Como fazer um bom perfil no LinkedIn: dicas para deixar sua rede profissional atrativa

Como fazer um bom perfil no LinkedIn: dicas para deixar sua rede profissional atrativa

Quer saber como fazer um bom perfil no Linkedin, mais atrativo e completo, que vai te ajudar a alavancar sua carreira?

Neste artigo, feito em parceria com a nossa professora e especialista em Marketing Digital, Caroline Pereira Lima, você verá algumas opções de como fazer um resumo atraente no LinkedIn, vender sua imagem na formatação adequada, como completar seu perfil e o que não fazer.

*o texto a seguir foi escrito pela nossa professora de Marketing Digital, Caroline Lima

Como fazer um bom perfil no LinkedIn

Ultimamente, venho estudando essa rede profissional com mais afinco, pesquisando sobre o tema e acompanhando diversos movimentos dentro da rede. Essa pesquisa me fez perceber a visibilidade de muitas causas e pessoas, fomentando engajamento e reflexão.

Mas como aparecer no LinkedIn? Como começar conversas, ampliar a sua rede e, principalmente, criar oportunidades de trabalho? Afinal de contas, por lá só podemos falar de trabalho?

Como chamar a atenção de um headhunter

Pensando em responder a estas questões, listei algumas ações que aplico em meu perfil pessoal e que me ajudam a conquistar oportunidades de negócio e de trabalho, mas que, principalmente, me trouxeram novas amizades.

Acompanhe e teste no seu também. Quem sabe não torna ele um perfil campeão no LinkedIn?

Use todos os recursos que a ferramenta oferece a seu favor!

Configure sua rede, aproveitando todas as funcionalidades que ela disponibiliza. Por exemplo, coloque uma imagem de capa que “fale” sobre você e seus objetivos, escolha uma foto de perfil que mostre bem o seu rosto e que você goste. Inclua um título que deixe clara a sua área de atuação.

Conte sua história

Torne seu perfil mais pessoal, mostrando quem você é, contando sua história no campo “Sobre”. Esse espaço serve como uma mini biografia e é muito utilizado pelos recrutadores. Fale sobre seus desafios, desejos e sonhos. Seja criativo e autêntico, mas não seja extremamente crítico com você mesmo. Você pode editar esse campo depois e incluir ou excluir informações.

Evidencie suas publicações com estratégia

Destaque as suas publicações, os arquivos que compartilhou ou artigos relevantes que escreveu. Assim eles vão aparecer no top do seu perfil. Essa é uma ótima oportunidade para mostrar o que você sabe dentro da sua área de atuação, por exemplo.

Amplie a visão dos recrutadores sobre você

No campo “Experiência”, detalhe suas funções nas empresas onde trabalhou, dentro do que é possível compartilhar publicamente. Assim os recrutadores podem ter uma visão completa sobre os seus conhecimentos e os contatos que fez na sua carreira.

Dê visibilidade para a sua formação

A “Formação Acadêmica” deve ser preenchida com igual atenção, ela é fundalmental nesta lista de como fazer um bom perfil no LinkedIn. Nela você pode colocar os campos de estudo em cada curso, o que aprendeu, link para um TCC ou fazer o upload de um arquivo. Dê visibilidade para esse campo incluindo todas as informações possíveis, mas seja objetivo e direto. Textos muito longos podem confundir o leitor ou desmotivar a leitura.

Especifique suas certificações adicionais

Inclua no campo “Licenças e Certificados” os comprovantes que possui. Para alguns cargos, como analista de marketing digital, os recrutadores levam essas informações em conta. Caso você trabalhe com Google Ads, é importante ter a certificação que eles oferecem.

Aprendizados e experiências em voluntariado

A cada dia o trabalho voluntário ganha mais visibilidade. Você já pensou em fazer algo por uma causa que admira? Caso tenha feito, inclua neste campo e coloque informações pertinentes como: o que você aprendeu? Quais desafios superou? O que você fazia e que te motivou a continuar nesse trabalho voluntário?

Competências e Recomendações

Elas endossam seu perfil, e, vale lembrar, os recrutadores pesquisam candidatos com base, também, em palavras-chave. Então, incluir suas competências vai ajudar a fazer com que o seu perfil apareça nas pesquisas dos recrutadores. Uma dica bacana é analisar as vagas de seu interesse. Veja quais competências elas pedem. Depois preencha suas competências no seu perfil, usando a nomenclatura mais comum entre as vagas visualizadas anteriormente.

Quem não ama um feedback positivo, não é mesmo?

No campo de “Recomendações”, é possível incluir comentários (como os depoimentos do Orkut, lembra?) e textos falando sobre como foi trabalhar com uma determinada pessoa. Quais foram seus cases de sucesso e quais são suas qualidades. Isso reforça, e muito, o seu perfil. Mas antes de pedir uma recomendação, que tal oferecer uma recomendação para os seus amigos mais próximos?

Não se esqueça - Linkedin é uma rede social

E como tal, ela preza por conversas, interações e trocas entre os usuários. Comente, compartilhe e produza conteúdo. Faça textos, artigos, vídeos ou imagens, seja presente. Crie suas próprias metas, por exemplo, investa 10 minutos do seu dia interagindo com a rede. Que tal tentar?

Depois dessas dicas, você já deve estar inspirado em como fazer um bom perfil no LinkedIn que venda o seu peixe, certo?

Pois bem, esse é o foco da Digital House, compartilhar conhecimento, por meio de metodologia única e pelos melhores especialistas do mercado digital. Queremos democratizar oportunidades de carreira em habilidades digitais aos mais diversos públicos.

Leia mais no blog DH:

+ SEO para E-commerce: como ranquear sua loja virtual

+ Brand Personas: o que são e como fazer?

+ Estratégia para gerar leads: do básico ao avançado

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)