Área de dados: quais são os principais mitos e como migrar para a área?

Área de dados: quais são os principais mitos e como migrar para a área?

Quando falamos sobre Tecnologia da Informação (TI), considerando o panorama do mercado, o entusiasmo é gigante, pois são diversas carreiras possíveis, que são grandes promessas no mercado de trabalho. Por outro lado, muitos equívocos também são espalhados entre as pessoas e a área de dados não escapa disso.

O campo é um dos mais importantes da TI e, se bem administrado, pode resultar em ganhos significativos e em mudanças positivas para o rumo de um negócio. No entanto, as percepções equivocadas da área de dados também podem atrapalhar o gerenciamento dos recursos analíticos, que beneficiam os usuários corporativos e os seus clientes.

Neste artigo, te explicaremos sobre a área de dados e os seus principais mitos, além de te contar qual é a melhor maneira de migrar para o segmento. Acompanhe.

O que é área de dados?

Vivemos em uma constante transformação digital, onde a ascensão da tecnologia é cada vez maior. Neste contexto, diversas informações são geradas diariamente no mundo online, fazendo com que exista uma área para transformar todos esses dados disponíveis em valores, para ajudar as organizações a tomarem as decisões mais assertivas em suas estratégias de atuação.

Hoje em dia, muito se ouve falar da ideia de que dados são o novo petróleo da humanidade. Isso porque cada vez mais empresas do mercado compreendem a importância de buscar informações, para extrair valor delas, tendo insights de negócios, que são diferenciais para um negócio bem-sucedido.

Com isso, novas profissões e posições foram surgindo dentro dos organogramas das empresas e, por mais que muitas nomenclaturas da área sejam usadas em todo o país, a verdade é que tudo ainda está em evolução e, por isso, muitos mitos acabam surgindo (nós ainda falaremos sobre eles neste artigo).

Para os novos profissionais da área de dados, o mais importante é entender as diversas possibilidades de atuação e observar como cada empresa está lidando com os cargos internamente. Cientista, arquiteto, engenheiro ou analista de dados, especialista em inteligência artificial ou machine learning e analista de business intelligence são algumas dentre muitas opções de carreira da área.


Quais são os mitos da área de dados?

Cada vez que novas empresas criam estratégias para o gerenciamento de dados ou pessoas decidem estudar sobre a área, alguns mitos podem surgir durante os processos. Separamos os principais para te ajudar:

Análise de dados requer um grande investimento

É comum as empresas pensarem que qualquer medida que envolva tecnologia necessite de altos investimentos. “Quanto vai custar tudo isso?” Essa é uma pergunta frequente que os gerentes de TI precisam responder quando constroem o projeto de uma nova ferramenta.

Neste contexto, muitos supõem que o gerenciamento e a análise de dados é uma tarefa cara e limitada a empresas com grande orçamento. No entanto, isso é um mito. Atualmente, existem muitas ferramentas gratuitas disponíveis no mercado, que podem ajudar você a mostrar o valor de uma boa análise.

Basta fazer um curso para saber tudo sobre dados

Calma, não é bem assim. Se você se interessar em aprender sobre a área de dados, fazer um curso é uma ótima maneira para iniciar. Porém, depois de se formar, não há como você parar de estudar e achar que tá tudo bem.

O campo é cheio de armadilhas. Às vezes, você acha que é uma coisa e, se não analisar direito, pode se equivocar. Portanto, para continuar se destacando no mercado, o estudo constante é fundamental, ainda mais considerando que a tecnologia avança de maneira muito rápida.

É preciso guardar todos os dados

Não existe regra específica que obrigue uma empresa a manter armazenados todos os seus dados produzidos. Cada empresa possui suas próprias normas, de acordo com o setor em que atua. Além disso, por meio das orientações regulatórias, elas podem separar as informações que não possuem utilidade das que precisam ser mantidas nos bancos de dados.

A inteligência artificial destruirá empregos e arruinará toda a economia

Não podemos negar que a introdução de novas tecnologias eliminou muitos empregos. Além disso, com o crescimento da Inteligência Artificial (IA), a necessidade das pessoas executarem certas funções já não serão necessárias.

No entanto, essa informação tem o seu outro lado. Na verdade, a tecnologia, em geral, está gerando muitos empregos! São muitas demandas disponíveis no mercado para poucos profissionais qualificados. De acordo com dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), serão criadas em torno de 420 mil novas vagas no mercado de tecnologia até o ano de 2024. Porém, as previsões apontam que 150 mil delas não serão preenchidas por falta de trabalhadores.

Como migrar para a área de dados?

Normalmente, as pessoas que ingressam no segmento possuem diversas origens profissionais, como Estatística, Engenharia, Administração ou Economia. Isso porque é uma área relativamente nova, a qual ainda não há uma faculdade específica, por exemplo.

Sendo assim, as oportunidades são inúmeras e a quantidade de profissionais qualificados ainda é escassa, como destacamos no tópico anterior. Portanto, essa é a melhor hora de começar a aprender sobre a área de dados, para quem quer se destacar no mercado profissional.

Implantar uma cultura de dados já é um objetivo claro para muitas empresas. Conforme os negócios avançam nesse sentido, os times de profissionais especializados necessitam de mais pessoas qualificadas.

Se você quer iniciar a sua carreira em dados ou fazer uma transição para a área, a Digital House é a melhor escolha para você aprender assertivamente! Temos os cursos de Data Analytics, Data Science e Inteligência Artificial. Escolha a carreira que mais se encaixa com você! Nossas aulas remotas são dinâmicas, 100% ao vivo e contam com os melhores especialistas do mercado.

Caso tenha mais interesse sobre a área de dados, temos materiais gratuitos e ricos de conhecimento ao seu dispor, como o e-book que produzimos sobre como contornar uma gestão de crise com dados. Nele, explicaremos como uma boa análise pode mudar toda a realidade de uma empresa que está passando por dificuldades.

Leia mais no blog DH:

+ Google Analytics Dashboard: crie e personalize com o nosso passo a passo

+ O que é brand equity e como as empresas geram valor de marca em seus produtos e serviços

+ Marketing digital para iniciantes: 10 dicas de como começar na carreira

E aí, já segue a gente no Twitter? Vem pra rede, vamos conversar sobre habilidades digitais! ;)