Community manager - o que é e como se tornar esse profissional

Community manager é a pessoa responsável por construir, manter e engajar as comunidades online que se relacionam com uma organização.

O que é e como se tornar um profissional de Community manager

A transformação digital está crescendo a todo vapor, ainda mais após a pandemia. E, com ela, o marketing digital vem assumindo um papel cada vez mais importante nas empresas. E, pegando carona nela, vem o marketing de comunidade, que está se tornando essencial para as marcas. É aí que entra o importante papel do(a) community manager, profissional responsável pelo gerenciamento de comunidades, não só em redes sociais, mas em diversos canais, criando e administrando um ambiente onde as pessoas podem se conectar e sentir que fazem parte de um todo.

Por isso, é fundamental saber mais sobre essa função, como ela funciona e qual a relação das marcas com a comunidade. Quer saber mais? Então leia este artigo e saiba tudo sobre community manager! Boa leitura!

O que é community manager?

Você, que era heavy user da internet nos anos 2000, com certeza deve se lembrar do Orkut e a febre que eram as comunidades. Mas, se você não é dessa época ou não ouviu falar a respeito, uma comunidade é um grupo de indivíduos conectados entre si e engajados em torno de um assunto, propósito ou interesse comum. E é aí que entra o trabalho do(a) community manager.

Print de uma tela do Orkut da comunidade "Eu Odeio Acordar Cedo"

O termo, que se origina do inglês, significa gerente de comunidades e designa a pessoa responsável por construir, manter e engajar as comunidades online. Esse(a) profissional é essencial para as empresas que buscam uma presença digital sólida e trabalham para captar clientes na internet.

Esses(as) profissionais gerenciam uma grande comunidade online e, assim, conseguem criar relacionamento com os clientes. Para ser um(a) bom(boa) community manager é preciso ter sensibilidade e capacidade analítica, a fim de notar as oportunidades que surgem nas mídias sociais. Além disso, compreender o que os seguidores desejam e demandam, bem como ser capaz de transformar essas informações em ações úteis para o fortalecimento da marca, são requisitos primordiais.

O principal objetivo de um(a) community manager é fazer com que o relacionamento entre as marcas e os seus consumidores seja o mais próximo e sincero possível, de modo que fidelize ainda mais os seus clientes.

O que faz um(a) community manager?

Grandes empresas como Nike, Nubank e Facebook, por exemplo, contam com a ajuda de um(a) community manager para gerenciar uma grande comunidade online e, assim, conseguir criar relacionamento com seus clientes.

No entanto, não basta apenas lidar com esse ecossistema, é preciso se relacionar com ele, participar da linguagem e ser a pessoa que cuida de tudo isso. Um(a) community manager precisa, também, estar antenado(a) o tempo todo e ter bastante criatividade para propor soluções inovadoras e se conectar com as pessoas no dia a dia. Dentre suas funções, podemos destacar algumas:

O que faz um(a) community manager?

Qual o salário de um(a) community manager?

Atualmente, o(a) community manager é muito requisitado nas empresas, podendo trabalhar em qualquer tipo, porte ou segmento de organização, desde startups e espaços de inovação, até cooperativas, aceleradoras, coworkings e organizações sem fins lucrativos.

Como não existe uma formação específica para atuar como community manager, os salários podem variar de empresa para empresa, mas, geralmente, a média salarial do profissional, segundo o VAGAS.com, é de R$ 3.300,00. Já uma pesquisa da Glassdoor indica que o salário médio nacional é de R$ 3.784 no Brasil.

É importante considerar que os salários variam de acordo com o nível do profissional, seja estagiário, júnior, analista, pleno ou sênior. Lembrando que esses dados são uma média, ou seja, podem variar de região para região.

Como se tornar um(a) community manager?

