O que são OKRs e como este método pode ajudar a motivar equipe e alcançar resultados

O que são OKRs e como este método pode ajudar a motivar equipe e alcançar resultados

Algumas siglas do futuro, que na verdade já é o presente, ainda causam estranhamento e incertezas na sua aplicação para pequenos e médios empresários, o que é perfeitamente compreensível.

As justificativas para este temor vão além de não estar preparado ou nem saber por onde começar. A economia no Brasil é historicamente instável e, nos últimos dias, enfrentamos uma situação inédita de pandemia, o que torna a assimilação de novos processos um bicho de sete cabeças.

Mas, a eficiência da metodologia de OKRs de planejamento está mais do que compravada. Exemplo disso é o próprio Google, que quando ainda era pequeno, começou a implementar a metodologia, e olha o resultado, hoje ele é a sua principal rede de pesquisa.

A importância dos OKRs

Se você está se perguntando o que são OKRs (Objectives and Key Results), uma explicação simples e prática é definir as siglas como um conjunto de objetivos inter-relacionados, alcançados de forma individual ou coletiva, e que contribuem para a melhoria e evolução de toda a organização ou até mesmo um projeto.

Nesta metodologia, cada um reconhece a parte que é responsável na empreitada. Sabendo o quão vital é seu trabalho, o profissional entende seu escopo, metas e direciona seus esforços assertivamente, não gastando energia à toa.

Entre as vantagens de usar a metodologia de OKRs estão aumento na produtividade e autoestima dos funcionários, o que impacta positivamente naquela questão difícil chamada falta de motivação.

Metodologia OKRs: como implementar

Mas, para que este método alcance resultados, é necessário que os objetivos estejam muito claros entre todos os envolvidos. Estes objetivos precisam ser quantificados, com números, ou seja, metas estipuladas e acompanhadas.

Por exemplo, segundo artigo do Sebrae, cada pessoa deve possuir, no máximo, 5 objetivos macro com 4 resultados-chave para cada um deles. Outro ponto é que ao menos 60% dos objetivos devem ser definidos pelo próprio profissional que trabalhará neles.

Nos modelos tradicionais, metas são traçadas de cima pra baixo, parte das vezes, acertadas em reuniões de diretoria, sem envolvimento de todo o grupo de funcionários. Já nas OKRs, 40% poderão ser definidos pelo alto escalão da empresa, enquanto 60% serão desenhados por cada indivíduo envolvido, seja qual for seu cargo. Como todos estão por dentro do processo de elaboração de objetivos, os resultados são muito mais ágeis.

Para se aprofundar mais no assunto, você pode realizar um curso de Agile, focado em metodologias ágeis e que abrange também o método OKRs. O mundo está mudando com rapidez, e com ele, aparecem novos desafios. Você está preparado?