Guia das boas práticas de SEO para blog: o que não pode ficar de fora

Guia das boas práticas de SEO para blog: o que não pode ficar de fora

Mesmo todos sabendo o que é SEO, muitos não entendem a sua gigantesca importância dentro de uma estratégia de Marketing Digital. Já parou para pensar que 70% a 80% dos usuários pulam os resultados pagos para clicar nos resultados orgânicos? Já parou para pensar que você é um usuário que faz isso?

Trabalhar com estratégias orgânicas trará economia, relevância para seu site, marca, e o principal: a atenção do seu usuário/consumidor. Por isso eu, Nivaldo Ferreira, criei este guia de boas práticas de SEO para blog que vai mudar sua visão.

Por que trabalhar com BLOG?

Os motores de busca (Google, Bing, Yahoo…) são respondedores de dúvidas, ou seja, para aproximarmos dos nossos usuários, precisamos trazer as respostas a estas dúvidas, não é verdade?

A vertical de conteúdo (BLOG) nos ajuda a trazer as respostas em forma de conteúdo, mas o que ganhamos com isso? Proximidade, relevância, lembrança, tráfego no site, troca do usuário com a marca… e melhor, tudo isso do nosso público alvo.

Um passo antes de começar a criar conteúdo (POST)

Antes de começar a criar conteúdo, não poderia faltar entre das dicas de SEO um checklist:

➜ Sei qual público alvo e personas quero atingir?

➜ Tenho um objetivo para cada conteúdo que vou criar?

➜ Tenho definido o tom de voz que vou usar em meus artigos (POSTS)?

➜ Tenho territórios e calendário editorial pré definido?

➜ Tenho “braço” para criação de conteúdo que cubra o calendário que criei?

➜ Vou acompanhar de quanto em quanto tempo cada conteúdo publicado?

Sem estes pontos definidos, não adianta seguir as boas práticas de SEO para blog, na verdade, não adianta nem criar uma vertical de conteúdo pensando neste formato.

Guia de boas práticas de SEO para blog:

Vamos agora de oferecer diversas dicas de SEO para uma estratégia eficiente e que trará resultados.

Primeiro passo: Pauta

Crie uma pauta que faça sentido a criação de conteúdo.

A primeira boa prática de SEO é pesquisar as buscas dos seus usuários. Como todos sabemos, tudo que digitamos nos buscadores são chamados de palavras-chave, e hoje, com ferramentas conseguimos entender qual a tendência de busca e volume de busca destas palavras-chave. Quais são essas ferramentas que ajudam a pensar em conteúdos?

Google Trends

O Google Trends é uma ótima ferramenta de análise de tendência de busca. Nela conseguimos analisar por tema ou por palavra-chave.

Ubersuggest

O Ubersuggest analisa o volume de busca das palavras-chave. Também conseguimos entender a dificuldade de ranqueamento.

Answer de Public

No Answer de Public conseguimos entender quais as buscas com perguntas são mais feitas, “como”, “porque”, “quando” entre outras.

Existem outras diversas ferramentas que irão te ajudar, mas essas são as que uso no meu dia a dia na criação de pautas.

Mesclando dados destas três ferramentas conseguimos gerar uma lista de pautas com uma tendência de busca alta, volume de busca alta e concorrência baixa, tá aí o segredo de uma boa pauta para SEO.

Segunda boa prática: Pesquisa

Agora que tem a pauta, sua próxima tarefa deste compilado de dicas de SEO é pesquisar. Jogue no Google a palavra-chave que escolheu para produção do seu conteúdo. Selecione as dez primeira posição e leia tudo, isso mesmo, leia TUDO!

Aqui, o seu seu objetivo é entender quais tipos de conteúdo a rede de pesquisa está posicionando nas primeiras posições, analisar volume de escrita e quantidade de elementos na página (caracteres, palavras, fotos, listas, infográficos…).

Análise a qualidade da escrita e do conteúdo. Qual será o seu objetivo agora? Criar um texto melhor que os dos “concorrentes”.

Terceira boa prática: Escrever para o usuário

Lembre-se, o seu leitor é um usuário e não um robô!

Busque trazer em seu conteúdo:

Conteúdo em blocos: use blocos de até 5 linhas de escrita, isso ajudará na leitura;

Elementos: busque trazer o máximo de elementos que ajude na leitura, como listas ordenadas ou desordenadas, imagens, infográficos, áudio descritor, citações entre outros;

Personalidade: Não esqueça do seu tom de voz de marca;

A experiência do seu leitor é o que tem que estar na sua cabeça no momento da escrita, pensar assim está dentro das boas práticas de SEO para blog.

Quarta boa prática: Os buscadores!

Depois do conteúdo pronto, agora você irá otimizá-lo para os mecanismos de busca.

Uma estratégia de SEO compõe três pilares: Tecnologia, Conteúdo e Popularidade. Vamos olhar a estratégia em cada um dos pilares.

