10 dicas de filmes e séries sobre o metaverso

Ainda tem dúvidas sobre o conceito de metaverso? Confira nossa seleção com 10 dicas de filmes e séries que explicam um pouco sobre essa nova realidade virtual.

Mulher escolhendo o filme sobre o metaverso

Você com certeza já ouviu falar sobre a transformação digital e, com ela, o termo metaverso, que vem ganhando cada vez mais evidência. Ainda mais depois que Mark Zuckerberg anunciou a mudança do nome do Facebook para Meta, em outubro de 2021, fazendo com que muitas pessoas passassem a procurar e entender o conceito.

Esse mundo virtual, onde os usuários terão a possibilidade de interagir e fazer diversos tipos de atividades, como jogar, comprar e trabalhar, é a principal aposta das empresas gigantes do mercado.

Por isso, é preciso entender exatamente o que significam essas transformações, qual o seu impacto na sociedade e como aplicá-las nos processos de desenvolvimento, programação, negócios, entre outros segmentos.

Mas, se você ainda está confuso(a) em relação à definição do conceito de metaverso, não se preocupe, pois, neste artigo traremos algumas dicas de filmes e séries para entender melhor sobre esse conceito tão presente e que promete tomar conta da internet nos próximos anos. Acompanhe e boa leitura!

O metaverso

O que é o metaverso? 🤔

O metaverso pode ser definido como uma experiência virtual, sendo um espaço 3D imersivo e coletivo, que se dá de diversas formas e em diferentes níveis, mas que entrelaça a vida real à realidade virtual.

O termo surgiu pela primeira vez no livro "Snow Crash", obra de ficção científica escrita por Neal Stephenson, em 1992. Em seu enredo, os personagens usam o metaverso para escapar de uma realidade distópica. O contexto do livro é exatamente o significado do metaverso. “Meta” vem do grego e significa “além de” ou “após” alguma coisa, e o “verso” vem de "universo".

Trata-se de um universo virtual, em que as pessoas podem interagir entre si por meio de avatares digitais. Esse ambiente será desenvolvido e acessado a partir de diferentes tecnologias, como realidade virtual, realidade aumentada, redes sociais, entre outras.

Um exemplo é o Fortnite, game mais popular da indústria, onde os usuários podem criar personagens que possibilitam a interação dos jogadores. O jogo é uma das plataformas que mais se aproximam do conceito de metaverso atualmente, pois, assim como em Snow Crash, é habitado por avatares de seus usuários em um ambiente digital que conecta o virtual com a vida real, oferecendo experiências imersivas.

Além dele, há também o Second Life, outro universo dentro dos jogos online. Lançado em 2003, quando “metaverso” era apenas uma palavra usada pelos fãs de Neal Stephenson.

Jogo Second Life

Ainda não é possível trazer uma descrição mais clara, pois esse universo ainda não existe completamente. No entanto, diversas empresas gigantes do mercado estão investindo para que essa realidade mude em um futuro próximo.

Filme e séries que vão ajudar você a entender o metaverso 📺

Como abordado anteriormente, o termo metaverso não é novo, tendo surgido na década de 1980. Mas, para quem ainda tem dúvidas sobre sua definição, existem, além do livro e jogos, alguns filmes e séries que podem ajudar a entender melhor o conceito.

Por isso, preparamos uma lista com 10 produções fictícias com o conceito como pano de fundo. Confira:

1- Matrix

Não poderíamos começar a lista se não com o clássico filme de ficção científica de 1999, Matrix, que ganhou duas sequências diretas em 2003 (Matrix Reloaded e Matrix Revolutions), além de um quarto filme em 2021 (Matrix Resurrections).

Além de ser uma das produções mais importantes do cinema em relação ao uso de efeitos especiais, tanto que venceu o Oscar de “Melhores efeitos visuais”, entre outros prêmios, ele é um dos longa-metragens referência quando o assunto é o metaverso.

Em sua história, o protagonista Neo é um programador de computadores, o qual descobre que a humanidade está habitando uma realidade simulada, a Matrix. Este é um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos a fim de produzir energia para esse universo dominado por máquinas.

Neo é apontado como o aguardado Messias capaz de enfrentar a Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade da raça humana.

2 - Jogador nº1

O filme de 2018, baseado no livro homônimo de Ernest Cline, é outro excelente exemplo sobre o conceito de metaverso. Com direção de Steven Spielberg, a história conta a trajetória de Wade Watts e se passa em 2045, quando a humanidade encontra refúgio para sua vida problemática no OASIS, um game de realidade virtual que promove experiências online, como jogos, estudos e como uma forma de ganhar dinheiro.

No OASIS, os jogadores fazem de tudo para, além de fugir da realidade, encontrar o easter egg deixado pelo criador, que concede a posse do jogo para quem achá-lo. Até que o protagonista encontra a primeira pista da caçada e, na vida real, se torna alvo da corporação.

3 - Tron: Uma Odisséia Eletrônica

O filme da Disney de 1982 aborda o metaverso de uma maneira mais explícita, misturando aventura e ficção científica em seu enredo.

