Como começar um negócio: 5 passos infalíveis para crescer

Como começar um negócio: 5 passos infalíveis para crescer

São muitas pessoas que estão insatisfeitas em suas carreiras atuais, com o ambiente de trabalho e buscam maneiras de como começar um negócio. No entanto, a maioria delas não sabe o que fazer e pesquisam conteúdos rasos, desistindo de empreender no primeiro obstáculo, achando, por exemplo, que para iniciar um negócio é necessário ter muito dinheiro. Isso não é verdade!

Temos que ser sinceros em um ponto: mesmo seguindo todos os passos que vamos abordar neste artigo, você não vai começar o seu negócio faturando milhões. Porém, podemos garantir que você e o seu novo negócio trilharão um caminho de desenvolvimento contínuo, o que pode acarretar em seu sucesso profissional e financeiro em um futuro não tão distante.

Continue acompanhando este artigo e saiba como começar um negócio do zero, além de conferir dicas para passar por tudo isso da melhor forma.

Como começar um negócio do zero?

Está em dúvida sobre como começar um negócio, tendo pouco ou nenhum dinheiro, e achando ainda mais impossível por estarmos no meio de uma realidade pandêmica? Vamos te mostrar que você pode estar errado. Confira os 5 passos que separamos para passar por esse processo:

Procure fazer a diferença na vida das pessoas

Esse pensamento é a base de tudo. Normalmente, as pessoas costumam iniciar a sua jornada realizando uma pesquisa de mercado, vendo o que está em alta, para fazer igual e oferecer o mesmo produto ou serviço.

Claro, é importante saber as necessidades das pessoas (o que ainda falaremos ainda neste tópico), mas ser somente mais uma opção entre tantas outras pode ser um caminho de pouco retorno. O mais importante é buscar fazer a diferença na vida das pessoas.

Você já tem uma ideia de negócio e o nicho do mercado que quer atuar? Então, agora é necessário pensar no que está por trás do produto ou serviço, ou seja, toda a experiência que irá proporcionar, caso o cliente opte por consumir o que está oferecendo.

Por exemplo, se você está vendendo algo comestível, isso também inclui a sensação de prazer. Ou se o seu negócio é na área de depilação, você está vendendo praticidade, conforto, entre outros aspectos. Sendo assim, o que está por trás é o mais importante em qualquer jornada.

Tenha um planejamento

Um bom planejamento é essencial para qualquer processo, em diferentes situações. Quando a gente acorda, por exemplo, já planejamos como serão as atividades do dia, não é mesmo? Para começar um negócio, não é diferente. É necessário estruturar as ações que serão tomadas por você e colocar as ideias, recursos e outros fatores para funcionar em sincronia e da melhor forma.

Você pode fazer isso de maneira tradicional, usando papel e lápis, mas também existem muitas ferramentas, como o Canvas, que é um quadro de modelo de negócios, que oferece um método prático, digital e visual, para todos que querem começar um negócio do zero e não tem dinheiro (ou tem e acha a ferramenta prática).

Qual o propósito da empresa? Quem é o público-alvo? Quais os custos envolvidos? Quem serão os profissionais que estarão com você? Com tudo isso e outros assuntos já estruturados em um planejamento, você sempre estará consciente do que precisa ser feito sobre o andamento do seu processo e o mais importante: o acompanhamento de seus resultados.

Saiba quais são as necessidades das pessoas

No primeiro passo, abordamos a importância de fazer a diferença para as pessoas, o que nos faz chegar na necessidade de cada uma delas, no que elas desejam. O produto ou serviço que você deseja proporcionar é adequado para o que o seu público-alvo procura?

Esse é o momento de fazer um experimento e coletar os feedbacks dos seus clientes. Nunca ache que você sabe mais do que todo mundo e que o seu produto ou serviço é excelente por si só. Aquela famosa frase "o cliente sempre tem razão" é um dos pontos principais nesta etapa, que é fundamental para o andamento do seu negócio.

Busque referências

No mundo dos negócios, é muito difícil você não ter uma pessoa ou algo que te inspire. Ou, não necessariamente uma inspiração, mas talvez um ponto de referência.

Para começar o seu negócio, busque referências para te guiar e ter uma primeira direção. Isso porque, em um momento inicial, você não costuma ter muita ideia do que fazer, como fazer, porque fazer e os resultados que irá obter.

