa da Digital House, você aprende tudo o que você precisa para se tornar um UX Júnior.

Fique por dentro das novidades do mercado tech. Assine nossa newsletter.