Antes de pensar em cursos, capacitações e o que estudar para se tornar um(a) community manager, é preciso saber que, para seguir nessa profissão é necessário ter algumas habilidades, como gostar de se relacionar com pessoas, ser proativo e ter boa capacidade de comunicação. E, para ajudar você, separamos uma lista com as competências mais comuns - algumas não tão óbvias -, que serão muito importantes no dia a dia dessa profissão. Confira:

Gostar de pessoas e de comunicar

Até aqui, você já percebeu que os(as) community managers devem gostar muito de se relacionar e conversar com as pessoas. Então, para seguir nessa carreira, esse(a) profissional precisa ter empatia com os membros da comunidade e estar disposto a receber as solicitações de todos com paciência, gentileza e simpatia.

Além disso, deve ter uma excelente habilidade de relacionamento interpessoal e comunicação. Sempre estar disponível e ser solícito(a), pois estará sempre lidando com pessoas de todos os setores.

Ser capaz de se adaptar

Quando se lida com pessoas, o imprevisível é bem previsível, não é mesmo? Por isso, esse(a) profissional precisa lidar bem com isso. Ser flexível, ter versatilidade e capacidade para se ajustar aos diferentes momentos e necessidades de cada um dos membros irá facilitar muito seus dias.

Ter afinidade com a marca

Gostar e se identificar de verdade com o propósito da empresa é fator primordial para o sucesso deste(a) profissional. Se não houver identificação ou crença no que a marca vende, certamente haverá problemas para engajar a comunidade. Afinal, se você não acredita no que está construindo, como vai influenciar os demais?

Exercer liderança

As comunidades são formadas por pessoas e, neste contexto, o(a) community manager é o(a) líder, e como tal, deve identificar os interesses de cada um dos seus membros e articular cada desejo/necessidade, a fim de levá-los em direção a um propósito maior. Além disso, é preciso ser capaz de mobilizar pessoas em torno de uma ideia e, para isso, precisará ser acessível e saber ouvir inclusive o que não é agradável.

Ser proativo(a) e multitarefa

Um(a) bom(a) community manager deve ter facilidade para lidar com projetos simultâneos. Para isso é preciso ser organizado(a), proativo(a) e ter jogo de cintura.

Saber planejar

Lidar com planejamento é fundamental para o sucesso dessa profissão. Afinal, são tantas as atividades deste(a) profissional, que a organização se torna essencial, para conseguir colocar em prática suas ideias e iniciativas.

Ser criativo(a)

Nenhum dia será igual em se tratando das comunidades, por isso, o community manager precisa ser criativo e pensar em novas soluções e estratégias, além de demonstrar agilidade para colocar a criatividade em prática.

Observar com sensibilidade

Estar atento a tudo que acontece nas comunidades é tarefa básica para esse(a) profissional, além de ter sensibilidade para perceber as oportunidades que surgem e transformá-las em algo que pode impactar e repercutir positivamente para a marca e todos os membros da comunidade.

Perfil analítico

O(a) community manager, além de gostar de marketing, comunicação e relações públicas, deverá ter afinidade com números, pois ter um perfil minimamente analítico será muito importante para a mensuração e planejamento estratégico.

E aí, queremos saber se você se encaixa nesses requisitos? Se respondeu sim para boa parte deles, agora é a hora de pensar na capacitação. Por ser um perfil variado de atuação, a community management não exige uma graduação específica ou de preferência. Entretanto, as empresas costumam olhar com mais atenção profissionais com foco em comunicação social e marketing.

E a boa notícia é que, para ajudar você que quer se tornar um community manager, a Digital House traz o curso de Marketing Digital, onde ensina os principais conceitos e ferramentas relacionados à disciplina, contribuindo, assim, na sua preparação para os desafios da área, tornando-se um profissional de destaque.

Na DH, os cursos online possuem aulas 100% ao vivo e são ministradas por grandes especialistas do mercado. Além de toda a base de conhecimento, os alunos podem participar do programa de apoio à recolocação (gratuito), além de feiras de recrutamento exclusivas (Recruiting Day). Não perca tempo e dê o pontapé inicial para sua jornada de sucesso! Inscreva-se em nosso curso e seja um especialista em Marketing Digital!

Fique por dentro das novidades do mercado tech. Assine nossa newsletter!