Conheça as áreas de UX que você pode atuar

Conheça as áreas de UX que você pode atuar

“A vida é feita de experiências e escolhas”, uma frase pra lá de pertinente para áreas que envolvem negócios, direta ou indiretamente. Desde a pessoa responsável pelo atendimento até o desenvolvedor master de sistemas complexos de uma empresa, todos trabalham para o cliente sair satisfeito, ou seja, para a Experiência do Usuário (UX) ser a melhor possível.

Se a área fez seus olhos brilharem e já tomou a decisão de seguir este caminho, mas não sabe como dar o próximo passo, vamos te ajudar explicando um pouco melhor sobre as áreas de UX. E só para endossar sua escolha, saiba que o salário médio inicial para um Design Júnior da área é de R$ 4,149, segundo a consultoria Revelo. Interessante, não?

Curso de User Experience

Para aprender a idear soluções, que abrange criar personas para produtos e serviços, compreender a jornada do cliente, desenvolver storytelling, arquitetar seu ecossistema, desenhar e validar a linguagem digital por prototipação, UX Design, análises heurísticas e testes de usabilidade.

E na jornada para se tornar um expert em UX, você começa escolhendo um curso de experiência do usuário, de preferência, com professores que estão no mercado e sabem o que as empresas procuram.

Áreas de atuação de UX

Para a aplicação das técnicas citadas, existem diversas áreas dentro do UX. Logo abaixo, explicamos para você algumas das mais requisitadas pelas empresas:

UX Researcher

O profissional aqui é responsável por elaborar e efetivar pesquisas com os usuários, com foco na identificação de comportamentos, necessidades, motivações e dores do cliente. Ele observa, analisa e mensura cada detalhe, alinhado com a estratégia do time envolvido.

Information Architect

Em português, o arquiteto da informação fica responsável por estruturar o conteúdo de um website ou de um aplicativo, deixando estas ferramentas redondas para uma interação e experiência positiva do usuário. Seu trabalho é baseado no resultado das pesquisas e testes realizados pelo responsável do tópico anterior. Seu objetivo é atender as expectativas do usuário com relação à estrutura de informações, lá na interface.

UI/UX Developer

O UI/UX Developer é meio a meio, ou seja, metade designer, metade desenvolvedor. Essa especialidade mescla as habilidades de UX com as habilidades de UI e programação.

+ UX x UI: qual a diferença?

Usability Analyst

Esse analista fica de olho na usabilidade das interfaces. Seu objetivo é garantir que todos os produtos sejam amigáveis ao usuário, dando atenção à interação e experiência.

UX Writer

O profissional desta área utiliza de UX, Copywriting e Branding, o que representa entender as necessidades do usuário para projetar o tom de voz que o produto pretende passar, equilibrado com a estratégia de marca. O UX Writer faz com que todo texto encontrado pelo usuário nas interfaces e nos produtos seja parte de uma boa experiência e jornada.

Product Designer

Esse especialista vai de ponta a ponta em um projeto de UX. Para isso, precisa ser capacitado em habilidades de UX Design e UI Design. Além disso, atua com produtos digitais, com um forte trabalho voltado aos negócios e metodologias ágeis.

UX é uma área que cresce cada vez mais -  não é a toa que está no ranking das habilidades digitais mais requisitadas da próxima década -  e esse movimento chama a atenção dos profissionais, abrindo o leque de possibilidades para um momento de transição de carreira.

Por exemplo, uma pessoa da área de redação pode tranquilamente impulsionar suas chances de sucesso profissional ao investir em UX, tornando-se um UX Writer.

Escolha a DH para se tornar um profissional de UX

Prática, teoria e monitoria. Esta é a proposta que a Digital House traz para quem está realmente interessado em mergulhar de cabeça nesta especialidade. No nosso curso de experiência do usuário, você vai aprender a desenvolver pesquisas com usuários, analisar modelos mentais e otimizar resultados, ou melhor, deixar todos felizes pois, mais visibilidade para a empresa quer dizer: mais vendas. Vamos nessa?