Às vezes, você pode ter um insight sobre algo que não existe no mercado, mas nada impede de buscar ofertas semelhantes. Não precisa ser o mesmo produto ou serviço, mas que seja algo que se aproxime, uma referência similar e que faça sentido para você.

Por exemplo, se você quiser iniciar um canal no YouTube sobre um assunto que ainda não é falado ou discutido, você pode buscar referências de outros canais que abordam temas diferentes, mas cuja maneira de produzir o conteúdo te agregue valor, inspiração, conhecimento e técnicas.

Seja criativo(a) na sua divulgação

Ao iniciar um negócio do zero e sem dinheiro, é importante saber que terá muitas responsabilidades. Sim, você terá que fazer tudo. Isso inclui o desenvolvimento do seu produto ou serviço, o atendimento aos seus clientes, as vendas, a gestão financeira da empresa e de sua vida pessoal e a divulgação da marca ao público.

Para o último item, em especial, é necessário ter muita criatividade. Caso saiba como divulgar, será necessário aprender por conta própria e, para isso, você pode pesquisar sobre marketing (no Blog DH temos muitos conteúdos gratuitos para conferir) ou até mesmo perguntar para pessoas mais experientes.

Fique atento às novas tendências que surgem nas mídias e redes sociais. A tecnologia nunca para de avançar e novos recursos são sempre disponibilizados e atualizados. Se você os usar da forma correta, pode divulgar o seu negócio e até faturar ainda mais com a nova tendência.

Conforme for ganhando dinheiro com as suas atividades, você pode ir contratando mais gente, para que possa focar naquilo que sabe fazer melhor.

Qual a melhor maneira de iniciar um novo negócio?

Existem diferentes formas de como começar um negócio. Separamos três pontos interessantes para seguir na jornada da melhor forma, no momento atual. Confira:

Começando o negócio como MEI

Para quem está dando os primeiros passos no mundo do empreendedorismo, deve-se considerar o regime tributário de microempreendedor individual (MEI). O custo de abertura do CNPJ é zero e a manutenção da empresa exige o pagamento mensal de tributação no valor de R$ 61,00, dependendo da atividade atuante. É importante ter em mente todos os requisitos para se manter enquadrado e usufruir de todos os benefícios.

Trabalhando em home office

Considerando a pandemia, que traz como principais consequências o distanciamento social e a crise econômica, muitas pessoas optam por começar o negócio por meio do home office. Além de não precisar gastar com aluguel de um determinado local, você pode fazer as principais atividades na segurança de sua casa, se expondo com menos frequência ao contato com outras pessoas.

É importante lembrar que a modalidade não impede que você cresça e precise adotar um novo local de trabalho, assim como abrir oficialmente seu CNPJ.

O importante é agir!

Muitas pessoas perdem seu tempo pensando em como fazer as coisas da melhor forma, antes de lançar o próprio negócio. O planejamento é importante, mas é um erro dedicar-se somente nesta etapa de maneira excessiva. Marcas atuais de sucesso estão o tempo inteiro lançando novos produtos, mesmo que eles ainda não estejam nas melhores condições. É preciso ter em mente que a evolução e a experiência vão surgindo e se desenvolvendo aos poucos.

Por que devo investir em um negócio digital?

Dentre as inúmeras opções de investimento de um novo negócio, não há como não considerar o meio tecnológico como uma opção. Isso porque o campo se tornou algo presente no dia a dia e, com o passar do tempo, a transformação digital só tende a aumentar.

Além disso, são diversas vantagens, se compararmos com os negócios físicos, como a flexibilidade de horário, a mobilidade de trabalhar de onde quiser, um custo inicial baixo, principalmente para quem não tem reservas financeiras, a não necessidade de uma estrutura, entre muitas outras.


O empreendedorismo digital é uma das maneiras mais modernas de gerenciar sua marca do zero, para quem não tem dinheiro sobrando. Lembre-se: para que a ideia saia do papel, é fundamental ter em mente todos os passos que explicamos aqui. No entanto, recomendamos que estude cada vez mais sobre todo esse processo. Confira o material que produzimos sobre como construir sua marca do zero, com um passo a passo de como construir brand equity e desenvolver um negócio que não seja mais do mesmo.

Leia mais no blog DH:

+ Google Analytics Dashboard: crie e personalize com o nosso passo a passo

+ O que é brand equity e como as empresas geram valor de marca em seus produtos e serviços

+ Marketing digital para iniciantes: 10 dicas de como começar na carreira

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)