Como trabalhar as técnicas de SEO para blog

Tecnologia

Neste pilar, o primeiro passo é olhar se suas imagens estão com o peso adequado. Existe uma ferramenta chamada TinyPNG que otimiza as imagens deixando-as com o peso adequado sem que perca sua resolução.

Agora, vamos validar a estrutura das tags de cabeçalhos, os famosos “Hs”:

H1: Título principal da página. Só podemos utilizar UM por página.

H2: Escala de hierarquia abaixo do H1.

H3: Escala de hierarquia abaixo do H2.

...

No momento que o usuário aperta o “enter” após escrever a sua busca no Google, milhares de aranhas (robôs) caem em bilhares de páginas para encontrar o melhor resultado possível para aquela busca.

A escalabilidade dos cabeçalhos ajuda e MUITO nesta busca das aranhas. Os robôs vão ler o H1, depois o H2… e entender se realmente é aquela a busca do usuário.

Depois que as imagens estão otimizadas e a estrutura/escalabilidade dos cabeçalhos ajustadas, vamos jogar a URL pronta do conteúdo no Pagespeed, uma ferramenta do Google que avalia a velocidade de abertura de página.

Você coleta os pontos de melhoria e busca os ajuste junto com profissionais de tecnologia para alcançar uma nota maior do que 70.

Uma pesquisa de concorrência jogando as URLs deles também é super válida neste momento.

Conteúdo

Selecionar de duas a três palavras-chave por conteúdo. A pauta é super importante neste momento, olharemos volume de busca e concorrência das palavras-chave para ajudar na escolha.

Espalharemos estas palavras-chave em nosso conteúdo com inteligência, usando uma boa prática de em média 3% de uso e repetição de cada palavra-chave. Ou seja, a cada 100 palavras em nosso texto, 3 será a palavra-chave escolhida. Podemos explorar sinônimos das palavras-chave.

Usar as palavras-chave selecionadas no título e descrição (aparecem no resultado de busca), no H1 e também se possível em demais cabeçalhos e início de blocos de textos escritos.

Se possível também, usar palavra-chave no texto alternativo das imagens, nas URLs e menus. Mas lembre-se, não faça alterações que afeta negativamente na experiência de leitura dos usuários.

Popularidade

O pilar de popularidade trabalha estratégias de aumento de relevância na web. Uma boa estratégia é trazer backlinks espalhados no texto. Links que te levam para conteúdos internos (dentro do domínio) e conteúdos externos (fora do domínio).

Espalhar o conteúdo nas redes sociais também é uma ótima forma de popularizar e criar mais links que direcionam à página.

Estratégias PR, influenciadores e até de SEM (mídia paga) também é são muito bem vindas para o aumento de popularidade do conteúdo criado.

Não esqueça da acessibilidade!

Entre as boas práticas de SEO para blog que irá trazer ótimos resultados de posicionamento orgânico é a de acessibilidade.

O Google e os outros mecanismos de busca pontuam positivamente as páginas que buscam trazer melhor acessibilidade. Então vamos lá:

Texto alternativo nas imagens

Os usuários com deficiência visual fazem a leitura das imagens com uma tag setada no código, chamada, ALT (texto alternativo). Este texto alternativo deve se a descrição exata da imagem, então, se tivermos uma imagem de um menino comendo maçã em um barco o texto alternativo deve ser: “menino comendo maçã em um barco”.

Sequência e escalabilidade de “Hs” correta

A sequência correta da informação setada na tecla tab ajuda muito os deficientes visuais navegar nas páginas.

Existem diversas aplicações e plugins que auxiliam diversas deficiências e dificuldades na leitura das páginas.

Mobile first

Não se esqueça que primeiro o Google avalia como o seu conteúdo se comporta em ambiente mobile para depois analisar os outros ambientes.

Traga a melhor experiência de conteúdo, tecnologia e popularidade no mobile, sua página deve ser responsiva!

Como alcanço as primeiras páginas e posições com meu conteúdo de BLOG no Google?

Última dica! Depois de seguir as boas práticas de SEO para blog, NÃO ESQUEÇA de acompanhar periodicamente o conteúdo postado. Nada impede de ajustar o conteúdo se ele não estiver performando bem.

Use o Google Search Console para indexar e acompanhar os resultados. Use também o Google Analytics para entender volume, quem é e de onde vem os acessos orgânicos do conteúdo/post criado.

Aprenda mais sobre SEO no nosso curso de Marketing Digital! Ao longo das aulas você desenvolve um projeto completo pensando no mercado atual para treinar tudo o que aprender sobre a área.

Leia mais no blog DH:

+ SEO para E-commerce: como ranquear sua loja virtual

+ Brand Personas: o que são e como fazer?

+ Estratégia para gerar leads: do básico ao avançado