Na história, Kevin Flynn é um engenheiro de softwares responsável pela criação de jogos de videogame para a empresa ENCOM e está desenvolvendo seu próprio jogo, quando seus projetos são roubados por Ed Dillinger, executivo da corporação. Demitido, ele tenta acessar os computadores da companhia para conseguir as provas necessárias e provar o roubo, mas acaba aprisionado no ciberespaço, tendo que lutar pela sobrevivência em uma aventura tecnológica.

4 - Avatar

Avatar é um filme épico de ficção de 2009, com uma das maiores bilheterias da história do cinema. Ele foi escrito e dirigido por James Cameron.

Seu enredo se passa no ano 2154 e conta a trajetória dos Na’vi, seres que parecem primitivos, mas são bastante evoluídos e moram no mundo alienígena de Pandora, cujo ambiente tóxico levou à necessidade de criação de avatares controlados pela mente humana.

No desenrolar do filme, o ex-fuzileiro naval paralítico Jake Sully consegue voltar a andar por conta de um avatar e se apaixona por Neytiri, uma Na’vi, levando-o a lutar junto ao povo dela pela sobrevivência do planeta, que entra em guerra com os humanos pelos recursos de Pandora. O título do filme faz referência aos corpos Na'vi - humanos híbridos criados por um grupo de cientistas através de engenharia genética.

5 - 13º Andar

Também lançado em 1999, 13º andar conta a história de Douglas Hall e seu sócio, Hannon Fuller, dois pesquisadores da área de informática que estão prestes a colher resultados positivos em seu último projeto: desenvolver um mundo simulado utilizando realidade virtual. Porém, Fuller é misteriosamente assassinado, antes de passar informações importantes sobre o projeto para Douglas, que se torna o principal suspeito do crime.

Acusado de homicídio, o protagonista tenta provar sua inocência, o que o leva a entrar na simulação criada por Fuller, começando a sua própria investigação.

6 - Kiss Me First

Nesta série britânica, criada por Bryan Elsley e baseada no livro de mesmo nome de Lottie Moggach, a adolescente Leila encontra conforto para enfrentar o luto pela perda da mãe no jogo de realidade virtual Azana. Um dia, ela conhece Tess, uma jogadora que a apresenta à área secreta do game "Pílula Vermelha" e a faz se aproximar de um grupo de jovens. O que ela não contava é que o game começasse a gerar consequências para sua vida real.

7 - Upload

Essa série cômica, que se passa em 2035, é ambientada em um futuro altamente tecnológico em que, ao morrer, as pessoas podem fazer upload de sua consciência para um paraíso digital.

Na história conhecemos Nathan, um rapaz que autoriza o upload de sua consciência para o meio digital e se transforma em um avatar após partir de maneira prematura. Entretanto, mesmo após a sua passagem, o protagonista se vê envolvido em situações que misturam a sua antiga vida real com a nova, virtual, devido a sua namorada, que ainda possui poderes sobre ele mesmo estando viva.

8 - Westworld

A produção se passa em um parque temático futurista que simula o Velho Oeste e é habitado por androides que têm suas memórias apagadas ao final de cada dia. Frequentado por ricos, o parque não tem leis, permitindo que os pagantes façam por lá o que quiserem. Isso, até uma falha no sistema fazer com que as máquinas adquiram consciência de sua realidade.

9 - She

Neste longa-metragem, Theodore é um escritor solitário, que acaba de comprar um novo sistema operacional para o seu computador, mas acaba se apaixonando pela voz deste programa, dando início a uma relação amorosa entre ambos. Esta história de amor incomum explora a relação entre o homem contemporâneo e a tecnologia.

A abordagem de “She”, para muitos críticos, busca antecipar as possibilidades de relacionamentos amorosos no metaverso, já que existem experiências de aplicativos para promover encontros amorosos entre avatares dentro do mundo virtual.

10 - Psycho-Pass

A série é baseada em um anime japonês, que também deu origem a outros produtos de mídia, como um mangá, um filme e um jogo de videogame.

Produzido pelo estúdio Production I.G, o seriado é ambientado em um Japão futurista e tecnológico, onde a sociedade é controlada por um sistema digital que mede a biometria dos cérebros da população. Esse sistema consegue calcular o  potencial de criminalidade de uma pessoa e, com base nisso, caçar todos aqueles que têm resultado acima de 100, mesmo que a pessoa não seja uma criminosa.

Esperamos que esta lista de filmes e séries ajude você a esclarecer suas dúvidas sobre o assunto. Afinal, desde o seu surgimento, o metaverso apresenta muitas versões, mas, apesar de sua presença de longa data no mundo da tecnologia, a ideia ainda não está totalmente formada.

E se você deseja se aventurar nesse novo mundo, é preciso começar com o conhecimento básico de programação. E a Digital House pode ajudar você nessa jornada. Com o curso de Desenvolvimento Web Full Stack, que capacita o(a) aluno(a) a criar sites e sistemas web, utilizando diferentes linguagens de programação, como HTML, CSS, JavaScript, entre outros.

As aulas são online, 100% ao vivo e ministradas por professores especialistas que estão no mercado. Além disso, a DH conta com o departamento de Carreiras, no qual os(as) alunos(as) podem acessar diversos conteúdos exclusivos sobre suas jornadas. Inscreva-se agora mesmo e garanta o seu futuro profissional!

Fique por dentro das novidades do mercado tech. Assine nossa newsletter.