Como trabalhar marketing de conteúdo dentro do funil de vendas e redes sociais

Como trabalhar marketing de conteúdo dentro do funil de vendas e redes sociais

A resposta para como trabalhar com marketing de conteúdo fala muito sobre estratégias assertivas que envolvem, entre outras vantagens, destaque diante da concorrência, atrair novos visitantes e alavancar as vendas.

Experiente ou não na área de marketing digital, você deve saber que planejamento e uma estratégia bem desenhada são a espinha dorsal para que os benefícios acima sejam materializados.

Acompanhe este artigo que vai além de qual a melhor definição de marketing de conteúdo. Ele busca exemplificar situações para que você possa, de fato, usar em suas estratégias.

Como trabalhar com marketing de conteúdo e ter o tão desejado tráfego orgânico

Antes de seguir com o artigo, vamos falar um pouco sobre código QR, ou QR Code?

Inventado lá em 1994, pela empresa japonesa Denso-Wave, inicialmente para identificar peças da indústria automobilística, em 2003, o QR Code ganhou espaço, com a chegada dos smartphones e suas incríveis câmeras embutidas e portáteis.

Hoje, 26 anos depois, sua funcionalidade de conversão de símbolos p&b em textos lógicos dentro de sites e apps vem como uma solução valiosa. E, em época de pandemia, seu valor cresceu: de lives na internet a campanhas publicitárias, cardápios e preços nos supermercados (evitando o contato físico entre funcionários e clientes), pois é, foi preciso reinventar negócios.

E o que isso tem a ver com marketing de conteúdo? Tudo! A condução do storytelling desta exemplificação, contextualizando as necessidades atuais, leva o leitor a voltar sua atenção a essa tecnologia, trazer valor a ela e, porque não, usar/pesquisar mais?

Pois bem, o texto acima poderia se desdobrar em um whitepaper ou infografia, com chamadas atrativas e dados disponibilizados a diversas redes sociais sobre QR Code, e até encaminhá-lo para um funil de vendas.

E é assim que essa estratégia, o marketing de conteúdo, impulsiona o tão desejado tráfego orgânico para sua marca, muitas vezes através do inbound marketing. Se bem executado, permite até diminuir investimentos em mídia paga.

Como usar inbound marketing a seu favor

A Transformação Digital desenvolveu usuários mais ativos, seletivos e críticos. Dentro desse contexto do novo comportamento do consumidor, o marketing de conteúdo também procura se adaptar.

Embora, aparentemente recente, essa estratégia do marketing digital, deve desenvolver novas formas de chamar atenção do seu público-alvo, atraindo mais clientes com materiais relevantes.

A estratégia, portanto, está contida dentro do inbound marketing, pois age no sentido de capturar o interesse de consumidores de uma maneira não invasiva ou interruptiva, por meio da criação e compartilhamento de conteúdos relevante, simples, eficazes e direcionados.

Para que sua estratégia esteja alinhada, o primeiro passo é se ater à boa e velha jornada de compras, de forma intuitiva e não invasiva, passando pela atração, conversão, venda e encantamento.

Estratégias de marketing de conteúdo

Faça conteúdos para cada etapa do funil

Muito se lê sobre a necessidade de conteúdos ricos para conseguir tráfego orgânico para sites ou blogs, mas pouco se fala que isso requer planejamento e estudo das personas, além da atenção redobrada ao lugar do funil que eles devem pertencer.

Lembrando que topo do funil é a etapa do aprendizado e da descoberta, quando o público ainda não está buscando soluções. Nessa situação, seu conteúdo deve ter pouco ou nenhum apelo de consumo, podendo ser no formato de blog post (como esses que fazemos aqui no blog da Digital House), vídeos, podcasts (aproveitando, que tal escutar o DH Cast?), E-books e guias informativos.

+ Aproveite para conferir nossa biblioteca de conteúdos gratuitos

Já no meio do funil, ou seja, a etapa do reconhecimento e da consideração, o conteúdo pode ser por blog post ou mesmo algo interativo e multimídia, com foco maior em soluções. E-books, whitepapers e webinars são interessantes nesta fase.

O fundo do funil é a hora da conversão. Aqui, a pessoa já sabe o que quer, e tem as informações que vai ajudá-la a tomar a decisão. Logo, quanto mais contato e informações você disponibilizar no seu conteúdo, mais chances terá de converter, e veja também técnicas de vendas que podem auxiliar na hora do speech.

Depoimentos e cases de clientes são bons exemplos de conteúdos assertivos para essa etapa, assim como webinars focados no produto e demos de utilização. Landing pages com ofertas específicas, como descontos e testes, também são bem-vindas.

Pense no conteúdo pós-venda!

No pós-venda, que é a etapa de retenção, vale apostar em blog posts, infográficos ou qualquer formato que gere valor para alguém que já adquiriu a solução, fidelizando esta pessoa e incrementando sua experiência com a marca.

Quais os melhores canais para divulgar meus conteúdos?

Com uma persona bem estruturada e um funil de vendas definido, chegou a hora de descobrir quais canais você deve usar para impactar as pessoas certas.

Pesquisa e veja por onde anda seu público. Esteja presente nesses canais e use um tom de voz que faça sentido para a sua marca, sem se esquecer que cada rede social tem as suas próprias características.

O Twitter, por exemplo, é uma rede conhecida pelo seu dinamismo, com textos curtos e linguagem informal, memes e conteúdo interativo. Já o LinkedIn, é uma rede profissional, portanto, mais formal, onde cabe compartilhamento de conteúdo relevante para o seu mercado.

O e-mail é um poderoso canal para promoção de conteúdo, entregando diretamente para o usuário o que ele precisa, com a possibilidade de acompanhar seu engajamento, disparado por newsletters periódicas e específicas para o momento da jornada de compra do cliente.

Atualização em marketing digital

O marketing digital é uma área dinâmica e em constante mudança, há sempre algo novo para testar, experimentar e inovar, por isso o mindset ágil é tão requisitado pelas empresas.

Você pode se atualizar sobre o mercado investindo em um curso completo sobre marketing digital. Ao entrar em contato com especialistas da área, você aprende na prática a construir novas estratégias e inclusive entender sobre ferramentas de marketing de conteúdo, por exemplo!