Conheça as soft skills mais procuradas do mercado e como desenvolver cada uma delas

Conheça as soft skills mais procuradas do mercado e como desenvolver cada uma delas

Com as mudanças nos modelos do mercado de trabalho, as soft skills se tornam essenciais no processo de inovação, partindo do princípio que inovação abrange (re)evolução comportamental.

E não é precipitado afirmar que elas podem representar o vetor que vai impulsionar a Transformação Digital neste ano.

Em nosso artigo, vamos contar sobre isso e ainda explicar como você pode usá-las como aliadas no seu aprendizado em habilidades digitais.

A aceleração de novos hábitos de consumo

Estes tempo de pandemia trouxeram uma aceleração digital nunca antes vivenciada. “Viveremos em cinco meses o que levaríamos cinco anos”, afirma Renato Meirelles, sócio-fundador do Instituto Locomotiva, empresa de análise de dados, especialista em entender gente, mais que números, durante entrevista a Istoé Dinheiro.

Essa informação atinge em cheio as mais variadas carreiras (quase todas, diríamos).

Para que este impacto seja fluido e indolor, as soft skills surgem como determinantes na transitoriedade e adaptação dos profissionais.

Exemplo do bom uso destes tipos de habilidades são os indicadores da pesquisa do LinkedIn, 2020 Global Talent Trends, que confirma que um trabalho integrado, com foco nos melhores resultados e equipes diversas é uma tendência que vem para ficar.

As empresas com mais diversidade de idade do que nunca. Jovens, pessoas mais experientes, todos podem ajudar a provar que um bom trabalho não tem idade. Cabe a estas companhias ajudar equipes de diversas faixas etárias a descobrirem seu melhor, criando as condições para colaboração e troca de conhecimento, assim como enaltecendo o papel importante das soft skills.

As soft skills mais procuradas pelo mercado

Soft skills são as habilidades ligadas ao comportamento do profissional, portanto, à capacidade que aquela pessoa tem de desenvolver uma relação positiva com o trabalho e seus colegas, através de uma influência inspiradora e construtiva.

Elas são características de inteligência emocional na prática e podem ser aprimoradas e desenvolvidas, por meio de autoconhecimento e, em alguns casos, uma mentoria adequada.

Formação acadêmica, fluência em idiomas, especialização técnica e habilidades digitais tornam o funcionário apto a cumprir sua função. Porém, as soft skills contarão como diferenciais para que ele a desenvolva da melhor maneira possível.

Confira as soft skills mais procuradas pelas empresas na Era Digital:

Comunicação eficaz

Aptidão-base a se desenvolver. Comunicar-se com clareza e objetividade é indispensável, seja para seu público-alvo, sua equipe ou liderança.

Se você deseja treinar seu desenvolvimento, não se restrinja a falar, mas abra espaço a uma escuta ativa. Ou seja, ouça atentamente e contextualize o que é transmitido.

Escrita eficiente

Muitas relações de trabalho se dão por e-mails, contratos, chats de programa de mensagens instantâneas. Ainda mais agora, com tantas pessoas em home office.

Treine uma boa comunicação e aprimore sua imagem como colaborador por esta via. Peça feedback das pessoas que recebem suas comunicações escritas.

Empatia

Esta habilidade influencia muito no resultado da comunicação. Com ela, equipes podem ser engajadas, por meio de identificação e reciprocidade nas relações.

Um bom exercício é se colocar no lugar do outro, tendo como base o respeito e a educação no trato. Observe as rotinas das demais pessoas da equipe, nos prazos e demandas solicitadas.

Demonstrar empatia quando há pressão nas entregas, resultados não favoráveis da estratégia e outras situações desconfortáveis pode não ser fácil, mas uma atitude assim pode ser um grande diferencial.

Colaboração

Um grupo coeso alcança maior rendimento. Mas, para esta coesão engatar, a colaboração dos integrantes deste time precisa fluir com empatia e clareza na comunicação.

Independentemente da função que você exerça, olhe além e se questione constantemente. No que eu posso contribuir para tornar este processo mais ágil e com mais qualidade?  Essa atitude pode ser transformadora no que se refere à entrega final.

Destas atitudes se constroem  ambientes saudáveis e produtivos. Inclusive, é no estreitamento das relações entre as equipes, com base em confiança e companheirismo, que uma boa cultura organizacional ganha espaço real.

Pensamento criativo

A criatividade, para muitos, é uma habilidade mais natural.

Para outros, é uma questão de exercício. Em ambos os casos, é ela que dá o start à inovação. E inovação vai além de descobertas tecnológicas - representa a busca por melhorias e soluções em todos os âmbitos de um negócio.

Essa capacidade pode ser desenvolvida, por meio de estudo e observação, principalmente com exercícios para estimular a criatividade.

Organização e planejamento

Fundamental para a eficiência e qualidade de um trabalho, a organização resulta em economia de tempo, permitindo que as informações sejam encontradas de forma mais ágil.

Um profissional com esta skill remete sua marca pessoal à competência e pode até influenciar positivamente seus colegas. Existem metodologias ágeis que podem ajudar você a desenvolver mais planejamento em seu cotidiano profissional.

Flexibilidade e resiliência

Resiliência é a palavra da vez (seguida de novo normal, é claro). Embora a repetição esteja batida, o sentido e a importância dela, não.

Novas demandas surgem a cada dia, assim como desafios que podem desestruturar uma rotina empresarial e emocional. Então, flexibilidade e resiliência para lidar em momentos de crise, são boas respostas às adversidades.

Nesses momentos, lembrar que errar faz parte do processo de aprendizagem e que recomeçar e reaprender podem ser as melhores opções é uma boa maneira de estimular sua inteligência emocional, na prática.

Começar ou recomeçar uma (nova) carreira, munido de soft skills permite uma adaptação muito mais ágil e próspera. Nos cursos da Digital House, os alunos são estimulados  neste sentido em todas as opções de habilidades digitais que venham a aprender.

Conheça a experiência Digital House e prepare-se para ser um profissional do futuro, pleno em habilidades e competências.

Leia mais no blog DH:

+ Dica dos professores: 5 livros inspiradores sobre transformação digital

+ Como começar em UX Design

+ Aprenda a deixar seu LinkedIn atrativo para recrutadores

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)