" "

Qual a diferença entre Java e JavaScript? Saiba de uma vez por todas!

Java e o JavaScript se destacam na área da Programação por serem as linguagens mais utilizadas no mundo todo.

Mulher trabalhando com códigos de programação

No universo da Programação, é comum o questionamento sobre quais são as principais diferenças entre Java e JavaScript. Atualmente, a área possui diversas carreiras para quem busca aprender a desenvolver uma aplicação no mercado. E, por serem muito utilizadas, elas estão se destacando cada vez mais em relação as outras linguagens.

Ter a consciência de que há diferença entre Java e JavaScript é muito importante para, assim, poder fazer a escolha entre a linguagem mais adequada e que atenda às demandas necessárias.

Como você verá neste artigo, o que existe de parecido, além de ambas já terem pertencido a mesma empresa - Sun Microsystems - é somente a escrita mesmo. Conheça mais sobre cada uma delas e entenda as suas particularidades.

O que é JavaScript e para que serve? 🤔

JavaScript

O JavaScript é uma linguagem de programação de alto nível. Sua utilização permite a construção de páginas dinâmicas, animações, mapas interativos, aplicativos e jogos eletrônicos. É uma linguagem de programação muito popular no front-end, utilizada no mundo todo e que tem orientação a objetos.

O profissional que domina o JavaScript é visto como versátil no mercado, considerando sua relação com uma grande variedade de frameworks e aplicações para diferentes tipos de dispositivos.

A linguagem foi criada pelo programador Brendan Eich, um dos fundadores da Mozilla Corporation, em 1996. Seu propósito era tornar os processos web mais simples, dinâmicos e agradáveis aos profissionais.

O que é Java e para que serve?

Logo Java

O Java é uma linguagem de programação criada na década de 1990, por James Gosling. Atualmente, pertence à marca Oracle, a qual realiza todos os seus processos de manutenção.

Por ser uma linguagem bastante flexível, com o Java podemos desenvolver softwares que podem ser executados e distribuídos em diferentes plataformas, sem a necessidade de modificá-lo.

Qual a diferença entre Java e JavaScript?

As duas linguagens, por terem a grafia similar, costumam despertar muitas dúvidas sobre alguma possível relação entre elas.

Entendendo a diferença entre Java e JavaScript

É preciso ter muito claro que Java e JavaScript são escritos, construídos e executados de maneira diferente. Além disso, existe uma grande diferença no que diz respeito ao que cada linguagem é capaz de fazer.

Como comentamos, o Java é usado em diferentes lugares e situações, incluindo softwares e aplicativos. Em comparação, o JavaScript é utilizado principalmente para tornar as páginas da web (HTML) mais interativas e dinâmicas.

Como escolher entre Java e JavaScript?

Em um processo de desenvolvimento, a escolha de qual linguagem de programação utilizar dependerá dos requisitos de cada projeto. E aqui entra mais um ponto importante quando falamos sobre diferença entre Java e JavaScript. Veja só:

O Java, por exemplo, pode ser usado e adaptado em diferentes tipos de plataformas. No entanto, muitas vezes há a necessidade do usuário instalar um plugin em um dispositivo, uma ação que nem sempre é possível.

Por outro lado, o JavaScript é utilizado, principalmente, em sistemas web. Neste caso, não há a necessidade de instalar soluções separadas, sendo preciso somente ter um navegador atualizado instalado na máquina. O ponto negativo, neste caso, é a limitação pela interação ser somente online. Ou seja, determinados recursos, ao se adotar a programação com código nativo, por exemplo, não poderão ser habilitados.

Diante desses cenários, é imprescindível ter uma boa comunicação com todos os colaboradores e profissionais envolvidos em um determinado projeto, antes de eleger a linguagem escolhida. Entenda quais são as suas demandas, identifique todas as possibilidades de estratégias para atuação e, com isso, avalie o melhor caminho a tomar.

Quando falamos sobre a construção de sistemas, todo desenvolvedor tem plena consciência de que a escolha da linguagem a ser utilizada é um ponto crucial para deixar a web mais interativa. A criação de uma interface com códigos inadequados reduz as chances de atender todos os requisitos, afetando a usabilidade final da solução para os usuários.

Neste contexto, é importante dominar o processo, a fim de garantir a melhor experiência do cliente com as aplicações desenvolvidas. Fazer um bom curso é uma ótima alternativa para que o profissional estruture corretamente os processos, consiga utilizar a tecnologia a seu favor e garanta uma solução com uma boa performance e confiabilidade.

Confira as grades dos cursos de Desenvolvimento Web Full Stack e Certified Tech Developer, da Digital House. As aulas são online, 100% ao vivo e ministradas por professores especialistas que atuam no mercado.

Inscreva-se agora mesmo e garanta o seu futuro profissional!

Conheça o curso de desenvolvimento web full stack