5 dicas para acompanhar o novo mercado com Andrea Tedesco, líder da área de Carreiras da DH

5 dicas para acompanhar o novo mercado com Andrea Tedesco, líder da área de Carreiras da DH

Com tantas mudanças, identificar oportunidades de trabalho em meio a crise pode ser uma tarefa não muito fácil.

Mas, neste artigo, feito em parceria com nossa mentora de carreiras Andrea Tedesco*, trazemos dicas que vão te ajudar a  fortalecer sua capacidade de se tornar ou se manter atraente neste novo mercado.

A crise pode ser uma oportunidade

Passamos um momento sem precedentes históricos: a pandemia da Covid-19. Uma situação como essa provoca diversas mudanças em todos os aspectos de uma sociedade e sua maneira de viver.

Justo agora que algumas pessoas ainda estavam em processo de absorção às mudanças provocadas pela nova Era Digital, receber mais esta demanda de novas adaptações pode ser assustador.

Este é o chamado mundo vuca, ou seja: complexo, volátil, incerto e ambíguo. Nada mais será como antes e todos nós precisaremos investir energia extra para atualizar a forma de ver o mundo, o mercado, a vida.

Mas, para isso, é necessário enxergar o novo mercado profissional com clareza. Nossa mentora de carreiras ajuda nessa ampliação de perspectiva. Com as 5 dicas abaixo, você enxergará um novo panorama, com oportunidades interessantes de recolocação ou readaptação de carreira.

Dicas para se dar bem no novo mercado de trabalho

Ressignifique essas palavras e muita coisa vai mudar na sua vida

Trabalho: trabalho não é o mesmo que emprego. Eis o grande segredo - você não é uma peça que compõe uma máquina que faz uma empresa acontecer. Trabalho é a expressão do seu propósito primário: reconhecer, ser verdadeiramente quem você é hoje e colocar isso a sua disposição e do mundo.

Caso isso tenha soado profundo para você, fica mais uma dica dentro da dica 1: autoconhecimento é vital para sobreviver neste mundo, ok?

Expanda seu horizonte, tudo é aprendizado que contará lá na frente

Qualquer transformação que faça ao longo dos anos na sua vida passa a te fortalecer e não te dividir em pequenas caixas, gerando sentimentos que atrasam as conquistas dos seus objetivos, tais como medo, insegurança, incertezas de começar de novo. Portanto, atenção! Não jogue nada fora, tudo é (re)utilizado como aprendizado. O que queremos dizer é que a vida pessoal agrega na profissional e vice-e-versa, inclusive pode ser um diferencial na hora de conseguir um novo emprego.

Oportunidades além da CLT

A única garantia que você pode ter hoje em dia é a capacidade de transformação dos seus serviços aos desafios do mercado, ou seja, sua capacidade de gerar renda. E ela pode vir por meio de várias formas de contratos. Portanto, você pode preferir por um tipo de contrato ou outro, conforme seus objetivos e necessidades do momento. Vale ficar de olho dos freelancers mais procurados para captar oportunidades.

Currículo não é a primeira coisa a arrumar quando se precisa de emprego

Acho que já deu para perceber que tudo mudou. Por isso, reveja o que é sucesso para você hoje, quais são suas necessidades agora, o que faz sentido e você pode oferecer para o mercado, quais as novas necessidades.

Leia e pesquise casos de pessoas que enxergaram oportunidades em meio a tanto caos! Tente não ir pelo caminho dos acontecimentos ruins, se condicione a se manter ligado e atraído nas boas notícias. Assim, você conseguirá ter insigths importantes sobre o objetivo a ser atingido. Aí, sim, você poderá montar um posicionamento para gerar entrevistas e oportunidades de projetos diversos, com clareza, foco e estratégia.

Invista em estratégias nas plataformas de recrutamento

Use ferramentas diversas, mas cuidado. Estou falando das plataformas de vagas diversas e Linkedin. Esteja com seus dados atualizados para facilitar a busca do recrutador, mas lembre-se de que são vagas abertas para o mercado e a concorrência é enorme.

➜ Use e abuse de palavras-chaves sobre o que você faz e o que as vagas pedem;
➜ Pesquise as vagas que lhe interessam e veja os pontos que se repetem na necessidade de execução. Caso tenha essas habilidades, use as palavras-chaves a seu favor;
➜ Procure se relacionar sempre com recrutadores, profissionais da mesma área e de outras empresas com mindset de “troca”, aprenda a fazer um networking;
➜ Fique antenado e pare de achar que se manter atraente em um mercado com mudanças tão velozes requer ação somente na necessidade. Esse é o pior erro que se pode cometer;
➜ Administre suas entregas enquanto está ativo, crie relacionamentos verdadeiros, com autenticidade.

Essas 5 dicas, se bem aplicadas, podem colocar você em outra realidade e gerar possibilidades e soluções para o seu momento, inclusive ajudar se você está em uma transição de carreira. Atuar com inteligência emocional, neste momento, fará toda a diferença para enxergar oportunidades. Administre as ameaças e crie um plano para desenvolver os gap’s que faltam para atingir o que você chama de emprego “ideal”.

Atente-se aos setores de maior contratação neste momento, como e-commerce, por exemplo. Leia, faça cursos, assista webinars. Movimente-se.

“Esse é o momento de rever o significado de muitas palavras conhecidas por todos nós, como  mercado, trabalho, emprego, carreira, contratos, processos de seleção e  outros  termos que, quando ressignificados, mudam todo o jogo”, finaliza Andrea.

*Andrea Tedesco é líder do departamento de Carreiras Brasil da Digital House